Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MÁRIO SILVA - Fotografia, Pintura & Escrita

*** *** A realidade é a "minha realidade" em imagens (fotografia, pintura) e escrita

24
Set23

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas (6.ª parte)


Mário Silva Mário Silva

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas

(6.ª parte)

11 DSC01341_ms

.

  1. Porque é que as casas tradicionais de Trás-os-Montes estão a perder as suas características arquitetónicas?

Vários fatores contribuem para a perda de características arquitetónicas em Trás-os-Montes. A modernização, a urbanização e as mudanças socioeconómicas levaram à negligência e ao abandono das casas tradicionais. Além disso, a falta de recursos e a conscientização sobre a importância da preservação aceleraram ainda mais o desaparecimento dessas características.

 

  1. Quais são algumas características únicas das casas tradicionais transmontanas?

As casas tradicionais transmontanas têm características distintas como paredes de pedra, telhados de telha de barro e varandas de madeira. Eles geralmente têm um “layout” compacto com vários quartos e um pátio central. As casas também exibem artesanato intrincado, materiais tradicionais e elementos decorativos que refletem a herança cultural local.

 

  1. Como estão a ser desenvolvidos esforços para restaurar e preservar as casas tradicionais transmontanas?

Várias iniciativas e organizações de conservação estão a trabalhar no sentido do restauro e preservação das casas tradicionais de Trás-os-Montes. Estes esforços envolvem a sensibilização, a prestação de apoio financeiro e a aplicação de orientações em matéria de conservação. Além disso, projetos de restauração bem-sucedidos servem como exemplos inspiradores, incentivando a comunidade a valorizar e proteger o seu património arquitetónico.

 

  1. Qual a importância da preservação da arquitetura tradicional transmontana?

A preservação da arquitetura tradicional transmontana é crucial para manter as ligações culturais e históricas. Estas casas oferecem uma visão sobre o passado da região, refletindo a sua identidade única e tradições locais. Ao preservar a arquitetura tradicional, asseguramos que as gerações futuras possam apreciar e aprender com estes valiosos bens culturais.

.

Texto & Fotografia: @MárioSilva

.

Mário Silva 📷
22
Set23

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas (5.ª parte)


Mário Silva Mário Silva

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas

(5.ª parte)

10 DSC00797 (2)_ms

 

.

  1. Esforços para Restaurar e Preservar Casas Tradicionais em Trás-os-Montes

A preservação das casas tradicionais transmontanas não é uma causa perdida. Várias iniciativas e organizações dedicam-se à conservação e restauro destas joias arquitetónicas.

 

7.1 Iniciativas e organizações de conservação

Várias organizações locais e nacionais trabalham incansavelmente para aumentar a conscientização sobre a importância de preservar as casas tradicionais. Eles fornecem orientação, recursos e financiamento para indivíduos e comunidades interessados em restaurar suas propriedades. Essas organizações colaboram com proprietários, arquitetos e autoridades locais para garantir que os projetos de restauração estejam alinhados com os princípios de conservação, ao mesmo tempo em que atendem aos modernos padrões de segurança e conforto.

 

7.2 Histórias de sucesso na restauração

Apesar dos desafios, são inúmeros os casos de sucesso no restauro de casas tradicionais transmontanas. Muitos proprietários, com o apoio de organizações de conservação, transformaram com sucesso estruturas degradadas em casas bonitas e funcionais que mantêm seu charme histórico. Estas casas restauradas não só contribuem para a preservação do nosso património arquitetónico, mas também servem como exemplos de práticas de restauro sustentáveis e respeitosas.

Ao destacar estas histórias de sucesso e ao apoiar os interessados no restauro, podemos inspirar outros a embarcar em percursos semelhantes e garantir a preservação contínua das nossas casas tradicionais em Trás-os-Montes. Em conclusão, as casas tradicionais de Trás-os-Montes são um testemunho da rica história e identidade cultural da região. Embora estas casas corram o risco de perder as suas características arquitetónicas, há uma consciência crescente da necessidade de preservar e conservar este património único. Através de várias iniciativas e projetos de restauro, estão a ser tomadas medidas para garantir que estas casas continuem a contar as suas histórias para as gerações vindouras. Ao valorizar e proteger a arquitetura tradicional transmontana, não só honramos o passado como criamos um futuro sustentável que abraça o legado cultural da região.

