Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MÁRIO SILVA - Fotografia & Escrita

*** *** A realidade e a "minha realidade" em imagens e escrita

10
Nov22

MUSEU do LOUVRE


Mário Silva Mário Silva

.

08 de novembro 1793 - Abre ao público o

MUSEU do LOUVRE, em Paris.

08 DSC09043_ms_marca d'água

.

Louvre ou Museu do Louvre é o maior museu de arte do mundo e um monumento histórico em Paris, França. Um marco central da cidade, está localizado na margem direita do rio Sena. Aproximadamente 38 mil objetos, da pré-história ao século XXI, são exibidos numa área de 72 735 metros quadrados.

 Em 2019, o Louvre recebeu 9,6 milhões de visitantes, o que o torna o museu mais visitado do mundo.

O museu está instalado no Palácio do Louvre, originalmente construído como o Castelo do Louvre nos séculos XII e XIII durante o reinado de Filipe II. Restos da fortaleza são visíveis no porão do museu. Devido à expansão urbana, a fortaleza acabou perdendo a sua função defensiva e, em 1546, Francisco I converteu-a na residência principal dos reis franceses.

O edifício foi ampliado várias vezes para formar o atual Palácio do Louvre.

Em 1682, Luís XIV escolheu o Palácio de Versalhes como sua casa, deixando o Louvre principalmente como um local para exibir a coleção real, incluindo, a partir de 1692, uma coleção de antigas esculturas gregas e romanas.

Em 1692, o edifício foi ocupado pela Académie des Inscriptions et Belles-Lettres e pela Académie Royale de Peinture et de Sculpture, que em 1699 realizou o primeiro de uma série de exposições. A Académie permaneceu no Louvre por 100 anos.

Durante a Revolução Francesa, a Assembleia Nacional decretou que o Louvre deveria ser usado como museu para exibir as obras-primas do país.

O museu foi inaugurado em 10 de agosto de 1793 com uma exposição de 537 pinturas, a maioria das obras sendo propriedade real e confiscada da Igreja Católica.

Devido a problemas estruturais com o edifício, o museu foi fechado em 1796 até 1801.

A coleção foi ampliada sob o governo de Napoleão e o museu foi renomeado como Museu Napoleão, mas após a abdicação dele, muitas obras confiscadas por seus exércitos foram devolvidas aos seus proprietários originais.

A coleção foi aumentada ainda mais durante os reinados de Luís XVIII e Carlos X e, durante o Segundo Império Francês, o museu ganhou 20 mil peças.

 O acervo cresceu constantemente através de doações e legados desde a Terceira República.

 A coleção é dividida em oito departamentos curatoriais: antiguidades egípcias; antiguidades do Próximo Oriente; antiguidades gregas, etruscas e romanas; arte islâmica; esculturas; artes decorativas; pinturas; impressões e desenhos.

.

In: Wikipédia

.

FotoPintura: ©MárioSilva

.

 

 

 

Mário Silva 📷
30
Out22

HALLOWEEN – DIA das BRUXAS


Mário Silva Mário Silva

.

HALLOWEEN – DIA das BRUXAS

.

Halloween, ou Dia das Bruxas, é uma celebração popular de culto aos mortos comemorada anualmente no dia 31 de outubro.

31 DSC00715-ms_marcd'agua

O termo tem origem na expressão em inglês “All Hallow’s Eve” (Véspera de Todos os Santos), pois é comemorado um dia antes do feriado de 01 de novembro.

A cultura de celebração do Halloween é muito forte em países de língua anglo-saxónica, sobretudo nos Estados Unidos. Com o tempo, o data ganhou popularidade e hoje é comemorado, ainda que em menor escala, em grande parte do mundo.

A tradição do Halloween foi levada pelos irlandeses aos Estados Unidos, onde a data é considerada feriado.

Origem do Halloween

Acredita-se que a maioria das tradições de Halloween tenham a dua origem nos antigos festivais celtas chamados Samhaim, que marcavam a passagem de ano e a chegada do inverno. Para os celtas, o início do inverno representava a aproximação entre o mundo e o “Outro Mundo”, onde vivem os mortos.

Os celtas acreditavam que no início do inverno os mortos regressavam para visitar suas casas e que assombrações surgiam para amaldiçoar seus animais e suas colheitas. Todos os símbolos que hoje são característicos do Halloween eram formas utilizadas pelos celtas para afastar esses maus espíritos.

Samhaim - Halloween

Representação visual do festival de colheita celta Samhaim. A cerimónia marcava o fim do verão e início dos dias escuros do inverno. Os celtas acreditavam que nessa época os espíritos visitavam este mundo e, para afastá-los, acendiam fogueiras, lanternas e tochas.

Embora de origem pagã, o Halloween recebeu esse nome após ser cristianizado pela Igreja Católica, que passou a defini-lo como véspera do Dia de Todos os Santos.

