Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MÁRIO SILVA - Fotografia, Pintura & Escrita

*** *** A realidade é a "minha realidade" em imagens (fotografia, pintura) e escrita

15
Jul24

Giesta Amarela “Cytisus striatus”


Mário Silva Mário Silva

Giesta Amarela “Cytisus striatus”

Jul15 DSC06382_ms

Um Símbolo da Beleza e Alegria do Campo

A fotografia apresenta um caminho rural ladeado por flores de giesta amarela, convidando-nos a uma viagem sensorial pelas paisagens do campo.

As flores, com a sua cor vibrante e odor inebriante, são um verdadeiro presente para os sentidos, encantando tanto os visitantes em passeio quanto os trabalhadores que se dirigem às suas tarefas agrícolas.

.

A giesta amarela, também conhecida como “Cytisus striatus”, é um arbusto nativo da Península Ibérica, caraterizado pelas suas flores amarelas brilhantes que florescem na primavera.

As flores, dispostas em cachos terminais, são compostas por cinco pétalas delicadas e apresentam um formato papilionáceo, lembrando uma borboleta.

A sua cor vibrante e alegre ilumina as paisagens, contrastando com o verde da vegetação e criando um espetáculo visual único.

 

O Odor Inebriante da Giesta:

As flores da giesta amarela exalam um perfume doce e inebriante, que se espalha pelo ar e encanta quem passa por perto.

O aroma floral é intenso e persistente, capaz de despertar a memória e transportar-nos para momentos de paz e felicidade no campo.

Além de ser agradável ao olfato, o perfume da giesta também possui propriedades calmantes e relaxantes, contribuindo para o bem-estar físico e mental.

.

Um Presente para os Sentidos:

A giesta amarela, com a sua beleza e odor inebriante, é um verdadeiro presente para os sentidos.

Para aqueles que fazem um passeio pelo campo, a visão das flores vibrantes e o perfume delicioso proporcionam um momento de puro deleite e contemplação da natureza.

Já para os trabalhadores agrícolas, a presença da giesta representa um alento e um lembrete da beleza que os rodeia, mesmo no meio das tarefas árduas do dia a dia.

.

Simbolismo da Giesta Amarela:

A giesta amarela é considerada um símbolo da primavera, da alegria e da esperança.

A sua flor delicada e perfumada representa a renovação da vida e a promessa de novos começos.

Na cultura popular portuguesa, a giesta está associada à prosperidade e à boa sorte, sendo comum colocar um ramo da planta nas portas das casas no dia 1º de maio.

.

A imagem do caminho rural ladeado por giestas amarelas é um convite à contemplação da beleza simples e autêntica do campo.

As flores, com a sua cor vibrante, odor inebriante e simbolismo rico, proporcionam um presente para os sentidos e nos conectam com a natureza nos seus momentos mais esplendorosos.

.

A giesta amarela possui diversas propriedades medicinais e é utilizada no tratamento de diversas doenças, como reumatismo, artrite e problemas digestivos.

As flores e folhas da planta também podem ser usadas para preparar chás e infusões com propriedades diuréticas, tónicas e calmantes.

.

A giesta amarela é uma planta importante para a biodiversidade, servindo de alimento e abrigo para diversos animais, como abelhas, borboletas e pássaros.

As raízes da planta também contribuem para a fixação do solo e a prevenção da erosão.

.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

 

Mário Silva 📷
11
Jul24

Caminho rural e a Natureza


Mário Silva Mário Silva

Caminho rural e a Natureza

Jul11 DSC06131_ms

A fotografia mostra um caminho rural com flores e marcas de tratores.

Este caminho é um belo exemplo de como a natureza e a atividade humana podem coexistir em harmonia.

As flores crescem livremente no meio do caminho, mas as marcas dos tratores nas margens indicam que o caminho também é usado para fins práticos.

.

O caminho é um oásis de beleza natural.

As flores coloridas fornecem um contraste vibrante com a erva verde e os troncos das árvores castanhos.

As flores também atraem abelhas e borboletas, que contribuem para o ambiente natural.

.

As marcas dos tratores nas margens do caminho indicam que ele é usado para fins práticos.

Isso pode ser para o transporte de produtos agrícolas, para o acesso a campos ou simplesmente para o uso das pessoas que vivem na área.

.

O facto do caminho ser usado para fins práticos não tira a sua beleza natural.