.

Texto & Fotografia: @MárioSilva

.

 

Mário Silva 📷
20
Set23

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas (4.ª parte)


Mário Silva Mário Silva

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas

(4.ª parte)

09 DSC00290_ms

.

  1. Desafios na Manutenção da Autenticidade das Casas Rurais

Manter a autenticidade das casas rurais de Trás-os-Montes não está isento de desafios. Fatores econômicos e sociais, combinados com a modernização e a urbanização, colocam obstáculos significativos à preservação desses tesouros arquitetónicos.

6.1 Fatores económicos e sociais

Um dos principais desafios enfrentados na preservação das casas tradicionais é o ônus financeiro. A restauração e a manutenção podem ser dispendiosas, especialmente para proprietários com recursos limitados. Muitas comunidades rurais transmontanas enfrentam dificuldades económicas, o que lhes dificulta o investimento na preservação das suas casas. Além disso, mudanças na dinâmica social, como a migração para áreas urbanas, podem resultar em negligência e abandono dessas propriedades ancestrais.

 

6.2 Modernização e Urbanização

À medida que Trás-os-Montes evolui e se moderniza, aumenta a pressão para adaptar as casas tradicionais aos padrões contemporâneos. As exigências da vida moderna muitas vezes colidem com o design original e layout desses edifícios. A tentação de alterá-los ou demoli-los para dar lugar a estruturas mais modernas pode ser forte. A urbanização também representa uma ameaça, à medida que as áreas rurais se tornam mais desenvolvidas, e as casas tradicionais correm o risco de serem ofuscadas ou demolidas para abrir espaço para construções mais recentes.

.

Texto & Fotografia: @MárioSilva

.

 

Mário Silva 📷
18
Set23

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas (3.ª parte)


Mário Silva Mário Silva

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas

(3.ª parte)

08 DSC07927_ms

.

  1. A Importância da Preservação da Arquitetura Tradicional em Trás-os-Montes

A arquitetura tradicional transmontana tem uma enorme importância cultural e histórica. Estes edifícios não são apenas estruturas feitas de pedra; são testemunhos vivos do passado. Cada casa conta uma história das pessoas que a habitaram, seu modo de vida e sua conexão com a terra. Preservar estas joias arquitetónicas é crucial para manter vivo o nosso património.

 

5.1 Importância cultural e histórica

As casas tradicionais transmontanas são mais do que apenas locais para viver; são símbolos do nosso património cultural. Eles mostram o artesanato e técnicas arquitetônicas de nossos antepassados, mostrando as habilidades e engenhosidade de gerações passadas. Sem a sua preservação, arriscamo-nos a perder uma parte da nossa história regional e as histórias únicas incrustadas dentro destes muros.

Estas casas também representam diferentes períodos históricos, cada uma com seu próprio estilo arquitetónico e design. Refletem a evolução de Trás-os-Montes ao longo dos tempos, desde as modestas casas de granito que pontilham a paisagem até às grandes casas senhoriais que recordam uma época passada. Ao preservar estes edifícios, asseguramos que as gerações futuras possam apreciar e aprender com o nosso rico património arquitetónico.

 

5.2 Reflexão da identidade local

As nossas casas tradicionais são mais do que apenas estruturas; são parte integrante da nossa identidade local. A arquitetura de Trás-os-Montes é distinta e imediatamente reconhecível, com as suas características paredes de granito, persianas de madeira e telhados de azulejos. Estes edifícios incorporam a essência das nossas comunidades rurais, representando as suas tradições, valores e modo de vida.

Preservar essas características arquitetónicas ajuda a manter nosso senso de lugar e orgulho. Eles servem como um lembrete visual de nossas raízes e oferecem uma conexão com nossos antepassados. Ao proteger e promover a arquitetura tradicional, celebramos a nossa identidade local e garantimos a sua continuação para as gerações futuras abraçarem e estimarem.

.

Texto & Fotografia: @MárioSilva

.

Mário Silva 📷
16
Set23

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas (2.ª parte)


Mário Silva Mário Silva

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas

(2.ª parte)

09 DSC00290_ms

  1. A paisagem em mudança: perda de características arquitetónicas

Infelizmente, as características arquitetónicas que outrora definiam as casas tradicionais transmontanas estão a desaparecer lentamente.

