Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MÁRIO SILVA - Fotografia, Pintura & Escrita

*** *** A realidade é a "minha realidade" em imagens (fotografia, pintura) e escrita

12
Abr24

A bela aldeia trasmontana de Águas Frias (Chaves) - Portugal


Mário Silva Mário Silva

A bela aldeia trasmontana de

Águas Frias (Chaves) - Portugal

A12 DSC01272_ms

Em Trás-os-Montes, terra agreste e bela,

Onde a natureza reina soberana,

Encanta-nos a aldeia de Águas Frias,

Com a sua beleza simples e serena.

.

Casas de pedra, telhados vermelhos,

Ruas estreitas, onde o tempo parece parar,

E o povo acolhedor, de sorriso franco,

Que nos faz sentir em casa ao chegar.

.

A igreja branca, no centro da aldeia,

É um símbolo de fé e tradição,

E a fonte a correr, com água cristalina,

É um convite à paz e contemplação.

.

Ao redor da aldeia, campos verdejantes,

Onde a agricultura ainda é rei,

E os castanheiros centenários, imponentes,

Contam histórias de outros tempos que já não sei.

.

Em Águas Frias, o tempo passa devagar,

E a vida segue o ritmo da natureza,

Aqui respira-se paz e tranquilidade,

E a alma encontra a sua verdadeira beleza.

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
11
Abr24

O muro de pedra solta e a hera que por ele trepava


Mário Silva Mário Silva

O muro de pedra solta e a hera que por ele trepava

A11 DSC01196_ms

O muro de pedra solta,

Sem argamassa unida,

Era a imagem da desolação,

Da tristeza abatida.

.

A hera, trepadeira vivaz,

Com seus ramos rastejantes,

Cobria as pedras com um manto verde,

Escondendo as falhas constantes.

.

A hera subia, subia sempre,

Em busca da luz do sol,

Enquanto o muro, frio e silente,

Suportando o seu peso, era o seu farol.

.

Uma simbiose estranha e bela,

Unindo o forte e o frágil,

A vida e a morte, a esperança e a dor,

Num abraço vegetal.

.

O muro, sem a hera, seria apenas ruínas,

Um amontoado de pedras sem vida.

A hera, sem o muro, rastejaria no chão,

Sem destino e sem guarida.

.

Juntos, formavam uma imagem única,

De força e de beleza,

De união e de superação,

De eterna proeza.

.

O muro de pedra solta e a hera que por ele trepava,

Uma história de simbiose e amor,

Que nos ensina que a união faz a força,

E que a beleza pode nascer da dor.

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
10
Fev24

A árvore despida e só - Águas Frias - Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

A árvore despida e só

F05 DSC05226-fotor

No meio do campo,

Sozinha e despida,

Uma árvore se ergue,

Firme e resistente.

.

O vento sopra forte,

As folhas caem ao chão,

Mas a árvore permanece,

Inabalável, serena.

.

As aves não pousam nos seus galhos,

Os animais não se abrigam na sua sombra,

Mas a árvore não se importa,

Ela está acostumada à solidão.

.

Ela sabe que a vida é assim,

Momentos de alegria e tristeza,

Momentos de beleza e dor,

Momentos de companhia e solidão.

.

Mas a árvore não desiste,

Ela continua a crescer,

Ainda que esteja despida,

Ela ainda é uma árvore.

.

Este poema é uma metáfora para a vida humana. A árvore representa o indivíduo, que enfrenta desafios e dificuldades ao longo da vida. O vento representa as adversidades da vida, como a perda, a doença e a dor. As folhas que caem representam as oportunidades perdidas e as esperanças desfeitas.

A árvore, apesar de estar despida e sozinha, representa a força e a resistência do espírito humano. Ela não desiste, mesmo quando enfrenta adversidades. Ela continua a crescer, mesmo que seja lentamente.

O poema ensina-nos que a vida é cheia de desafios, mas também de oportunidades.

É importante ter força e resistência para enfrentar as adversidades.

Não devemos desistir, mesmo quando estamos sozinhos.

.

Poma & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
12
Jan24

Águas Frias no coração …


Mário Silva Mário Silva

.

Águas Frias no coração …

J11 DSC00276_ms

Aldeia transmontana de Águas Frias,

No coração guardo teu encanto.

