Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MÁRIO SILVA - Fotografia, Pintura & Escrita

*** *** A realidade é a "minha realidade" em imagens (fotografia, pintura) e escrita

12
Jun24

A borboleta “Melanargia lachesis”


Mário Silva Mário Silva

A borboleta “Melanargia lachesis”

Jun12 DSC07759_ms

A borboleta da fotografia é uma “Melanargia lachesis”, também conhecida como branca-preta-comum.

É uma espécie comum na Europa, Ásia e América do Norte, e pode ser encontrada em diversos habitats, como prados, pastagens, campos abertos e margens de florestas.

.

A Melanargia lachesis tem uma envergadura de 50 a 58 milímetros.

A face superior das asas é branca com manchas pretas, enquanto a face inferior é esbranquiçada com as marcas mais esbatidas.

A fêmea é maior que o macho e mais clara.

.

Este tipo de borboleta é um importante polinizador de diversas plantas, como a urze, a giesta e o trevo.

As lagartas da espécie alimentam-se de gramíneas, como a erva e a aveia.

.

A Melanargia lachesis é uma espécie comum e não ameaçada de extinção.

No entanto, as suas populações podem ser afetadas pela perda de habitat e pelo uso de pesticidas.

.

A Melanargia lachesis faz parte da família Nymphalidae, que inclui uma grande variedade de borboletas, como as borboletas-monarca, as borboletas-almirante e as borboletas-asa-de-coruja.

A família Nymphalidae é uma das famílias mais diversas de borboletas, com mais de 5.000 espécies.

.

As borboletas são importantes para a biodiversidade porque polinizam plantas e controlam as populações de insetos.

Elas também são uma fonte de alimento para outros animais, como aves, répteis e mamíferos.

.

A perda de habitat, o uso de pesticidas e as mudanças climáticas são algumas das principais ameaças à biodiversidade das borboletas.

É importante proteger os habitats das borboletas e usar métodos de controle de pragas que não prejudiquem as populações de borboletas.

.

A Melanargia lachesis tem um ciclo de vida completo que dura cerca de 30 dias.

O ciclo de vida da espécie inclui os seguintes estágios: ovo, lagarta, pupa e borboleta adulta.

.

A Melanargia lachesis é uma borboleta diurna que se alimenta de néctar.

As borboletas desta espécie são frequentemente vistas voando em campos abertos e pousando em flores.

A Melanargia lachesis é predada por aves, répteis e mamíferos.

As lagartas são predadas por aranhas, besouros e outros insetos.

.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

.

Mário Silva 📷
23
Mai24

Borboleta "Melitaea nevadensis": características e a biodiversidade


Mário Silva Mário Silva

.

Borboleta "Melitaea nevadensis":

características e a biodiversidade

Mai23 DSC06591_ms

A borboleta "Melitaea nevadensis", também conhecida como borboleta da serra-da-estrela, é uma espécie nativa da Península Ibérica, encontrada principalmente em altitudes elevadas da Serra da Estrela, em Portugal, e nas montanhas Cantábricas, na Espanha.

Pertence à família Nymphalidae e ao género Melitaea, que inclui diversas espécies conhecidas como borboletas tartaruga.

.

Tem uma envergadura de aproximadamente 40 milímetros.

As asas são predominantemente amarelo-ouro ou laranja, com manchas pretas finas.

A face inferior das asas apresenta padrões marrons e brancos com manchas pretas.

As antenas são pretas e finas.

O corpo é preto com pelos brancos.

.

Enquanto lagarta é verde com manchas pretas e pelos brancos.

Alimenta-se de diversas plantas, incluindo Plantago, Antirrhinum, Veronica, Linaria, Melampyrum, Digitalis e Pedicularis.

Vive por algumas semanas, alimentando-se de néctar de flores e polinizando plantas.

Podemos observá-la em prados montanhosos, pastagens, zonas rochosas e florestas abertas.

.

Voa durante o dia, principalmente em climas ensolarados.

Frequenta flores de diversas cores, especialmente azuis e amarelas.

Possui um voo rápido e errático.

Hiberna como pupa durante o inverno.

.

A “Melitaea nevadensis” desempenha um papel importante na biodiversidade ao polinizar diversas plantas.

As suas lagartas servem de alimento para aves e outros insetos predadores.

A espécie é considerada pouco comum em Portugal, mas está presente nalgumas áreas protegidas, como o Parque Natural da Serra da Estrela.

.

Os seus maiores perigos de sobrevivência é a perda de habitat, o uso de pesticidas e as mudanças climáticas

É importante proteger o habitat da “Melitaea nevadensis” e evitar o uso de pesticidas nocivos. Ações de sensibilização e educação ambiental também são importantes para a conservação da espécie.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

 

Mário Silva 📷
19
Mai24

Libélula Escarlate  "Crocothemis erythraea"


Mário Silva Mário Silva

Libélula Escarlate 

"Crocothemis erythraea"

Mai19 DSC01162_ms

A Libélula Escarlate ("Crocothemis erythraea") é uma espécie de libélula nativa da Europa, Ásia e América do Norte.

É conhecida pela sua cor vermelha brilhante e seus olhos vermelhos.

Os adultos podem ultrapassar os 40 mm de comprimento e atingir os 33 mm de envergadura de asa. O abdômen é largo e achatado.

Os machos maduros são robustos e vermelhos-escarlate (tórax, abdômen e patas).