À medida que a modernização se instala e novos métodos de construção se tornam predominantes, o encanto único destas habitações rurais está a desaparecer.

 

4.1 Fatores que contribuem para a perda de características arquitetónicas

Vários fatores contribuem para a perda de características arquitetónicas em Trás-os-Montes.

As pressões económicas, o declínio populacional e o desejo de confortos modernos levaram ao abandono das casas tradicionais.

Além disso, a falta de regulamentação e conscientização sobre a preservação arquitetónica acelerou ainda mais esse declínio.

 

4.2 Exemplos de Desaparecimento de Elementos Arquitetónicos

Elementos como cantaria intrincada, varandas tradicionais de madeira e entalhes ornamentados estão a desaparecer da paisagem transmontana.

À medida que essas características são substituídas por desenhos mais padronizados e modernos, a região perde uma parte de sua identidade cultural. É essencial apreciar e preservar o que resta destas joias arquitetónicas antes que se percam para sempre.

Em conclusão, Trás-os-Montes é uma região que oferece um vislumbre do modo de vida tradicional português. O seu património arquitetónico, embora desapareça lentamente, conta histórias cativantes do passado. Ao compreender e valorizar as características únicas destas casas rurais, podemos garantir que o seu legado continua vivo para as gerações futuras apreciarem.

.

Texto & Fotografia: @MárioSilva

.

Mário Silva 📷
14
Set23

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal, estão a perder as suas características arquitetónicas (1.ª parte)


Mário Silva Mário Silva

 

As casas, das aldeias rurais de Trás-os-Montes, Portugal,

estão a perder as suas características arquitetónicas

(1.ª parte)

06 DSC08787_ms

  1. Introdução a Trás-os-Montes: Uma região rural de Portugal

Trás-os-Montes, uma região pitoresca situada no nordeste de Portugal, oferece um vislumbre do rico património cultural e do encanto rural do país. Aninhada em meio de paisagens de tirar o fôlego, esta região é conhecida por sua arquitetura tradicional, que reflete uma mistura única de influências de diferentes épocas e culturas. Vamos mergulhar no fascinante mundo das casas tradicionais de Trás-os-Montes, focando-nos numa casa particular numa aldeia rural. Ao explorarmos a arquitetura, as características únicas e os desafios enfrentados por essas casas, também lançaremos luz sobre os esforços que estão sendo feitos para preservar e restaurar este inestimável património cultural. Junte-se a nós nesta viagem enquanto descobrimos a história de uma casa que encapsula a paisagem arquitetónica em evolução de Trás-os-Montes.

 

  1. Introdução a Trás-os-Montes: Uma região rural de Portugal

Trás-os-Montes, situada no canto nordeste de Portugal, é uma região rural cativante que oferece um vislumbre da cultura tradicional portuguesa. Conhecida pelas suas paisagens de cortar a respiração, aldeias encantadoras e locais calorosos, Trás-os-Montes é uma joia escondida à espera de ser descoberta.

 

  1.1 Panorama de Trás-os-Montes

Trás-os-Montes, que se traduz por "Por trás das montanhas", é apropriadamente chamado por ser caracterizado pelo seu terreno montanhoso e beleza acidentada. Esta região é frequentemente elogiada por sua natureza intocada, tornando-se um refúgio para entusiastas ao ar livre, caminhantes e amantes da natureza. Com uma história rica, Trás-os-Montes exala um sentido de autenticidade e autenticidade difícil de encontrar noutros lugares.

 

  1. Explorar a Arquitetura das Casas Tradicionais de Trás-os-Montes

Há algo verdadeiramente cativante na arquitetura das casas tradicionais de Trás-os-Montes. Estas habitações pitorescas servem como uma janela para o passado da região, exibindo uma mistura única de influências que moldaram o seu design.

 

2.1 O Rico Património Arquitetónico de Trás-os-Montes

Trás-os-Montes possui um rico património arquitetónico que reflete a história e o significado cultural da região. De influências românicas a elementos mouros, estas casas tradicionais contam histórias do passado, pintando um quadro vívido das pessoas que um dia as chamaram de lar.