De pedra e cal, de antigas vias,

Onde o tempo parece um manto.

.

Tua silhueta ao longe se avista,

Na contraluz do entardecer.

Firme, robusta, nunca triste,

Com a serra a te proteger.

.

Águas frias que correm ligeiras,

Pelas tuas veias de pedra e cal.

Guardas histórias de mil maneiras,

Na memória de quem te viu e te verá.

.

As tuas gentes, firmes e leais,

Com sorrisos sinceros, olhares profundos.

Revelam nos gestos ancestrais,

O amor pelas tuas terras sem limites, sem mundos.

.

Aldeia transmontana, de belezas sem fim,

No meu coração ocupas um lugar.

Águas Frias, és parte de mim,

Na tua luz aprendi a amar.

.

Com a tua paisagem a desafiar o horizonte,

E o teu povo de coração valente.

Águas Frias, és fonte,

De saudade que corre na alma da gente.

.

No coração guardo a tua imagem,

Com carinho, respeito e amor.

Aldeia transmontana, minha viagem,

És meu porto, meu farol, minha cor.

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
12
Dez23

Cai suavemente … - Águas Frias - Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

.

Cai suavemente …

D09 1700172026_ms

Cai suavemente

pequenos flocos de neve

na aldeia transmontana

encoberta de brancura.

.

As casas, os telhados,

as árvores, os campos,

tudo está coberto

por uma ligeira camada de neve.

.

O silêncio é total,

apenas o som

do vento que sopra

é ouvido no ar.

.

Os animais estão escondidos,

os pássaros não cantam,

o mundo parece congelado

numa paisagem de sonho.

.

A neve é mágica,

é um presente da natureza,

que transforma a paisagem

numa obra de arte.

.

É um momento de paz,

de reflexão,

de contemplação

da beleza da natureza.

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
27
Nov23

O encanto da luz do candeeiro - Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

.

O encanto da luz do candeeiro

Chaves - Portugal

N18 DSC00251_ms

Numa noite fria e desconfortável, a luz do candeeiro de rua pode ser um refúgio de paz e tranquilidade. O seu brilho suave e o seu calor acolhedor podem ajudar a afastar a sensação de isolamento e solidão.

A luz do candeeiro de rua cria uma atmosfera mágica e misteriosa. Os seus reflexos na calçada e nos edifícios criam um efeito de sombras e luzes que é hipnotizante. É como se o mundo fosse transformado num lugar de fantasia.

Numa noite fria, a luz do candeeiro de rua pode ser uma lembrança de que não estamos sozinhos. O seu brilho constante é um sinal de que há vida lá fora, mesmo que seja apenas a vida de um pequeno inseto ou de um gato que passeia pela rua.

A luz do candeeiro de rua pode ser uma fonte de conforto e inspiração. É uma lembrança de que, mesmo em noites frias e desconfortáveis, há sempre beleza e magia no mundo.

.

A luz do candeeiro de rua

Brilha numa noite fria,

Criando um mundo de magia,

Um mundo de sonhos e fantasia.

.

O seu brilho é suave e acolhedor,

Como um abraço amigo,

Que afasta a sensação de isolamento,

E traz um pouco de conforto.

.

A luz do candeeiro de rua

É a lembrança de que não estamos sozinhos,

De que há vida lá fora,

Mesmo que seja apenas um pequeno inseto,

Ou um gato que vagueia pela rua.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
21
Nov23

Uma linda casa branca – Águas Frias (Chaves) - Portugal


Mário Silva Mário Silva

Uma linda casa branca

Águas Frias (Chaves) - Portugal

N13 Casa da aldeia _ms-moldura

No meio da aldeia,

Em Trás-os-Montes,

Uma linda casa branca,

Rústica e charmosa.

.

Com suas janelas e portas,

De madeira pintada,

E seu telhado de telhas,

Em tons de vermelho.

.

A casa é um encanto,

Com sua simplicidade,

E sua história,

Que nos faz viajar no tempo.

.

A casa é um símbolo,

Da cultura e tradição,

De um povo que vive,

Em harmonia com a natureza.

.

Poema & FotoPintura: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
28
Set23

Pensamentos de um Picanço-barreteiro (Lanius senator)


Mário Silva Mário Silva

.

