Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MÁRIO SILVA - Fotografia, Pintura & Escrita

*** *** A realidade é a "minha realidade" em imagens (fotografia, pintura) e escrita

10
Mai24

A ovelha curiosa: desvendando os seus pensamentos


Mário Silva Mário Silva

 

A ovelha curiosa:

desvendando os seus pensamentos

Mai10 DSC09983_ms

A ovelha da fotografia, uma Merino de lã branca e fina, ergue-se majestosamente entre duas árvores, com os seus olhos castanhos fixos no fotógrafo.

O que se passa na sua mente nesse momento?

Uma mistura de curiosidade, apreensão e talvez até um toque de proteção maternal.

.

A ovelha, por natureza, é um ser curioso.

A sua postura atenta, orelhas erguidas e olhar fixo demonstram o seu interesse no indivíduo que a observa.

Ela questiona-se sobre a presença do fotógrafo, as suas intenções e o que o rodeia.

Talvez ela nunca tenha visto um humano com uma câmara antes, ou talvez esteja acostumada à presença humana, mas ainda intriga-se com a máquina que captura a sua imagem.

.

A ovelha também pode sentir um leve receio.

Ela não sabe o que esperar do fotógrafo, se ele representa uma ameaça ou apenas um observador passageiro.

A cautela é instintiva em animais selvagens, e a ovelha, mesmo num ambiente aparentemente seguro, não deixa de se manter alerta.

.

Se a ovelha estiver acompanhada de cordeiros, o seu olhar ganha um tom ainda mais intenso.

A proteção dos seus filhotes é o seu instinto primordial, e o fotógrafo, com a sua presença inesperada, pode ser interpretado como uma possível fonte de perigo.

A ovelha torna-se mais vigilante, pronta para defender a sua cria a qualquer custo.

.

A cauda da ovelha está levemente levantada, indicando um estado de alerta, mas não de medo extremo.

As orelhas erguidas e voltadas para o fotógrafo demonstram atenção e curiosidade.

Os olhos arregalados e o focinho ligeiramente franzido sugerem uma mistura de curiosidade e apreensão.

.

 

Ao observar ovelhas na natureza, é crucial respeitar o seu espaço pessoal e evitar qualquer ação que as deixe ameaçadas ou desconfortáveis.

Mantenha distância, evite contato visual direto e faça movimentos lentos e suaves.

Lembre-se, elas são seres selvagens com instintos naturais de sobrevivência.

.

Ao seguir estas dicas, você pode contribuir para que as ovelhas se sintam seguras e confortáveis em seu ambiente natural, permitindo que você as observe na sua plenitude e desvende, mesmo que por alguns instantes, os mistérios que se escondem nos seus profundos olhares.

.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

.

Mário Silva 📷
27
Jun23

História da ovelha doente e do pastor distraído


Mário Silva Mário Silva

.

História da ovelha doente e

do pastor distraído

20 DSC03179_ms

.

Havia uma vez um pastor que cuidava de um rebanho de ovelhas. Ele era um homem dedicado e responsável, mas tinha o hábito de se distrair facilmente. Enquanto vigiava as ovelhas, sua mente muitas vezes vagava para outros assuntos, e ele ficava distraído com os seus pensamentos.

Um dia, uma ovelha adoeceu gravemente. Ela estava fraca, com dificuldade para se levantar e não conseguia acompanhar o rebanho. As outras ovelhas continuaram a pastar e a se movimentar, mas o pastor distraído não notou a condição precária daquela ovelha em particular.

Enquanto o pastor distraído vagava com seus pensamentos, a ovelha doente ficava cada vez mais fraca e debilitada. Ela tentava aproximar-se das outras ovelhas em busca de ajuda, mas elas simplesmente a evitavam e continuavam seguindo o rebanho.

Os dias foram-se passando, e finalmente o pastor distraído notou a ovelha doente. Ele aproximou-se dela e percebeu o quanto ela estava debilitada. Sentiu uma profunda tristeza por não ter notado antes o sofrimento da ovelha.