Símbolos do Halloween

A maioria dos símbolos característicos do Halloween possuem origem nos primórdios da tradição, enquanto outros foram agregados com o tempo. Entre os principais estão:

As cores laranja e preto: O Halloween é associado com as cores laranja e preto pois o festival do Samhaim era comemorado no início do outono, quando as folhas se tornam laranjas e os dias são mais escuros.

Lanterna de abóbora: a lanterna de abóbora (do inglês Jack o’lantern) tem origem num conto celta sobre um rapaz que foi proibido de entrar no céu e no inferno e vaga eternamente com sua lanterna em busca de descanso.

A tradição de entalhar abóboras teve início nos Estados Unidos. Antes, os países de origem celta entalhavam nabos e inseriam velas no interior com o objetivo de afastar espíritos.

A tradição dos celtas de inserir velas em nabos ocos foi levada para os Estados Unidos, onde as abóboras grandes e macias se tornaram a melhor opção. O costume, que antes se limitava a entalhar rostos nas abóboras, atualmente envolve diversos formatos.

Máscaras e fantasias: os celtas acreditavam que no dia do Samhaim, máscaras e fantasias ajudavam a enganar os espíritos, que não reconheciam os humanos e continuavam vagando pelo mundo sem incomodar.

Atualmente, o Halloween é fortemente marcado por festas à fantasia que geralmente seguem a temática sombria de bruxas, zumbis, esqueletos, etc. No entanto, em países onde a tradição não é tão seguida, as festas costumam envolver qualquer tipo de fantasia.

Esqueletos e fantasmas: para os celtas, os mortos assumiam, entre outras formas, a de esqueletos e fantasmas.

Morcegos: os festivais de Samhaim sempre envolviam o uso de fogueiras, que acabavam por atrair morcegos.

Gostosuras e travessuras: do inglês trick or treat, teve origem na Grã-Bretanha mas foi popularizado nos Estados Unidos nos anos 50. A atividade é voltada para crianças que, fantasiadas, batem de porta em porta perguntando “gostosuras ou travessuras?”. Caso a pessoa não dê algum brinde como doces ou dinheiro, as crianças fazem alguma travessura na sua casa.

_____     in: significados/Halloween     _____

.

FotoMontagem: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
28
Out22

PABLO PICASSO


Mário Silva Mário Silva

.
25 de OUTUBRO
PABLO PICASSO (1881-1973)
.
Nasce o pintor, escultor e desenhista, um dos principais artistas plásticos do século XX.
Nasceu em Málaga (Andaluzia), filho de María Picasso y López e José Ruiz Blasco.
 
Em torno do seu nascimento surgiram várias lendas, algumas das quais Picasso se esforçou a promover.

25 DSC05754_Pintura_ms_marca d'Água

Segundo uma delas, Picasso nasceu morto e a parteira dedicou a sua atenção à mãe acamada.
 
Só o médico, Don Salvador, o salvou de uma morte por asfixia soprando-lhe fumo de um charuto na face. O fumo fez com que Picasso começasse a chorar.
 
O seu nascimento no dia 25 de outubro de 1881, às onze e um quarto da noite, seria assim descrito por Picasso aos seus biógrafos, que a publicavam de boa vontade.
 
Roland Penrose, um dos mais conhecidos biógrafos de Picasso, procurou nas suas origens a razão da sua genialidade e da sua abertura à arte, algo natural na compreensão de um génio.
 
Na geração dos seus pais são vários os vestígios. O seu pai era pintor e desenhista, de bem medíocre talento.
 
"A arte lava longe da alma a poeira da vida cotidiana."
.
_____ In: escritoriodearte _____
.
.
Fotopintura: ©MárioSilva
.
Mário Silva 📷
21
Out22

DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO


Mário Silva Mário Silva

.

DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO foi comemorado no dia 16 de outubro e foi criado com o intuito de desenvolver uma reflexão a respeito do quadro atual da alimentação mundial.

17 DSC01899 pintura_ms_marca d'água

 

A data foi escolhida para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), em 1945.

A primeira comemoração da data ocorreu no ano de 1981, quando o tema abordado foi “A comida vem primeiro”.

Este ano o tema é:

“Não deixar ninguém para trás – melhor produção, melhor nutrição, melhor meio ambiente e uma vida melhor”.

.

.

FotoPintura: ©MárioSilva

.

 

Mário Silva 📷
28
Set22

ALMINHAS NO ENTRONCAMENTO DO CAMINHO


Mário Silva Mário Silva

.

ALMINHAS NO ENTRONCAMENTO DO CAMINHO

25 DSC09238 _Pintura_ms_marca d'água

.