Pensamentos de um

Picanço-barreteiro

(Lanius senator)

20 DSC04021_ms

.

Nas Terras Transmontanas, entre serras e montes,

O Picanço-barreteiro encontra seus horizontes.

No norte de Portugal, ele voa com destreza,

E seus pensamentos voam com leveza.

.

No topo de um carvalho, ele observa o cenário,

Pensando em sua vida, solitária e solitário.

Com seu traje negro e barrete vermelho,

Ele é um mestre da arte de ser discreto.

.

Em sua mente, ele voa mais alto do que as águias,

Pensando em suas presas, em suas migrações tão antigas.

Asas afiadas, bico curvado, olhos atentos,

Ele é um caçador habilidoso, dos mais sedentos.

.

Na brisa fria das manhãs transmontanas,

Ele se sente em casa, com suas asas arianas.

As gentes da aldeia, tão simples e amigas,

Observam-no voar com suas cores tão antigas.

.

Pensamentos de sobrevivência, instintos em ação,

No norte de Portugal, ele encontra sua razão.

Pousa em ramos secos, com olhar perspicaz,

E o mundo ao seu redor, ele sabe como é capaz.

.

Enquanto o sol se põe sobre as terras do norte,

O Picanço-barreteiro, sem pressa, parte e suporta a sorte.

Em terras transmontanas, ele é rei e senhor,

Com pensamentos selvagens, voa com fervor.

.

Assim, nas Terras Transmontanas, ele permanece,

Com sua plumagem negra e barrete que enobrece.

Seus pensamentos, um mistério para nós, meros mortais,

Mas sua presença é um tributo às terras ancestrais.

.

Poema & fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
31
Ago23

Eu e a praia


Mário Silva Mário Silva

Eu e a praia
 

26 fotor

.
Na beira da praia eu me sinto bem
Seus sons me envolvem e meu coração se acalma
As ondas banham meus pés
O mar me envolve e me dá tranquilidade
.
Eu e a praia
Uma ligação que vai além
Mesmo com tudo à volta
É aqui que eu também me sinto bem
.
O sol se reflete na água
E as gaivotas voejam na sua rota
A melodia das ondas é o contraponto
Ao dourado que a areia me dá
.
Eu e a praia
Aqui eu me reconecto
Mesmo distantes almas
Sentem o mesmo efeito
.
Deixar o mundo de fora
E ouvir a natureza aqui
É o que me faz feliz
E me traz paz.
.
Poema & Fotografia: ©MárioSilva
.
Mário Silva 📷
29
Ago23

A libelinha


Mário Silva Mário Silva

A libelinha

10 DSC04414_ms

.

É um ser mágico,

Uma criatura de luz,

Que voa livre e leve,

Sobre a água e a terra.

.

Os seus olhos são grandes,

E os seus azuis são brilhantes,

Como as estrelas do céu,

Numa noite de verão.

.

A libelinha é um símbolo de transformação,

De esperança e renovação,

De um novo começo,

De uma nova vida.

.

Ela é um lembrete de que,

Mesmo quando as coisas estão difíceis,

Sempre há esperança,

Sempre há um novo começo.

.

A libelinha é uma criatura mágica,

Uma criatura de luz,

Que nos inspira a voar,

A sonhar,

A nunca desistir.

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
20
Ago23

A árvore seca, nua, ... morta


Mário Silva Mário Silva

A árvore seca, nua, ... morta

09 DSC04396-FotoPintura_ms

.

A árvore seca, nua, morta,

Que outrora foi cheia de vida,

Agora é apenas um tronco,

Um lembrete da passagem do tempo.

.

As folhas que outrora eram verdes,

Agora são marrons e secas,

E os frutos que outrora eram doces,

Agora são amargos e intragáveis.

.

Mas mesmo morta, a árvore ainda é bela,

Em sua própria maneira,

E seu tronco retorcido e seus galhos quebrados,

Ainda são um símbolo de força e resistência.

.

A árvore seca é um lembrete de que,

Mesmo em tempos difíceis,

A vida continua,

E que a primavera sempre segue o inverno.

.