 

2.2 Influências no Design de Casas Tradicionais em Trás-os-Montes

O design das casas tradicionais de Trás-os-Montes é uma mistura fascinante de influências culturais. As paredes de granito austeras, vigas de madeira robustas e telhas distintas exibem uma mistura de estilos mediterrâneos, mouros e do norte da Europa. Esta fusão única cria uma estética visualmente marcante que se destaca na paisagem rural.

 

  1. As Características Únicas de uma Casa Rural Típica de Trás-os-Montes

Entre numa típica casa rural de Trás-os-Montes e sentirá instantaneamente uma sensação de aconchego e calor. Estas casas são um testemunho da desenvoltura e engenho da população local, com cada elemento cuidadosamente escolhido para suportar os desafios da vida rural.

 

3.1 Disposição e estrutura das casas tradicionais

As casas tradicionais de Trás-os-Montes apresentam frequentemente uma disposição simples, mas eficaz. Os quartos são organizados em torno de uma sala de estar central ou cozinha, criando um espaço acolhedor para reuniões familiares. As grossas paredes de pedra proporcionam isolamento do frio rigoroso do inverno e oferecem descanso do calor escaldante do verão.

 

3.2 Materiais utilizados na construção

Os materiais utilizados na construção de casas rurais em Trás-os-Montes são uma prova da sua durabilidade. O granito, uma pedra predominante na região, é usado para as paredes, dando às casas uma aparência rústica distinta. Vigas de madeira de origem local e telhas de barro vermelho nos telhados completam o visual tradicional, misturando-se harmoniosamente com o ambiente natural.

 

3.3 Design de Interiores e Mobiliário

Dentro destas casas rústicas, encontrará uma simplicidade encantadora que abraça o estilo de vida rural. Os interiores são muitas vezes adornados com têxteis artesanais, cerâmica colorida e móveis de madeira, criando uma atmosfera acolhedora que convida ao relaxamento. Estes toques atenciosos, transmitidos através de gerações, acrescentam um toque pessoal a cada casa.

.

Texto & Fotografia: @MárioSilva

.

Mário Silva 📷
29
Mar22

A CASA VERMELHA - Águas Frias - Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

 

🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚          🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚

Águas Frias - Chaves - Portugal

A CASA VERMELHA

🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚          🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚🏚

Blog 29 DSC04984_ms

.

A casa tinha cor vermelha
E quando o sol batia nas telhas
Nasciam flores douradas
Era perto do luar
Quem morava nela
Gostava de amar
Era próxima ao céu
Em todas as janelas fuxico e véu
Era perto de nós
A voz do vento da casa
Encantava a poesia
Noite e dia
Os corações que a habitavam
Se inspiravam de emoção e bem querer.
.


_________   Manu Kelé!   ___________

.

.

Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
16
Fev22

Majestosa chaminé ---> Águas Frias – Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

🕋           🕋           🕋           🕋           🕋           🕋           🕋           🕋            🕋           🕋

Uma bonita casa com a uma majestosa chaminé revestida

de chapas de zinco,

na aldeia transmontana de

Águas Frias – Chaves - Portugal

🕋           🕋           🕋           🕋           🕋           🕋           🕋           🕋            🕋           🕋

.

“Muitas vezes parece que o diabo bate à nossa porta, mas é simplesmente o limpa-chaminés”.

Blog 16 DSC03711_ms

.

A chaminé constitui um dos elementos da arquitetura tradicional que, para além da sua funcionalidade, adquire consoante a região em que se insere características que respeitam às condições ambientais e ainda elementos decorativos de interesse etnográfico.

Antes de mais, a chaminé constitui uma conduta que serve para extração de fumos resultantes de produtos em combustão.

As suas características no que concerne, nomeadamente, às suas dimensões, orientação tubular e aberturas têm principalmente a ver com a orientação dos ventos predominantes, os regimes de pluviosidade e as espécies de aves existentes na região.

Sucede que, a chaminé não constituiu desde sempre um elemento comum à casa tradicional em todas as regiões do país.

.

A chaminé não era outrora muito usual nas aldeias do Minho e sobretudo em Trás-os-Montes.

Aqui, o fumo das lareiras escapava por entre a cobertura de colmo, as lajes de ardósia ou, mais recentemente, por entre as telhas, ao mesmo tempo que conservava o vigamento de madeira da casa.