Definidas de um modo simples, como são nichos onde se colocam alminhas pinturas ou figuras esculpidas representando as almas no Purgatório e algum santo, a Virgem ou Cristo.  Outros elementos necessários são cruzes, que tanto podem estar no topo do monumento como esculpir na sua superfície (geralmente em alto relevo), ou fazendo apelo à oração dos passantes. Nalguns casos, pode aparecer o nome de uma pessoa falecida nenhum local assinalado. Por vezes, surge ainda uma data, geralmente da ocorrência que justificou a sua colocação. Sendo muito grande a variedade, não se pode definir um formato comum a todas elas.

Assim, podemos encontrar a sua parte inferior em forma de coluna (seção cilíndrica ou retangular) ou mesmo esta não existir, estar o nicho inserido num muro ou parede. Dentro do nicho, um Podia ser pintada diretamente na pedra (o que faz com que, nestas situações, seja muito raro encontrar mais do que o nicho vazio, pelos dados das tintas, fruto da ação dos elementos ou dos homens); outros casos, foi usado uma base em madeira para sobre ela executara pintura, com os mesmos resultados já em geral; uma terceira possibilidade (por vezes resultante de um acrescento relativamente moderno) é a utilização do azulejo para a execução da representação desejada. Em alguns casos, foi feito sobre uma base metálica, que depois se fixou no nicho.

Flávio Gonçalves (Gonçalves, 1959) foi o primeiro autor a apresentar uma visão credível e fundamentada sobre este tema. Nesse seu trabalho, apresenta alguns dos aspetos essenciais desta manifestação de religiosidade popular:

- aparecem em lugares bem definidos:  nas bermas das estradas ou caminhos, à entrada de pontes e encruzilhadas como;

- no painel, estão identificados os chamados a arder do Purgatório;

- na parte superiores, estão como figuras celestes Protetoras;

- abaixo do nicho, encontra-se o peto (caixa das esmolas), muitas vezes já sem uso, fruto de sucessivos roubos o u destruições;

- os condenados encontram-se despidos, de braços erguidos;

- por, estão presentes anjos, que ajudarão as vezes as almas libertas do Purgatório;

- na parte superior, podemos encontrar Cristo Crucificado, uma Virgem do Carmo, Santo António, etc.;

- a diversidade dos condenados fica bem patente no cumprimento de cabelos (homens e mulheres) ou adornos como coroas ou mitras;

- por último, o apelo à oração pelas almas dos condenados ao Purgatório pode assumir muitas formas, que vão desde os PNAM iniciais [Pai Nosso, Avé Maria] até textos mais elaborados, inclusivamente em quadras.

.

_____   In: Revista Anual do Museu do Sabugal   _____

.

.

FotoPintura:  ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
22
Set22

PIPO (pequena pipa; barril)


Mário Silva Mário Silva

.
PIPO (pequena pipa; barril)
.

21 DSC09428_Pintura_ms_marca d'água

.
A paixão é barril de vinho.
Pode parecer eterno se consumido
ao poucos de forma controlada,
trazendo assim momentos de alegria.
Mas se for consumido
a todo instante, de forma desenfreada,
trará momentos de descontrole,
além disso,
logo o barril estará vazio.
.
.
FotoPintura: ©MárioSilva
.
Mário Silva 📷
16
Jul22

Retrospetiva __ 2009 – 1.ªparte  JAN _ ABR


Mário Silva Mário Silva

2009 – 1.ªparte 

JAN _ ABR

.

Recordar É Viver

.

Foi em setembro que te conheci
Trazias nos olhos a luz de maio
Nas mãos o calor de agosto
E um sorriso
Um sorriso tão grande que não cabia no tempo
Ouve, vamos ver o mar

.

Foste a trinta de fevereiro de um ano por inventar
Falámos, falámos coisas tão loucas que acabámos em silêncio
Por unir as nossas bocas
E eu aprendi a amar

.

Sim eu sei, que tudo são recordações
Sim eu sei, é triste viver de ilusões
Mas tu foste, a mais linda história de amor
Que um dia me aconteceu
E recordar é viver, só tu e eu

.

Foi em novembro que partiste
Levavas nos olhos as chuvas de março
E nas mãos o mês frio de janeiro
Lembro-me que me disseste que o meu corpo tremia
E eu, eu queria ser forte, respondi que tinha frio
Falei-te do vento norte

.

Não, não me digas adeus
Quem sabe, talvez um dia, como eu tremia, meu Deus
Amei como nunca amei
Fui louco, não sei, talvez
Mas por pouco, por muito pouco eu voltaria a ser louco
Amar-te-ia outra vez

.

Sim eu sei, que tudo são recordações
Sim eu sei, é triste viver de ilusões
Mas tu foste, a mais linda história de amor
Que um dia me aconteceu
E recordar é viver, só tu e eu

.