A árvore seca é um símbolo de esperança,

De que mesmo quando tudo parece perdido,

Há sempre a possibilidade de novo começo.

.

A árvore seca é um lembrete de que,

Mesmo na morte,

Há beleza,

E que a vida sempre continua.

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
13
Dez21

Era casa típica transmontana, mas .... faleceu .... - Águas Frias – Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

🏠💥 🏠          🏠💥 🏠          🏠💥 🏠           🏠💥 🏠          🏠💥 🏠         🏠💥 🏠          🏠💥 🏠          🏠💥 🏠           🏠💥 🏠             

Uma casa típica transmontana, na fotografia já em estado avançado de velhice …

A velhice se não for acompanhada, leva ao fim eminente … desaparece …

Foi o que aconteceu … esta casa já não existe mais … morreu e nem teve oportunidade de ter um tratamento de emergência ou desfibrilhador …

Simplesmente desapareceu do edificado da aldeia de

Águas FriasChavesPortugal

🏠💥 🏠          🏠💥 🏠          🏠💥 🏠           🏠💥 🏠          🏠💥 🏠         🏠💥 🏠          🏠💥 🏠          🏠💥 🏠           🏠💥 🏠             

DSC03095_ms

.

O FIM

.

não me peçam para ser menos do que vejo

no fundo desejo

nem ver nem saber

mas que posso eu fazer

se cabem em mim todos os problemas do mundo?

 .

no fundo não posso desejar ser menos

que varias células com membrana

para que possa considerar-me humana

viver e respirar

absorvendo o ar dos outros

que com ele trazem suas dores.

 .

aos poucos sei e sinto

que irei, apesar de tudo, partir

e aí descobrir um outro caminho

ou então apenas um diferente destino

para. o mesmo sofrimento.

 .

que seja então como deus quiser

quem diz deus, diz outra coisa qualquer

que esteja aqui para me fazer ver

o caminho a seguir.

 .

 _________ Podenga __  in: https://podengaportuguesa.blogs.sapo.pt/o-fim-poema-69508  ___________

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

Mário Silva 📷
29
Jan21

O arco-íris na Aldeia


Mário Silva Mário Silva

.

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

O arcoris aparece e coroa a aldeia transmontana de Águas Frias (Chaves) – Portugal.

Será que é o sinal que este tempo “negro” que se vive atualmente, vai mudar e dar um colorido à Vida de confinamento, de receios, de dores, de mortes, mas também de Esperança …

A Vida continua (com ou sem coronas vírus).

DSC00299_ms

E tal como o microrganismo se transfigura (mutações) para melhor aproveitar as condições mais favoráveis à sua existência, também Nós, Humanos, Seres complexos e pensantes, teremos de nos adaptar (confinamento, máscara facial, distanciamento social, higiene sanitária) para superar os efeitos nefastos desta situação nova.

Haja bom senso, e inteligência … Vamos conseguir …

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

.

.

Arco-íris

.

Riscos de cor gravados no céu
Mostrando a harmonia da natureza
Cenário presente em qualquer sonho meu
Derivado da sua enorme beleza.
.
Como é deslumbrante o seu colorido
Que me transmite uma calma profunda
Faz-me esquecer este mundo sofrido
Que diariamente é massacrado de uma forma absurda.
.
O céu pincelado de cor
Capaz de proporcionar um sorriso num rosto desolado
Colorindo por momentos um dia de horror,
Vivido por alguém com o coração amargurado.
.
Perante tal cenário, tudo é possível imaginar
A alegria e a beleza das cores
Fazem os pássaros alegremente à sua volta voar
Bem como fazer despertar a beleza das flores.
.
Como é belo o céu a sorrir cheio de cor
Mesmo que seja por pouco tempo,
É capaz de fazer esquecer qualquer dor
Mesmo que seja por um breve momento.
.

.

João Filipe Ferreira

.

Ver também:

Facebook – Mário Silva

Blog - MÁRIO SILVA "navegando" em ... águas frias

Mário Silva – YouTube

Mário Silva - Twitter

Mário Silva - Instagram

.

.

Mário Silva 📷
22
Jan21

Aldeia a preto e branco - Águas Frias - Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Aldeia transmontana de

Águas FriasChavesTrás-Os-Montes,

vista com um olhar monocromático

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

.

