Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ÁGUAS FRIAS - Chaves - Portugal

Pequena e bela aldeia do Concelho de Chaves

ÁGUAS FRIAS - Chaves - Portugal

Pequena e bela aldeia do Concelho de Chaves

Pequenas gotas de Águas Frias

18
Out13

Águas Frias (Chaves) - O Flagelo dos incêndios e da "revolta" pelos seus efeitos

Mário Silva ÁguasFrias
A imagem foi capturada durante o incêndio entre Assureiras e Santo Estevão, mas infelizmente poderia ser de um outro qualquer por onde têm lavrado os inúmeros incêndios que destroem a nossa floresta e ...bens materiais e até infelizmente vidas humanas...
 
Esta é uma foto triste mas infelizmente, muito comum nestes últimos verões. Aproveito para louvar a ação destemida dos nossos bombeiros que arriscam a sua própria vida para salvar o que outros, por incúria, descuido ou "mão criminosa" tentam destruir.
 
 
Infelizmente Águas Frias não foi exceção à vaga de incêndios ...

 
Foi com nostalgia, tristeza e até "revolta" quando vi o resultado do incêndio que deflagrou nasa terras de Águas Frias.
 
 
 
Não tenho terrenos meus, mas isso não foi motivo para que se me apertasse o estômago ao ver aquilo que deveria estar verde se ter transformado em negro.
 
 
 
O negro é sinal de luto e ... a Natureza está de facto em luto ...
 
 
 
 
É triste ver os troncos dos carvalhos, castanheiros e outras árvores transformados em tições ... as giestas reduzidas a cinzas ... algumas vinhas queimadas ,,, tão próximo das vindimas ...
 
Uma coisa é dizer ... outra coisa é ver ... é triste e revoltante ...
 
 
 
Ai se eu apanhasse o pirómano ............
 
 
 
 
 
 
Foi um pouco reconfortante, no meio do negrume das cinzas, ver pequenas plantas que lutavam para renascer, contrastando com o seu verde no meio do negro.
 
 
 
Ao menos a Natureza luta sozinha contra os efeitos nefastos dos incêndios.
 
 
 
 

 
 
 
Embora a Natureza lute para se renovar é uma luta desigual, pois ela precizará de anos e até décadas para repôr o que o incêndio destruíu em instantes ...
 
Este é um tema triste mas real, a que não se deve fechar os olhos ( como por vezes a "Justiça", que em poucas horas devolve à liberdade, de forma impune, os autores da ignição dos incêndios).
 Isso ainda mais me deixa revoltado ....
 
 
08
Ago12

Águas Frias (Chaves) Incêndio na encosta do Brunheiro

Mário Silva ÁguasFrias

Estava programado trazer aqui momentos de alegria descontracção e convívio, vividos durante as Festas em honra de S. Pedro que decorreram no passado fim de semana, mas algo me fez modificar essa intenção, pois algo me mexeu com os sentimentos: revolta, tristeza, incompreensão, ….

 

 

 

Fim de uma tarde quente do dia 07 de agosto de 2012, já depois do toque das Trindades, em que o sol se escondia, por trás das serras galegas … eis que se vislumbra da aldeia de Águas Frias um foco de incêndio a meio da encosta do brunheiro, junto ao Castelo de Monforte do Rio Livre.

 

 

 

As chamas começam a iluminar, no crepúsculo, e um sentimento se alarme e tristeza começa a preencher os corações das Gentes da Aldeia … desolação …

 

 

A serra, sempre bonita com os seus tons de verdes e castanhos dos carvalhos, começa a metamorfosear-se em amarelos e laranjas das chamas que começavam lentamente a avançar pela encosta … desolação …

De imediato, várias pessoas chamaram os bombeiros para tenterem debelar o incêndio … esperança e desolação …

 

 

A noite chegava … várias pessoas, da aldeia, subiram a serra para, como pudessem, tentar impedir o avanço das chamas.

Começam a chegar os “carros de combate” dos bombeiros, vindos de Chaves, Castanheira, Vidago e de Valpaços.

 

 

 

 

Como o incêndio começou, não se sabe como, já ao pôr do sol, ( … estranho …) impediam que fossem utilizados meios aéreos e dificultava o acesso dos carros dos bombeiros aos locais da frente das chamas, mas com a ajuda das Gentes conhecedoras das “rodeiras” no terreno de difícil acesso, lá encaminhavam os Bombeiros que com os seus carros de “combate” rompiam por entre os “caminhos” estreitos e rodeados de carvalhos e pedregulhos nos lados e no meio, mas nada impediram esses autênticos “carros de combate” de romperem …. valorosos …

 

 

 

 

Com tantos meios de combate lá foi circunscrito e debelado o combate ao fogo, não deixando que ele destruísse o ainda verde da encosta.

 

 

Foi um susto, … muita desolação … e também muita interrogação sobre a origem e o timing do início do fogo …. fim do dia … numa zona de fracos acessos … longe dos caminhos principais ….

 

 

 

Bom!!!   Estranho !!!!....

Mas felizmente ainda se salvou a encosta e o verde ainda predomina ….

 

 

 

...

 

Até breve com um tema mais alegre  - a Festa em hora do padroeiro de Águas Frias – S. Pedro.