Na verdade, as marcas dos tratores apenas servem para destacar a beleza das flores.

Este é um exemplo de como a natureza e a atividade humana podem coexistir em harmonia.

.

Para os pedestres, o caminho é um encanto para os sentidos.

As flores fornecem uma explosão de cores e aromas, enquanto as marcas dos tratores adicionam um toque de rusticidade.

O caminho também é um ótimo lugar para relaxar e apreciar a beleza da natureza.

.

O caminho rural na fotografia é um belo exemplo de como a natureza e a atividade humana podem coexistir em harmonia.

As flores crescem livremente no meio do caminho, mas as marcas dos tratores nas margens indicam que o caminho também é usado para fins práticos.

Para os pedestres, o caminho é um encanto para os sentidos.

.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
10
Jul24

Flores “Lupinus luteus” – Tremoceiro Bravo


Mário Silva Mário Silva

Flores “Lupinus luteus”

Tremoceiro Bravo

Jul10 DSC06403_ms

O Lupinus luteus, comumente conhecido como tremoceiro bravo, é uma planta nativa da região mediterrânea que se destaca pela sua beleza vibrante e pelo papel crucial que desempenha no ecossistema.

.

O tremoceiro bravo é uma planta herbácea que pode atingir até 1 metro de altura.

As suas flores são dispostas em cachos verticais e densos, com uma coloração amarela brilhante que se destaca no meio da vegetação.

As folhas são palmaticompostas, com folíolos estreitos e alongados, de cor verde escura, que contrastam com as flores amarelas.

Cada flor individual é pequena, mas quando agrupadas em grandes inflorescências, criam uma exibição visual impressionante.

As flores têm uma forma típica de leguminosa, com um estandarte, asas e quilha.

.

As flores amarelas brilhantes do “Lupinus luteus” são um espetáculo à parte, especialmente quando crescem em grandes grupos.

A fotografia apresentada captura a exuberância dessas flores em pleno florescimento, criando um campo dourado que é visualmente deslumbrante.

Devido à sua aparência atraente, o tremoceiro bravo é frequentemente usado em projetos de paisagismo e jardinagem para adicionar um toque de cor e beleza natural aos jardins e parques.

.

Como membro da família das leguminosas, o tremoceiro bravo tem a capacidade de fixar nitrogénio no solo através de uma relação simbiótica com bactérias do género “Rhizobium”.

Este processo melhora a fertilidade do solo, beneficiando outras plantas e contribuindo para a saúde geral do ecossistema.

As flores atraem uma variedade de polinizadores, incluindo abelhas, borboletas e outros insetos, desempenhando um papel vital na polinização e na manutenção da biodiversidade.

Com seu sistema radicular profundo, o tremoceiro bravo ajuda a estabilizar o solo, prevenindo a erosão, especialmente em áreas propensas à degradação do solo.

Embora seja chamado de tremoceiro bravo e não seja tão comumente cultivado quanto outras espécies de tremoceiro para consumo humano, ainda é uma importante fonte de forragem para o gado em algumas regiões, além de ser usado em rotação de culturas para melhorar a qualidade do solo.

.

O “Lupinus luteus”, ou tremoceiro bravo, não é apenas uma planta de grande beleza visual, mas também um componente essencial do ecossistema.

A sua capacidade de melhorar a fertilidade do solo, fornecer habitat para polinizadores e prevenir a erosão faz dela uma espécie valiosa para a saúde ambiental.

Além disso, a sua estética encantadora torna-a uma escolha popular para paisagismo, proporcionando um toque de cor vibrante em qualquer cenário.

.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
06
Mai24

A Casa Amarela com Telhas Vermelhas


Mário Silva Mário Silva

.

A Casa Amarela com Telhas Vermelhas

Mai06 DSC01203_ms

Era uma vez, numa pequena aldeia chamada Águas Frias, situada no município de Chaves, em Portugal, havia uma charmosa casa amarela com telhas vermelhas.

Essa casa, cercada por um jardim florido e adornada por um ramo de um antigo castanheiro, era um símbolo da beleza e da tranquilidade da região.

A casa era lar de uma família acolhedora, composta por um casal e seus dois filhos.

Eles viviam uma vida simples, mas feliz, apreciando os prazeres da vida.

As crianças brincavam no jardim, correndo entre as flores e subindo nas árvores, enquanto os pais observavam com amor e carinho.