DSC01379_P&B_ms

 

Minha aldeia é todo o mundo.
Todo o mundo me pertence.
Aqui me encontro e confundo
com gente de todo o mundo
que a todo o mundo pertence.

.

Bate o sol na minha aldeia
com várias inclinações.
Angulo novo, nova ideia;
outros graus, outras razões.
Que os homens da minha aldeia
são centenas de milhões.

.

Os homens da minha aldeia
divergem por natureza.
O mesmo sonho os separa,
a mesma fria certeza
os afasta e desampara,
rumorejante seara
onde se odeia em beleza.

.

António Gedeão

.

.

Ver também:

Facebook – Mário Silva

Blog - MÁRIO SILVA "navegando" em ... águas frias

Blog - Mário Silva - O outro lado ... de Águas Frias

Blog - ÁGUAS FRIAS - CHAVES - PORTUGAL

Mário Silva - Flickr

Mário Silva – YouTube

Mário Silva - Twitter

Mário Silva - Instagram

.

Mário Silva 📷
04
Jan21

A bolota caída - Vida


Mário Silva Mário Silva

.

****************************************************************************************

A bolota que cai do carvalho, não é uma simples bolota no chão.

Poderá ser a “semente” de uma nova vida – um novo carvalho.

***************************************************************************************

.

DSC00372_P&B_ms

 

Vida

.

Do que a vida é capaz!
A força dum alento verdadeiro!
O que um dedal de seiva faz
A rasgar o seu negro cativeiro!

Ser!
Parece uma renúncia que ali vai,
E
é um carvalho a nascer
Da bolota que cai!

.

Miguel Torga

.

Ver também:

Facebook – Mário Silva

Blog - MÁRIO SILVA "navegando" em ... águas frias

Blog - Mário Silva - O outro lado ... de Águas Frias

Blog - ÁGUAS FRIAS - CHAVES - PORTUGAL

Mário Silva - Flickr

Mário Silva – YouTube

Mário Silva - Twitter

Mário Silva - Instagram

 

 

Mário Silva 📷
26
Nov20

Uma bolota traquinas


Mário Silva Mário Silva

 

UMA BOLOTA TRAQUINAS

 

********************************************************************************************

Uma bolota traquinas, caída de um dos poucos sobreiros existentes na aldeia flaviense de Águas Frias.

********************************************************************************************

.

DSC07867_ms

 

Certo dia num sobredo uma bolota traquinas
danadinha p’ró folguedo entre as bolotas meninas
por força de caganita que um melro depositara
ao volejar sobre a dita bolota que se agitara
deu por si num alvoroço caindo desamparada
lá do alto da galhada no toutiço de um moço
que dengoso ali passava
e o moço mal encarado
- que ao humor nunca fiava -
pô-lo a bolota assustado no imprevisto da queda
descuidada no fatiote
fica o mancebo danado com a mancha sem Quixote
e na pança o fidalgote leva um Sancho ataviado
.
assustado e vingativo
suja a camisa de seda
borrado o seu porte altivo
ali jurou o magano mal chegasse a executivo
cumprir um rijo plano contra o sobreiro inimigo.

(…)

Jorge Castro

.

🍃

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mario.silva.3363

https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://aguasfriaschaves.blogs.sapo.pt/

www.flickr.com/photos/7791788@N04

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

🍃

.

Mário Silva 📷
18
Out20

 Cavalo espreitando - Águas Frias (Chaves) - PORTUGAL


Mário Silva Mário Silva

.

*********************************************************************************************

 Cavalo espreitando, … conferindo quem entrou nos seus domínios … poderia ser selvagem, … mas não é …

É um dócil e meigo cavalo, como são alguns “cavalos” de

Águas Frias – Chaves – PORTUGAL

********************************************************************************************

DSC05989_ms

.