.

.

Fotografia: ©MárioSilva

.

 

Mário Silva 📷
22
Jan22

A Escola é ... - Águas Frias (Chaves) - Portugal


Mário Silva Mário Silva

 

______________     🏫     🤼     📓     🤸   _____________

 

Águas Frias – Chaves – Portugal

.

Vislumbrando, por entre o emaranhado dos ramos de árvores nuas, uma pequena parcela desta aldeia transmontana.

Um edifício se destaca. Um edifício branco, cuja arquitetura não pode levar ao engano – a ex escola primária da aldeia.

Aí se adquiriram os conhecimentos essenciais (para a época).

Aí se brincou com os colegas …

Aí se enraizaram amizades (ou o seu contrário).

Era um espaço de saber (conhecimento) mas também de convivência e até de sobrevivência.

Era um local de relações humanas …

_________     🏫     🤼     📓     🤸   _____________

.

Blog 22 DSC02340_ms

 

A ESCOLA É ...

.

Escola é ... o lugar que se faz amigos.

.

Não se trata só de construções, salas, quadros,

Programas, horários, conceitos...

Escola é sobretudo, gente

Gente que trabalha, que estuda

Que alegra, se conhece, se estima.

.

O Diretor é gente,

O coordenador é gente,

O professor é gente,

O aluno é gente,

Cada funcionário é gente.

.

E a escola será cada vez melhor

Na medida em que cada um se comporte

Como colega, amigo, irmão.

Nada de “ilha cercada de gente por todos os lados”

Nada de conviver com as pessoas e depois,

Descobrir que não tem amizade a ninguém.

Nada de ser como tijolo que forma a parede, Indiferente, frio, só.

.

Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar,

É também criar laços de amizade, É criar ambiente de camaradagem,

É conviver, é se “amarrar nela”!

Ora é lógico... Numa escola assim vai ser fácil! Estudar, trabalhar, crescer,

.

Fazer amigos, educar-se, ser feliz.

É por aqui que podemos começar a melhorar o mundo.

.

__________________   Paulo Freire   ___________________

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

 

Mário Silva 📷
17
Jan22

Solidão - uma casa só ... e Gente só ... - Águas Frias (Chaves) - Portugal


Mário Silva Mário Silva

__________________   🏠   ________________

Águas Frias – Chaves - Portugal

Solidão - uma casa só ... e Gente só ...

Uma bonita e típica casa … mas …

É solidão que sentem as paredes que ainda a suportam …

É solidão que sente o telhado que, a muito custo, tenta impedir o frio e a chuva …

É solidão que sente o soalho que já não range sob o peso das passadas do homem cansado do trabalho … ou a correria da criançada que brincava sem parança …

É solidão !!!!!!

E, a solidão é triste …

Então, … é uma casa só … e triste …

_____________________   🏠   ______________

Blog 17 DSC00388_ms

 

SOLIDÃO

 

Solidão:

ouvir passos, sabendo de antemão

que ninguém vai passar,

bater à porta.

Abrir, ansiosa, a caixa do correio,

duas vezes por dia,

sabendo muito bem

que está vazia.

Olhar o telefone horas a fio,

ano após ano,

tocar à campainha

e ouvir dizer: ”Desculpe, foi engano.”

Ouvir ranger a porta da entrada,

senti-la estremecer,

arrancar com uma espécie de estertor,

e, enfim, parar,

mas sempre noutro ligar.

Pôr na mesa um talher

para alguém que vier,

sabendo muito bem

que ninguém vem.

Pôr um fato novo,

Uma gravata, um novo andar,

sabendo que ninguém vai reparar.

Ver o cabelo embranquecer aos poucos,

a pele envelhecer, perder o viço,

e ninguém dar por isso.

Morrer. E alguém ler num jornal:

Morreu Fulano. O funeral…

.