Sim eu sei, que tudo são recordações
Sim eu sei, é triste viver de ilusões
Mas tu foste, a mais linda história de amor
Que um dia me aconteceu
E recordar é viver, só tu e eu

.

Sim eu sei, que tudo são recordações
Sim eu sei, é triste viver de ilusões
Mas tu foste, a mais linda história de amor
Que um dia me aconteceu

.

_____   Canção de Vitor Espadinha   _____

.

.

Video:

Realização; Produção e Banda Sonora “Star Trek” by ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
26
Jun22

2008 - 3ª Parte - Aldeia Transmontana - Portugal


Mário Silva Mário Silva

.

RECORDAR É VIVER! (3.ª parte)

 

.

(…) Umas guardo com saudade

Dos meus pais e avós,

Outras estão mais esquecidas

Mas todas foram sentidas

Desde a minha tenra idade!

.

Infeliz aquele que

Não tem Recordações...

Viveu uma vida despida...

De alegrias, tristezas e emoções.

Eu tive uma vida preenchida

Intensamente vivida

Muito rica e aquecida

De paixão, alegrias e emoções!

.

_____   Maria Francisca Sousa da Silva   _____

.

.

Fotografia/Video: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
12
Jun22

RECORDAR É VIVER … 2008 (2.ª parte)


Mário Silva Mário Silva

.

RECORDAR É VIVER …

2008 (2.ª parte)

 

.

A distância faz esquecer,

mas a saudade faz lembrar…

recordar é viver,

enquanto o sentir fizer sentido…

*

Recordar é se reportar a outros lugares,

reviver momentos,

sentir emoções.

*

Viver é recordar,

recordar é viver intensamente

o passado no presente.

.

.

Video: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
22
Mai22

RECORDAR É VIVER! - 2008 (1.ª parte)


Mário Silva Mário Silva

.

RECORDAR É VIVER!

2008 (1.ª parte)

.

 

Recordar é viver

O tempo já passado...

É voltar a sofrer

É um querer e não querer...

É sentir a Saudade!

.

Ter recordações

Faz parte da vida...

Viver as emoções

Na vida sentida

É alma aquecida!

(…)

.

_____   Maria Francisca Sousa da Silva   _____

.

.

Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
21
Abr22

Vozes Transmontanas na Paisagem - Águas Frias – Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

🏞                              🏞                              🏞                              🏞 

Águas Frias Chaves Portugal

Vozes Transmontanas na Paisagem - Fotopintura

🏞                              🏞                              🏞                              🏞 

DSC02110_Pintura

.

“E há-de haver ninhos mil!

E um céu imaculado

Todo tingido a azul e branco de noivado

De puríssimo abril

Há-de escutar o nosso cântico à vida.”

(...)

“Alvorada de Amor”, in Poemas do Solstício, p. 40

.

“Foi belo o dia de ontem

Mais belo o que ora finda

Que o dia que desponta

Seja mais belo ainda! “

(…)

“Oração da Manhã”, in Poemas do Solstício, p. 35

.

“Eu quero entrar na festa da alegria

Ir ao encontro do romper do dia

E até que eu volte, meu amor, adeus!”

(…)

“Evasão”, in Poemas do Solstício, p.37

.

“Sinto-me apaixonado pela vida,

Pelo sol, pela cor, pelo luar

E sinto em mim a infância redimida

Na harmonia irreal do teu fundente olhar!”

(...)

“Prenúncio”, in Poemas do Solstício, p.38

.

“Acorda, meu amor, já nasce o novo dia

Que o sol nos prometeu ouvindo a nossa voz!

Vem comigo beber as seivas da alegria

Pelos campos em flor, cingindo as mãos.”

(...)

“Novo dia”, in Poemas do Solstício, p.39

.

_____  Ana Lavrador  _____

.

.

Fotopintura: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
02
Jan22

Retrospetiva dezembro 2021


Mário Silva Mário Silva

DEZEMBRO 2021
Nestes primeiros dias do ano de 2022, deixo aqui alguns momentos, paisagens, lugares, pormenores e outros, captados no último mês de 2021,  na aldeia transmontana de
Águas Frias - Chaves - Portugal
 

 

 
Mário Silva 📷
01
Dez21

NOVEMBRO 2021 - Águas Frias - Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

NOVEMBRO 2021
Retrospetiva dos momentos, paisagens, lugares, pormenores e outros, captados no mês de novembro de 2021,  na aldeia transmontana de
Águas Frias - Chaves - Portugal

 
Mário Silva 📷
03
Nov21

OUTUBRO 2021 - Águas Frias - Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

 
OUTUBRO 2021
Retrospetiva dos momentos, paisagens, lugares, pormenores e outros, captados no mês de outubro na aldeia transmontana de
Águas Frias - Chaves - Portugal
Mário Silva 📷

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Hora em PORTUGAL

Calendário

Dezembro 2022

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.