CAVALO SELVAGEM

 

“eu sou cavalo selvagem
não sei o peso da sela
não tenho freio nos beiços
nem cabresto
nem marca de ferro quente
não tenho crina cortada
não sou bicho de curral
eu sou cavalo selvagem
meu pasto é o campo sem fim
para mim não existe cerca
sigo somente o capim
eu sou cavalo selvagem
selvagem é minha alegria
de ser livre noite e dia
selvagem é só apelido
meu nome é mesmo cavalo
cavalo solto no pasto
veloz carreira que faço
lavrado todo atravesso
caminhos no campo eu traço
eu corro livre galope
transformo galope em verso
eu sou cavalo selvagem
sou garanhão neste campo
eu sou rebelde alazão
sou personagem de lendas
sou conversa nas fazendas
sou filho livre do chão
eu sou cavalo selvagem
meu mundo é a imensidão”

.

                                                                                                         Eliakin Rufino de Souza

.

🐎

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mario.silva.3363

https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://aguasfriaschaves.blogs.sapo.pt/

www.flickr.com/photos/7791788@N04

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber

.

                                                               🐎

 

.

 

Mário Silva 📷
24
Set20

JÁ  É  OUTONO ...


Mário Silva Mário Silva

 

JÁ  É  OUTONO ...

 

 .

As folhas pousam, se o vento é brando
tapeteando os caminhos.
O sol é intruso, se espreita pela manhã...
e o chão não queima à meia tarde.
O dia e a noite começam cedo
e a chuva cai, arrefecendo sem gelar.
Vão-se os pássaros
ficam os ninhos franqueados ao silêncio.

DSC09357_ms


No outono...
se de brio se quer estação
o ar arrefece
e ao pó não se deve o cinzento dos dias.
No outono
quando o vento chega
varre o chão, penteia a floresta
e obriga o inverno a esperar
permitindo aos rios
descer ainda sem sobressaltos.

.

                                                                                                                            https://jluisdias.blogs.sapo.pt/outono-243646      

.

 

                                                                               🍁

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mario.silva.3363

https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://aguasfriaschaves.blogs.sapo.pt/

www.flickr.com/photos/7791788@N04

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber

.

                                                                                  🍁

.

 

 

 

 

 

Mário Silva 📷
02
Ago20

A CASA BRANCA


Mário Silva Mário Silva

 

 

A CASA BRANCA

.

Estou reclinado na poltrona, é tarde, o Verão apagou-se...

Nem sonho, nem cismo, um torpor alastra em meu cérebro...

Não existe manhã para o meu torpor nesta hora...

Ontem foi um mau sonho que alguém teve por mim...

Há uma interrupção lateral na minha consciência...

Continuam encostadas as portas da janela desta tarde

Apesar de as janelas estarem abertas de par em par...

Sigo sem atenção as minhas sensações sem nexo,

E a personalidade que tenho está entre o corpo e a alma...

DSC00573_ms

 

Quem dera que houvesse

Um terceiro estado prà alma, se ela tiver só dois...

Um quarto estado prà alma, se são três os que ela tem...

A impossibilidade de tudo quanto eu nem chego a sonhar

Dói-me por detrás das costas da minha consciência de sentir...

.

Fernando Pessoa

.

.

                                                                                       🏠

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mario.silva.3363

https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://aguasfriaschaves.blogs.sapo.pt/

www.flickr.com/photos/7791788@N04

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber                               

.

                                                             🏠                    🏠                  🏠

.

.

 

 

Mário Silva 📷
30
Jul20

A CABRA - "Capra aegagrus hircus"


Mário Silva Mário Silva

 

A CABRA

Capra aegagrus hircus

.

Falei com uma cabra.
Sozinha no prado, amarrada.
Saciada de erva, molhada
pela chuva, balava.
.
Aquele balido era fraterno
à minha dor. E eu respondi, primeiro
por graça, depois porque o sofrer é eterno,
tem uma voz não vária.
Esta voz senti
gemer naquela cabra solitária.

DSC08355_ms

Numa cabra de perfil semita
senti que se queixavam outros males,
os da vida infinita.

.

Umberto Saba

.

                                                                                         🐐

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mario.silva.3363

https://mariosilva2020.blogs.sapo.pt/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://aguasfriaschaves.blogs.sapo.pt/

www.flickr.com/photos/7791788@N04

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA?view_as=subscriber                               

.

🐐          🐐          🐐

.

Logo Mário Silva 2

 

.

 

 

 

Mário Silva 📷

Águas Frias - Fevereiro 2024

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Hora em PORTUGAL

Calendário

Abril 2024

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Sigam-me

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.