.

O ramo do castanheiro, que pendia sobre a casa, era um símbolo de força e proteção. Ele havia resistido a muitas tempestades ao longo dos anos, e os seus galhos frondosos forneciam sombra e refúgio para os habitantes da casa.

.

O vale que se estendia abaixo da casa era um lugar de beleza natural incomparável.

Os campos verdejantes, as colinas ondulantes e o rwgato que serpenteava pelo vale criavam uma paisagem de tirar o fôlego.

A família costumava fazer caminhadas pelo vale, apreciando a vista e respirando o ar puro da montanha.

.

A vida na casa amarela era tranquila e pacífica.

Os dias eram preenchidos com trabalho, lazer e momentos de união familiar.

As noites eram calmas e estreladas, e o silêncio era apenas quebrado pelo canto dos grilos e o uivo de uma coruja.

.

Um dia, uma tempestade forte atingiu a região.

O vento uivava, a chuva caía em torrentes e os raios iluminavam o céu com flashes de luz branca.

A família reuniu-se na sala da casa, preocupada com a segurança do seu lar.

Mas a casa amarela resistiu à tempestade.

O telhado vermelho protegia a casa da chuva, e as paredes fortes resistiam aos ventos furiosos.

 A família sentiu-se segura e grata por ter um lar tão resistente.

Quando a tempestade finalmente passou, o sol voltou a brilhar e um arco-íris apareceu no céu.

A família saiu para o jardim para apreciar a beleza da natureza após a tempestade.

Eles sentiram-se mais unidos do que nunca, e perceberam que sua casa era um lugar especial, onde podiam encontrar segurança, conforto e amor.

.

A casa amarela com telhas vermelhas continuou a ser um símbolo de beleza e tranquilidade em Águas Frias por muitos e muitos anos.

.

A história da casa amarela com telhas vermelhas é uma história sobre a força da família, a beleza da natureza e a importância de um lar.

É uma história que nos ensina a sermos gratos pelo que temos e a apreciar os momentos simples da vida.

.

A história da casa amarela com telhas vermelhas é uma história atemporal que pode ser apreciada por pessoas de todas as idades.

A história ensina-nos a importância de valorizar a família, o lar e a natureza.

A história lembra-nos que a vida é cheia de altos e baixos, mas que sempre há esperança.

A história inspira-nos a sermos gratos pelas coisas simples da vida.

.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

.

Mário Silva 📷
27
Abr24

A esteva "Cistus ladanifer"


Mário Silva Mário Silva

A esteva "Cistus ladanifer"

A27 DSC00742_ms

Características genéricas:

A esteva (Cistus ladanifer) é um arbusto ou pequeno arbusto perene que pode atingir até 2 metros de altura.

As folhas são lanceoladas a ovadas, verde-escuras e cobertas por pelos.

As flores são brancas ou rosadas, com cinco pétalas e um centro amarelo.

O fruto é uma cápsula que contém numerosas sementes pequenas.

Origem:

A esteva é nativa da região mediterrânica, incluindo Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia e Marrocos.

Curiosidades:

A esteva é uma planta muito resiliente que pode sobreviver em condições climáticas áridas e pedregosas.

É uma planta popular em jardins e paisagismos, devido à sua beleza e resistência.

As folhas da esteva podem ser usadas para fazer chá, que tem propriedades anti-inflamatórias e antimicrobianas.

A resina da esteva, conhecida como ládano, é usada em perfumes e cosméticos.

Importância no ecossistema:

A esteva é uma importante fonte de alimento para abelhas e outros insetos polinizadores.

Também ajuda a proteger o solo da erosão e a melhorar a qualidade da água.

A esteva é uma parte importante da biodiversidade da região mediterrânica.

Outras informações:

A esteva é conhecida por vários nomes comuns, incluindo esteva-comum, esteva-branca, esteva-de-folha-larga e esteva-do-ládano.

A esteva é uma planta protegida por lei em Portugal.

A esteva é um símbolo nacional de Portugal.

Conclusão:

A esteva é uma planta bonita, resistente e importante que desempenha um papel vital no ecossistema mediterrânico.

É uma planta valiosa para a região e deve ser protegida.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

.

 

Mário Silva 📷
22
Abr24

As flores de cerejeira após um dia de chuva


Mário Silva Mário Silva

 

As flores de cerejeira após um dia de chuva

A22 DSC00281_ms

A fotografia mostra um ramo de flores de cerejeira branca pendurado numa árvore após um dia de chuva.