As fêmeas e os imaturos são castanho-amarelados ou dourados, podendo apresentar uma linha negra abdominal (vista dorsal). Os olhos são vermelhos com a parte inferior azulada.

.

Podemos encontra-la junto de águas com pouca profundidade, estagnadas e eutróficas, tais como lagoas, arrozais e canais de drenagem. É tolerante a alguns graus de salinidade. Os adultos passam muito do seu tempo empoleirados na vegetação.

.

Os machos têm um voo lançado e rápido, pairando frequentemente no ar. As fêmeas voam mais lentamente e com mais frequência perto da vegetação.

As libélulas escarlates reproduzem-se depositando os seus ovos na água. As ninfas vivem na água e alimentam-se de pequenos animais aquáticos. Após algumas semanas, as ninfas transformam-se em adultos e emergem da água.

.

A Libélula Escarlate é um importante predador de insetos, incluindo mosquitos, moscas e borboletas. Elas também ajudam a polinizar plantas. A presença de libélulas escarlates num ambiente é um indicador de um ecossistema saudável.

.

A perda de habitat é a principal ameaça à Libélula Escarlate. O uso de pesticidas também pode prejudicar a população dessa espécie.

.

É importante proteger os habitats da Libélula Escarlate.

Também é importante reduzir o uso de pesticidas que podem prejudicar essa espécie.

Observações adicionais:

.

A Libélula Escarlate é uma espécie comum em Portugal.

É uma espécie fácil de identificar, especialmente os machos.

As libélulas escarlates são insetos bonitos e importantes para o meio ambiente.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

 

Mário Silva 📷
09
Abr24

A borboleta “Anthocharis cardamines” em Águas Frias (Chaves) - Portugal


Mário Silva Mário Silva

A borboleta “Anthocharis cardamines”

em Águas Frias (Chaves) - Portugal

A09 DSC01245_ms

Era uma vez, numa aldeia transmontana chamada Águas Frias, havia uma borboleta "Anthocharis cardamines".

Ela era pequena e delicada, com asas brancas e pontas alaranjadas.

Vivia entre as flores campestres, dançando ao vento e polinizando as plantas.

Um dia, a borboleta pousou numa flor campestre “centáureas”, a sua flor favorita.

Ela estava absorta na sua beleza, quando de repente, um vento forte soprou-a para longe.

A borboleta voou e voou, até que se perdeu e não conseguiu encontrar o caminho de volta para Águas Frias.

Sozinha e assustada, a borboleta voou por dias e noites.

Ela pousava em flores e árvores, mas nada lhe parecia familiar.

Ela estava cansada e faminta, e começava a perder a esperança de voltar para casa.

Um dia, a borboleta pousou numa pedra e começou a chorar.

Ela estava triste e desanimada, e não sabia o que fazer.

De repente, uma voz suave lhe disse: "Não chores, borboleta. Eu posso te ajudar."

A borboleta olhou para cima e viu uma fada sentada numa flor ao lado dela.

A fada era linda, com asas brilhantes e cabelos longos e dourados.

"Eu sou a fada das flores" - disse a fada. – “E eu posso te levar de volta para Águas Frias."

A borboleta ficou muito feliz. Ela agradeceu a fada e subiu para as suas costas.

A fada voou alto no céu, e logo a borboleta podia ver a sua aldeia ao longe.

Quando chegaram em Águas Frias, a borboleta agradeceu à fada pela sua ajuda e voou para casa. Ela estava muito feliz por estar de volta, e nunca mais se esqueceu da sua aventura.

A partir daquele dia, a borboleta "Anthocharis cardamines" tornou-se um símbolo de esperança e resiliência para os habitantes de Águas Frias.

Ela ensinou a todos que, mesmo nos momentos mais difíceis, nunca se deve perder a esperança.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
29
Ago23

A libelinha


Mário Silva Mário Silva

A libelinha

10 DSC04414_ms

.

É um ser mágico,

Uma criatura de luz,

Que voa livre e leve,

Sobre a água e a terra.

.

Os seus olhos são grandes,

E os seus azuis são brilhantes,

Como as estrelas do céu,

Numa noite de verão.

.

A libelinha é um símbolo de transformação,

De esperança e renovação,

De um novo começo,

De uma nova vida.

.

Ela é um lembrete de que,

Mesmo quando as coisas estão difíceis,

Sempre há esperança,

Sempre há um novo começo.

.

A libelinha é uma criatura mágica,

Uma criatura de luz,

Que nos inspira a voar,

A sonhar,

A nunca desistir.

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
19
Mai20

Borboleta carnaval - “Zerynthia rumina”


Mário Silva Mário Silva

 

Borboleta carnaval

“Zerynthia rumina”

 

“Zerynthia rumina” é uma espécie de papilionídeo da tribo Luehdorfiini.

 

Borboleta carnaval -  “Zerynthia rumina”

 

Tamanho: 40 a 46 mm.

Época de voo: fevereiro a julho.

Distribuição nacional: Todo o território nacional (no entanto mais escassa no litoral a norte do rio Mondego).

Distribuição mundial: Península Ibérica, Norte de África e Sul de França.

Habitat: Encostas floridas, terrenos não cultivados e jardins.

Estatuto de conservação: Espécie comum, não ameaçada.

Plantas hospedeiras: Plantas do género Aristolochia.



                                                             
                

 


    

 

                                             

 

 

 

Mário Silva 📷

Águas Frias - Fevereiro 2024

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Hora em PORTUGAL

Calendário

Junho 2024

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Sigam-me

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.