Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MÁRIO SILVA - Fotografia, Pintura & Escrita

*** *** A realidade é a "minha realidade" em imagens (fotografia, pintura) e escrita

09
Mai24

As folhas novas brotam dos ramos e dão um colorido alegre e agradável à Natureza


Mário Silva Mário Silva

As folhas novas brotam dos ramos e

dão um colorido alegre e agradável à Natureza

Mai09 DSC09948_ms

A fotografia captura a beleza e a vitalidade de um ramo de árvore repleto de novas folhas brotando.

Num close-up que nos convida a observar cada detalhe, podemos apreciar a variedade de cores e formas presentes nas folhas.

Algumas exibem um verde vibrante, enquanto outras apresentam tons de amarelo e vermelho.

 Ainda pequenas e delicadas, as folhas desdobram-se com cuidado, como se estivessem ansiosas para explorar o mundo exterior.

.

O plano de fundo desfocado da imagem sugere a presença de uma floresta verdejante, criando um ambiente tranquilo e propício à contemplação.

É possível imaginar a luz do sol filtrando-se através das folhas, criando um jogo de luzes e sombras que enriquece ainda mais a cena.

.

A imagem transcende a sua beleza estética e transforma-se num símbolo rico em significado.

As novas folhas, no seu estado frágil e incipiente, representam a esperança e a renovação.

Elas lembram-nos que, mesmo nos momentos mais desafiadores, a vida sempre encontra uma maneira de florescer.

.

As cores vibrantes das folhas evocam alegria e vitalidade, transmitindo uma sensação de positivismo e otimismo.

Elas convidam-nos a celebrar a beleza do mundo natural e a reconhecer a importância da natureza nas nossas vidas.

.

A fotografia também serve como uma chamada de atenção da importância da preservação ambiental.

As árvores e plantas, representadas pelo ramo em destaque, são elementos essenciais para a saúde do planeta.

Elas fornecem oxigénio, água potável e alimento, além de auxiliarem na regulação do clima e na proteção contra a poluição.

.

Ao observarmos a imagem com atenção, somos incentivados a refletir sobre a nossa responsabilidade em cuidar do meio ambiente.

Podemos tomar pequenas ações no nosso dia a dia para fazer a diferença, como reduzir o consumo de materiais descartáveis, plantar árvores e reciclar.

 

A fotografia possui grande potencial para ser utilizada em diversos contextos.

A imagem pode ser utilizada para ilustrar conceitos relacionados à natureza, ao ciclo da vida, à importância da preservação ambiental ou à beleza do mundo natural.

A imagem pode ser emoldurada e pendurada em paredes, criando um ambiente mais acolhedor e conectado com a natureza.

A imagem pode servir como ponto de partida para a criação de poemas, histórias ou outras formas de expressão artística.

A imagem pode ser utilizada em campanhas de conscientização ambiental, incentivando as pessoas a adotarem práticas mais sustentáveis.

.

Assim, a imagem de um ramo de árvore com novas folhas brotando é um convite à reflexão e à ação.

Ela nos convida a apreciar a beleza da natureza, reconhecer sua importância nas nossas vidas e assumir nossa responsabilidade em preservá-la.

Através de sua riqueza simbólica e potencial para diversas aplicações, a imagem serve como um lembrete constante da importância de cuidarmos do nosso planeta.

.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

.

Mário Silva 📷
06
Abr24

Águas Frias, em Chaves, Portugal – outrora colorido, hoje cinzento e uma previsão negra


Mário Silva Mário Silva

Águas Frias, em Chaves, Portugal – outrora colorido,

hoje cinzento e uma previsão negra

A06 DSC04660_ms

A aldeia de Águas Frias, em Chaves, Portugal, é um lugar de beleza melancólica. As casas de pedra, outrora vibrantes, estão agora desbotadas e desgastadas pelo tempo. As ruas de paralelepípedos estão desertas e a única coisa que se ouve é o som do vento soprando pelas árvores.

No passado, Águas Frias era uma aldeia próspera. As pessoas viviam da terra e eram felizes e contentes. Mas, com o passar do tempo, as pessoas começaram a ir embora em busca de melhores oportunidades. A aldeia foi ficando cada vez mais vazia e decadente.

Hoje, Águas Frias é uma sombra do que já foi. É uma aldeia quase fantasma, um “bilhete postal” do passado que se foi. O futuro da aldeia é incerto. É provável que continue a decair e eventualmente “desaparecer” de habitantes permanentes.

A fotografia captura perfeitamente a melancolia de Águas Frias. As casas cinzentas e desbotadas, as ruas desertas e o céu nublado criam uma sensação de tristeza e desolação. A única cor na imagem seria o verde das árvores, que representa a esperança de que a aldeia possa um dia ser revitalizada.

Metaforicamente, as cores da aldeia podem ser interpretadas da seguinte forma:

Passado colorido: O passado da aldeia foi um tempo de felicidade e prosperidade. As pessoas viviam da terra e eram felizes e contentes.

Presente cinzento: O presente da aldeia é um tempo de tristeza e desolação. A aldeia está vazia e decadente.

Futuro negro: O futuro da aldeia é incerto. É provável que continue a decair e eventualmente ser uma colónia de férias.

No entanto, ainda há esperança para Águas Frias.

A aldeia tem um potencial enorme para ser revitalizada. Com um pouco de investimento e esforço, a aldeia pode voltar a ser um lugar próspero e feliz.

Aqui estão algumas ideias para revitalizar Águas Frias:

Restaurar as casas: As casas de pedra da aldeia podem ser restauradas e transformadas em casas de férias ou pousadas.

Criar empregos: Criar novos empregos na aldeia, como agricultura, turismo ou artesanato.

Melhorar a infraestrutura: Melhorar a infraestrutura da aldeia, como estradas, água e eletricidade.

Promover a aldeia: Promover a aldeia como destino turístico.

Com um pouco de esforço, Águas Frias pode voltar a ser a aldeia vibrante e feliz que já foi.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
12
Mai20

Abelharuco “Merops apiaster”


Mário Silva Mário Silva

 

Abelharuco

“Merops apiaster”

 

Identificação

Inconfundível. É uma ave terrestre de tamanho médio, ricamente

colorida. Os aspetos mais característicos são a garganta amarela,

o peito e o ventre azulados, o dorso vermelho e a máscara preta. A

cauda é comprida, com as duas penas centrais a destacarem-se

das restantes.

DSC01166_InPixio_ms

 

Abundância e calendário

O abelharuco é estival e chega geralmente a Portugal no início de

Abril (por vezes em finais de março) e está presente até ao mês de

Setembro. É comum em quase toda a região a sul do Tejo,

enquanto que para norte deste rio é menos comum e se distribui

sobretudo pela metade interior do território, nas zonas de influência

mediterrânica (Beira Baixa, Beira Alta e Trás-os-Montes).

 

 

 

 

 

Mário Silva 📷

Águas Frias - Fevereiro 2024

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Hora em PORTUGAL

Calendário

Maio 2024

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.