As flores estão húmidas e cobertas por gotas de água.

Algumas das pétalas estão caídas, mas a maioria delas ainda está intacta.

.

As flores de cerejeira são conhecidas por sua beleza delicada e efêmera.

Elas florescem apenas por algumas semanas na primavera, e a sua beleza é ainda mais efêmera após um dia de chuva.

As gotas de água pesam nas pétalas e podem fazer com que elas caiam prematuramente.

.

No entanto, as flores de cerejeira também são símbolos de esperança e renovação.

Elas florescem após o inverno, sinalizando o fim da estação fria e o início da estação mais quente do ano.

As gotas de água nas flores de cerejeira podem ser vistas como um símbolo da vida nova, que brota mesmo após os tempos difíceis.

.

As flores de cerejeira após um dia de chuva podem simbolizar:

Beleza efêmera:

As flores de cerejeira são lindas, mas a sua beleza dura pouco tempo.

As gotas de água nas flores podem ser vistas como uma anotação de que a beleza é passageira.

.

Esperança e renovação:

As flores de cerejeira florescem após o inverno, sinalizando o fim da estação fria e o início da estação mais quente do ano.

As gotas de água nas flores de cerejeira podem ser vistas como um símbolo da vida nova, que brota mesmo após os tempos difíceis.

.

Resiliência:

As flores de cerejeira são capazes de suportar a chuva e o vento.

As gotas de água nas flores de cerejeira podem ser vistas como um símbolo da resiliência da natureza.

.

Pureza e inocência:

As flores de cerejeira são geralmente brancas, que é uma cor associada à pureza e à inocência.

As gotas de água nas flores de cerejeira podem ser vistas como um símbolo da pureza da natureza.

.

As flores de cerejeira após um dia de chuva são uma imagem bonita e comovente.

Elas podem simbolizar muitas coisas diferentes, dependendo da perspetiva do observador.

No entanto, todas elas compartilham um tema comum: a beleza da natureza e a efemeridade da vida.

.

A fotografia é composta por uma gama limitada de cores, o que cria um efeito de serenidade e quietude.

A composição da imagem é simples, mas eficaz. O foco está nas flores de cerejeira, e o fundo é desfocado.

A imagem é bem iluminada, o que realça a beleza das flores.

.

Testo & Fotografia: ©MárioSilva

.

.

Mário Silva 📷
05
Abr24

“Primula vulgaris” & “Viola riviniana Rchb”


Mário Silva Mário Silva

“Primula vulgaris” & “Viola riviniana Rchb”

A05 DSC04131_ms

A fotografia mostra duas flores: uma prímula (Primula vulgaris) e uma violeta campestre (Viola riviniana Rchb).

A prímula, também conhecida como páscoas, pão-de-leite, pão-e-queijo, primavera, quejadilho ou rosa-de-páscoa, é uma planta com flores da família Primulaceae. É nativa da Europa, Ásia e América do Norte. A prímula vulgaris é uma planta perene que cresce até 20 cm de altura. As folhas são verdes e lanceoladas, e as flores são amarelas, brancas, vermelhas ou roxas. A prímula floresce na primavera e no verão.

A violeta campestre é uma planta com flores da família Violaceae. É nativa da Europa e da Ásia. A Viola riviniana Rchb é uma planta anual que cresce até 30 cm de altura. As folhas são verdes e cordiformes, e as flores são lilás ou azuis. A violeta campestre floresce na primavera e no verão.

Na fotografia, a prímula está em primeiro plano e a violeta campestre está em segundo plano. As flores estão ambas em plena floração.

A prímula tem flores amarelas e a violeta campestre tem flores lilás. O fundo da fotografia é desfocado.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
19
Mar24

Narciso-dos-poetas ou Pincheis (Narcissus triandrus)


Mário Silva Mário Silva

Narciso-dos-poetas ou Pincheis

(Narcissus triandrus)

M13 DSC05979_ms

Nomes comuns: Pinchéis; Narciso-dos-poetas; Narciso-triandro; Copo-de-leite; Flor-de-Lis; Trompeta-de-anjo

Características:

Planta bulbosa perene

Folhas lineares, verde-escuras

Flores brancas com centro amarelo

Floresce na primavera

Prefere solos húmidos e ensolarados

Pode atingir até 30 cm de altura

Importância na biodiversidade:

Polinizada por abelhas e outros insetos

Importante fonte de alimento para insetos

Contribui para a beleza natural da paisagem

Espécie protegida em Portugal

A fotografia mostra duas flores de pinchéis. As flores são brancas com centro amarelo e estão penduradas em um caule. As flores estão em plena floração e são cercadas por folhas verdes.