O pastor, então, carregou a ovelha doente em seus braços e levou-a para um local seguro e tranquilo. Ele alimentou-a, deu-lhe água e cuidou dela com todo o carinho e atenção que pôde oferecer. O pastor ficou ao lado da ovelha, mantendo-a aquecida durante a noite e garantindo que ela recebesse todos os cuidados necessários.

Com o passar do tempo, a ovelha doente começou a recuperar lentamente. Sua força retornou, e ela voltou a andar com dificuldade, mas estava muito melhor do que antes.

O pastor distraído aprendeu uma lição valiosa sobre a importância de prestar atenção às necessidades de cada ovelha individualmente e não se deixar distrair por outros pensamentos.

A ovelha doente tornou-se um símbolo de perseverança e superação para todo o rebanho.

As outras ovelhas aprenderam a importância de cuidar umas das outras e estar atentas às necessidades dos mais fracos e doentes.

Desde então, o pastor distraído nunca mais permitiu que sua mente se distraísse enquanto cuidava de suas ovelhas. Ele aprendeu a importância de estar presente e atento às suas responsabilidades e garantir que cada uma de suas ovelhas recebesse o cuidado e a atenção necessários.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
15
Fev20

Águas Frias (Chaves) - ... o cume da serra ...


Mário Silva Mário Silva

 

O CUME DA SERRA

 

Águas Frias (Chaves) - ... e a neve cobrindo as serranias da vizinha Espanha ...... e a neve cobrindo o cume das serranias, da vizinha Espanha ...


No cume daquela serra
Plantei uma roseira
A rosa no cume cresce
A rosa no cume cheira

Quando cai a chuva grossa
A água o cume desce
O orvalho no cume brilha
O mato no cume cresce

 

Águas Frias (Chaves) - ... a água do ribeiro saltita por entre o arvoredo e os socalcos do seu leito ... 

... a água do ribeiro saltita por entre o arvoredo e os socalcos do seu leito ...


Mas logo que a chuva cessa
Ao cume volta a alegria
Pois volta a brilhar depressa
O sol que no cume ardia

E quando chega o Verão
E tudo no cume seca
O vento o cume limpa
E o cume fica careca

Águas Frias (Chaves) - ... refúgio, no meio da vinha ... ... refúgio, no meio da vinha ...

 


Ao subir a linda serra
Vê-se o cume aparecendo
Mas começando a descer
O cume se vai escondendo

 

Águas Frias (Chaves) - ... espreitando um castanheiro pelo buraco no tronco de outro velho castanheiro ...

... espreitando um castanheiro pelo buraco no tronco de outro velho castanheiro ...


Quando cai a chuva fria
Salpicos no cume caiem
Abelhas no cume picam
Lagartos do cume saem

 

Águas Frias (Chaves) - ... o cordeirinho negro, mas com a cauda de lã branca, para não ser a "ovelha negra do rebanho" ...... o cordeirinho negro, mas com a cauda de lã branca, para não ser a "ovelha negra do rebanho" ...

 


E à hora crepuscular
Tudo no cume escurece
Pirilampos no Cume brilham
E a lua no cume aparece

E quando vem o Inverno
A neve no cume cai
O cume fica tapado
E ninguém ao cume vai

 

Águas Frias (Chaves) - ... visão da Aldeia num dia de céu limpo, em pleno inverno ...... visão da Aldeia num dia de céu limpo, em pleno inverno ...


Mas a tristeza se acaba
E de novo vem o Verão
O gelo do cume derrete
E todos ao cume vão

Poesia tradicional portuguesa

 

Águas Frias (Chaves) - ... o belo altar mor da Igreja matriz ...

... o belo altar mor da Igreja matriz ...

 

 

 

Até breve !!!!

 

 

 

 

 

Mário Silva 📷

Águas Frias - Fevereiro 2024

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Hora em PORTUGAL

Calendário

Maio 2024

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Sigam-me

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.