O narciso-dos-poetas é uma espécie comum em Portugal, podendo ser encontrado em prados, bosques e margens de rios.

Curiosidades:

O nome científico da espécie, "Narcissus triandrus", deriva do grego "narkissos", que significa "adormecer", e do latim "triandrus", que significa "com três estames".

O narciso-dos-poetas é uma das flores mais referenciadas na literatura e na arte.

Na mitologia grega, Narciso era um jovem vaidoso que se apaixonou pela sua própria imagem refletida na água.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
11
Out23

Flores de açafrão (Crocus sativus) - Águas Frias - Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

Flores de açafrão (Crocus sativus)

Águas Frias - Chaves - Portugal

O07 Flores de Açafrão 2_ms-moldura

As flores de açafrão (Crocus sativus) são pequenas e delicadas, mas são também extremamente belas. Originárias da Caxemira, na Índia, as flores de açafrão são cultivadas em todo o mundo, mas são mais conhecidas pela sua importância na culinária e na medicina tradicional.

As flores de açafrão são de cor roxa ou violeta, com pistilos longos e finos. As flores florescem no outono, e duram apenas alguns dias.

As flores de açafrão são frequentemente usadas em arranjos florais, pois são delicadas e elegantes. Também são usadas em festas e cerimónias, pois são consideradas um símbolo de prosperidade e riqueza.

As flores de açafrão são usadas para produzir açafrão, uma especiaria cara e valiosa. O açafrão é um corante natural, e é usado em muitos pratos culinários, como paella, risotto e frango ao curry. Também é usado em sobremesas, como arroz doce e bolos.

Além de ser usado na culinária, o açafrão também é usado na medicina tradicional. O açafrão tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e antidepressivas. Também é usado para tratar problemas digestivos, como náuseas e vómitos.

O cultivo das flores de açafrão é um processo laborioso e caro. As flores são cultivadas em campos de terra seca e arenosa. Os bolbos das flores são plantados no outono, e as flores florescem no inverno.

Os estigmas das flores são colhidos à mão, um a um. Os estigmas são então secos ao sol ou em fornos.

O açafrão é uma das especiarias mais caras do mundo. O preço do açafrão é devido à sua raridade e ao processo de cultivo laborioso.

As flores de açafrão são pequenas e delicadas, mas são também extremamente belas e importantes. As flores são usadas na culinária e na medicina tradicional, e são um símbolo de prosperidade e riqueza.

.

Texto & FotoPintura: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
07
Ago23

A relação das flores nas escadas e varandas e o estado de espírito


Mário Silva Mário Silva

.

A relação das flores nas escadas e varandas

e o estado de espírito

04 DSC08088_ms

.

Nas aldeias de Trás-os-Montes, as flores ocupam um lugar significativo na cultura portuguesa.

Quase todas as casas destas aldeias transmontanas têm vasos adornados com flores nas suas escadas e varandas. Esta prática generalizada está profundamente enraizada nas tradições culturais, estéticas, preferências e expressão pessoal. A presença de flores contribui para criar uma atmosfera vibrante e colorida dentro dessas comunidades, promovendo uma sensação de tranquilidade, beleza e positividade entre os residentes.

A prevalência de flores nas aldeias transmontanas pode ser atribuída a vários fatores.

Em primeiro lugar, está enraizado na cultura portuguesa apreciar a beleza da natureza e incorporar elementos da natureza na vida diária. As flores servem como uma personificação deste apreço pelo mundo natural. Além disso, o aspeto visualmente agradável oferecido pelas flores adiciona charme à paisagem urbana da aldeia.

.

A investigação científica apoia a noção de que as flores têm um impacto positivo no estado de cada um, de bem-estar mental e emocional. Vários estudos encontraram “uma correlação entre a exposição a flores e melhoria do humor, redução dos níveis de estresse e aumento da sensação de felicidade.”

Portanto, pode-se inferir que a presença de flores nas aldeias transmontanas, podem contribuir para promover o bem-estar entre os residentes.

Além dos resultados da pesquisa científica, há também relatos anedóticos de moradores de como as flores influenciam positivamente o seu estado mental. Por exemplo, muitos moradores afirmam que estar cercado por belas flores eleva seus espíritos e os ajuda a encontrar consolo durante tempos difíceis. As flores são vistas como uma fonte de alegria e conforto dentro destes espaços unidos comunidades.

A preservação de tais tradições é essencial não só para o valor estético, mas também para o potencial benefício psicológico para os indivíduos que vivem nestas comunidades. Mantendo esta cultural prática de decorar casas com vasos cheios de flores recém-cortadas ou vasos de plantas em escadas ou varandas, os moradores continuam a criar um ambiente de beleza e positividade.

A prática contribui para melhorar o bem-estar individual e a coesão da comunidade.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
19
Abr23

FLORES DE MACIEIRA


Mário Silva Mário Silva

.

FLORES DE MACIEIRA

17 DSC00952_ms

.

A macieira é uma das árvores mais sagradas na mitologia antiga. Ela simboliza a boa saúde e a felicidade futura Desde muito tempo, é conhecida como a árvore do amor e é relacionada com a Deusa do Amor, Afrodite. Na mitologia grega, Gaia deu uma macieira para Hera, quando esta se casou com Zeus.

.

Na mitologia nórdica, as maçãs são símbolos de boa saúde, felicidade, sabedoria e amor eterno. A Deusa Idunn é a guardiã da fruta e ela alimentava os deuses e as deusas para que eles fossem jovens para sempre.

.

Na mitologia celta a maçã é vista como símbolo de integridade, cura e conexão íntima com a natureza.

.

Fotografia: ©MárioSilva

.

 

 

Mário Silva 📷
28
Out22

PABLO PICASSO


Mário Silva Mário Silva

.
25 de OUTUBRO
PABLO PICASSO (1881-1973)
.
Nasce o pintor, escultor e desenhista, um dos principais artistas plásticos do século XX.
Nasceu em Málaga (Andaluzia), filho de María Picasso y López e José Ruiz Blasco.
 
Em torno do seu nascimento surgiram várias lendas, algumas das quais Picasso se esforçou a promover.

25 DSC05754_Pintura_ms_marca d'Água

Segundo uma delas, Picasso nasceu morto e a parteira dedicou a sua atenção à mãe acamada.
 
Só o médico, Don Salvador, o salvou de uma morte por asfixia soprando-lhe fumo de um charuto na face. O fumo fez com que Picasso começasse a chorar.
 
O seu nascimento no dia 25 de outubro de 1881, às onze e um quarto da noite, seria assim descrito por Picasso aos seus biógrafos, que a publicavam de boa vontade.
 
Roland Penrose, um dos mais conhecidos biógrafos de Picasso, procurou nas suas origens a razão da sua genialidade e da sua abertura à arte, algo natural na compreensão de um génio.
 
Na geração dos seus pais são vários os vestígios. O seu pai era pintor e desenhista, de bem medíocre talento.
 
"A arte lava longe da alma a poeira da vida cotidiana."
.
_____ In: escritoriodearte _____
.
.
Fotopintura: ©MárioSilva
.
Mário Silva 📷
22
Ago22

22 DE AGOSTO … ESTE É UM DIA FANTÁSTICO …


Mário Silva Mário Silva

.

 

ALGUÉM NASCEU … PARA SER FELIZ E … FAZER FELIZ O COMPANHEIRO QUE ESCOLHEU PARA TODA A VIDA.

NÃO FOI, CERTAMENTE, SÓ OBRA DO ACASO, QUE ESCOLHEU O DIA EM QUE NASCEU PARA CELEBRAR O SEU CASAMENTO (41 anos).

.

A “singela e simples” FLOR também pode ser “poderosa” e “a sua beleza” deslumbrar o mundo que por ser “delicada” e não “espampanante”, muitos não descubram a sua beleza interior e exterior, a sua delicadeza, bondade, amizade sincera, trabalhadora, amorosa, dedicada -  “uma força da Natureza” e menosprezem como sendo mais uma “simples” FLOR.

Mas não … ela é a FLOR.

PARABÉNS !!!!

22 DSC05206_ms_marca d'água

.

Um casamento feliz é poder ter a oportunidade de se apaixonar todos os dias pela mesma pessoa, pelo resto da vida.

.

Que nunca falte carinho e compreensão, os ingredientes necessários para um casamento feliz!

.

Não existe casamento feliz sem os dois parceiros felizes.

.

Um casamento feliz deve ser baseado em somas e multiplicações, não em subtrações e divisões.

.

Um casamento feliz, além da própria felicidade, também é feito dos momentos de desafios que são enfrentados pelo casal unido.

.

Um casamento feliz é muito mais que dar boas risadas juntos. É amar, cuidar e proteger todos os dias.

.

Casamento feliz é aquele em que o casal acorda todos os dias com a certeza de ter se casado com a pessoa certa.

.

.

Texto e Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
29
Abr22

Cerejeiras (cerdeiras) em flor - Águas Frias - Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

 🌺                                        🌺                                        🌺

Águas Frias - ChavesPortugal

Cerejeiras (cerdeiras) em flor

🌺                                        🌺                                        🌺                                        🌺

 

.

29 Blog DSC03568_ms

 

Significado da Flor de Cerejeira (Sakura)

.

Flor de Cerejeira significa a beleza feminina e simboliza o amor, a felicidade, a renovação e a esperança.

É uma flor de origem asiática, conhecida como “Sakura”, a flor nacional do Japão, onde estão documentadas mais de 300 variedades de cerejeiras.

O início da floração das cerejeiras marca o fim do inverno e a chegada da primavera. São aguardadas com ansiedade pelos japoneses, que organizam em todo o país diversas festividades em torno do “Hanami” (ato de contemplação das cerejeiras em flor que deixam a paisagem deslumbrante).

Uma lenda conta que a palavra "Sakura" surgiu com a princesa Konohana Sakuya Hime, que caiu do céu perto do Monte Fuji, tendo se transformado nessa bonita flor. Também existe uma crença que o cultivo de arroz poderá ter originado a palavra, tendo em conta que "Kura" era o depósito onde esse alimento (visto por muitos japoneses como uma oferta divina) era guardado.

Os samurais, os guerreiros japoneses, eram grandes apreciadores da flor de cerejeira. Desde aqueles tempos, passou a estar associada à efemeridade da existência humana e ao lema dos samurais: viver o presente sem medo. Assim, a flor de cerejeira está também associada ao código do samurai, o Bushido.

A cerejeira fica pouco tempo florida, por isso suas flores representam a fragilidade da vida, cuja maior lição é aproveitar intensamente cada momento, pois o tempo passa rápido e a vida é curta.

.

_____   In: https://www.significados.com.br/flor-de-cerejeira/    _____

.

.

Fotografia: ©MárioSilva

.

 

Mário Silva 📷
11
Mar22

As cerdeiras (cerejeiras) em flor - Águas Frias – Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸

Águas FriasChavesPortugal

As cerdeiras (cerejeiras) em flor no lugar do Passal.

🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸

Blog DSC04831_ms

.

O ROMANCE PAIRA NO AR COM AS CEREJEIRAS EM FLOR

.

O romance de fevereiro e março!
A primavera anunciada pelas cerdeiras em flor.
Dizem que março é um dos meses mais românticos do ano.

Talvez por ser o mês em que começa a primavera, que inspira o romance.

Como todos os anos por esta altura, os montes e vales do nordeste transmontano e Douro superior ganham uma nova cor. A pouco e pouco, o acastanhado dos montes pinta-se de branco e rosa. É um pronúncio da primavera, que aqui chega bem mais cedo.

Adoramos esta altura do ano. Entre fevereiro e março (mais ou menos a partir da 2ª semana de fevereiro), as cerdeiras brotam da sua latência invernal.

Como quem brota para a vida, rompem a custo o gelo e a agrura e vêm beber o sol…

.

“Para os teus beijos, sensual, flori!
E cerejeira em flor, só ofereço os ramos,
Só me exalto e sou linda para ti!”
_____   Florbela Espanca   ____

.

.

Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
31
Ago21

Uma bela e florida casa da aldeia de Águas Frias – Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

.

Uma casa construída de raiz, mas utilizando a matéria-prima mais nobre desta região: o granito.

Um belo e florido exemplar da aldeia de

Águas Frias – Chaves – Portugal

Blog 27 DSC08381_ms

.

ASSIM EU VEJO A VIDA

.

A vida tem duas faces:
Positiva e negativa
O passado foi duro
mas deixou o seu legado
Saber viver é a grande sabedoria
Que eu possa dignificar
Minha condição de “amigo”,
Aceitar suas limitações
E me fazer pedra de segurança
dos valores que vão desmoronando.
Nasci em tempos rudes
Aceitei contradições
lutas e pedras
como lições de vida
e delas me sirvo
Aprendi a viver.

.

                                                                                                                              Cora Coralina

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

 

Mário Silva 📷
30
Abr21

O Trabalho Agrícola entre as flores de cerdeira (cerejeira) - Águas Frias (Chaves) - Portugal


Mário Silva Mário Silva

 

O Trabalho Agrícola entre

as flores de cerdeira (cerejeira)

Blog 30 DSC04927_ms

Mesmo perante a beleza das cerdeiras em flor, a faina agrícola tem que continuar ...

O agricultor, no seu trator, passa com indiferença perante a beleza do seu terreno florido ...

Outras atividades têm que ser desenvolvidas ... a Natureza, corre o seu ciclo, normalmente e lentamente mas de forma cadenciada.

Assim o agricultor têm que tratar dos terrenos, para que os compos fiquem prontos para as plantações ou sementeiras.

A Natureza não espera ... mas o agricultor também não ...

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

Mário Silva 📷
08
Abr21

Cerejeiras (Cerdeiras) em flor – uma maravilha da Natureza


Mário Silva Mário Silva

.

❁        ❁        ❁        ❁        ❁        ❁

Cerejeiras (Cerdeiras) em flor – uma maravilha da Natureza.

DSC00311_ms

O conjunto de flores brancas, levemente rosada, em conjunto dá um espetáculo, embora breve, se renova todos os anos.

Quando uma quantidade razoável de cerejeiras se concentram, a beleza do seu conjunto, nos faz pensar:

“A Natureza é encantadora !!!”.

Este espetáculo pode ser observado, todos os anos, na quinta do Passal, em Águas Frias – Chaves – Portugal.

❁        ❁        ❁        ❁        ❁        ❁

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

Mário Silva 📷
23
Mar21

Mimosas  “Acacia dealbata”… o Brunheiro e o majestoso castelo de Monforte de Rio Livre


Mário Silva Mário Silva

 

❀❀ ❀          🏰     ❀❀❀        🏰

Mimosas  “Acacia dealbatao Brunheiro e o majestoso castelo de Monforte de Rio Livre

Águas Frias – Chaves – Portugal

❀❀ ❀          🏰     ❀❀❀        🏰

Blog 23 DSC05910_ms

 

.

A mimosa  “Acácia dealbata”

Embora o castelo tenha uma importância histórica e monumental de enorme interesse, esta publicação vai-se centrar na árvore “mimosa”.

É uma árvore de enorme beleza com as suas milhares de flores de um amarelo, que não deixa ninguém indiferente, como não é indiferente o intenso odor que as flores libertam, mas … e, não sei porquê, há sempre um mas …

Não é uma espécie autóctone, mas sim nativa da Austrália, que se veio instalar na Europa, e …

“Quando somos confrontados com esta espécie e porque ela aparece em todo o lado, o que fazer? Se o “ataque” não for muito significativo, basta-nos arrancar o mais depressa possível as plantas de preferência quando forem ainda jovens. Mas quando o ataque for superior, que é o que normalmente acontece, devemos tentar eliminar rapidamente as plantas recorrendo a ajuda externa e ou procurar ajuda nos organismos do estado, pois no caso desta espécie quanto mais tempo deixarmos andar, menos eficaz será o seu combate e mais meios será necessário canalizar para o efetivo controle da praga.

O seu alto valor ornamental continua a ser o principal problema da sua propagação por todo o país. Quando vamos passear e observamos estes seres maravilhosos que começam agora, a partir deste mês, a mostrar o seu verdadeiro esplendor (abundante floração) custa a entender que o que estamos a ver está a pôr em causa uma outra flora muito importante – a autóctone. Sim, porque devido às suas características, estas espécies impedem o desenvolvimento de qualquer outra, tornando-se em poucos anos a espécie dominante e neste caso as únicas, com consequências enormes no que respeita à biodiversidade.”

.

Diogo Ricou

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

Mário Silva 📷

Águas Frias - Junho 2024

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Hora em PORTUGAL

Calendário

Julho 2024

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Sigam-me

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.