__________________   Fernanda de Castro   ____________________

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

 

Mário Silva 📷
13
Dez21

Era casa típica transmontana, mas .... faleceu .... - Águas Frias – Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

🏠💥 🏠          🏠💥 🏠          🏠💥 🏠           🏠💥 🏠          🏠💥 🏠         🏠💥 🏠          🏠💥 🏠          🏠💥 🏠           🏠💥 🏠             

Uma casa típica transmontana, na fotografia já em estado avançado de velhice …

A velhice se não for acompanhada, leva ao fim eminente … desaparece …

Foi o que aconteceu … esta casa já não existe mais … morreu e nem teve oportunidade de ter um tratamento de emergência ou desfibrilhador …

Simplesmente desapareceu do edificado da aldeia de

Águas FriasChavesPortugal

🏠💥 🏠          🏠💥 🏠          🏠💥 🏠           🏠💥 🏠          🏠💥 🏠         🏠💥 🏠          🏠💥 🏠          🏠💥 🏠           🏠💥 🏠             

DSC03095_ms

.

O FIM

.

não me peçam para ser menos do que vejo

no fundo desejo

nem ver nem saber

mas que posso eu fazer

se cabem em mim todos os problemas do mundo?

 .

no fundo não posso desejar ser menos

que varias células com membrana

para que possa considerar-me humana

viver e respirar

absorvendo o ar dos outros

que com ele trazem suas dores.

 .

aos poucos sei e sinto

que irei, apesar de tudo, partir

e aí descobrir um outro caminho

ou então apenas um diferente destino

para. o mesmo sofrimento.

 .

que seja então como deus quiser

quem diz deus, diz outra coisa qualquer

que esteja aqui para me fazer ver

o caminho a seguir.

 .

 _________ Podenga __  in: https://podengaportuguesa.blogs.sapo.pt/o-fim-poema-69508  ___________

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

Mário Silva 📷
09
Dez21

Casas no largo da Igreja - ÁGUAS FRIAS – CHAVES – PORTUGAL


Mário Silva Mário Silva

🏠🏡🏠🏡🏡🏠🏠🏡🏠🏡🏡🏠🏠🏠🏡🏠🏡🏡🏠🏠🏡🏠🏡🏡🏠🏠

 

Casas no largo da Igreja, na aldeia transmontana

ÁGUAS FRIASCHAVESPORTUGAL

🏠🏡🏠🏡🏡🏠🏠🏡🏠🏡🏡🏠🏠🏠🏡🏠🏡🏡🏠🏠🏡🏠🏡🏡🏠🏠

 

Blog 09 DSC02438_ms

.

                                                            AS ALDEIAS

.

Eu gosto das aldeias “sossegadas”,

Com seu “aspecto” calmo e pastoril,

Erguidas nas “collinas” azuladas -

Mais frescas que as manhãs finas d'Abril.

.

Levanta a alma às cousas visionarias

A doce paz das suas “eminencias”,

E apraz-nos, pelas ruas “solitárias”,

Ver crescer as “inúteis” “florescências”.

.

Pelas tardes das eiras - como eu gosto

Sentir a sua vida “activa” e sã!

“Vel-as” na luz dolente do sol posto,

E nas suaves tintas da manhã!

.

As “creanças” do campo, ao amoroso

Calor do dia, folgam seminuas;

E exala-se um sabor “mysterioso”

D'a agreste solidão das suas ruas!

.

Alegram as “paysagens” as “creanças”,

Mais cheias de “murmúrios” do que um ninho,

E elevam-nos às cousas simples, mansas,

Ao fundo, as brancas velas d'um moinho.

.

Pelas noutes d'estio ouvem-se os “ralos”

Zunirem suas notas sibilantes,

E mistura-se o uivar dos cães distantes

Com o canto “metallico” dos “gallos”...

.

_______________António Gomes Leal __________________

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

 

Mário Silva 📷
29
Nov21

Casas repintadas de branco na rua de Cimo de Vila - Águas Frias – Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

 

⚪⬜🏚⬜⚪🏚⚪⬜🏚⬜⚪🏚⚪⬜🏚⬜⚪🏚⚪⬜🏚⬜⚪🏚

.

Casas repintadas de branco,

que brilham e

dão um ar airoso à rua de Cimo de Vila,

na aldeia de

Águas FriasChavesPortugal

.

⚪⬜🏚⬜⚪🏚⚪⬜🏚⬜⚪🏚⚪⬜🏚⬜⚪🏚⚪⬜🏚⬜⚪🏚

.

Blog 27 DSC05173_ms

BRANCO

Não queiras saber o que é o branco para
além do branco, a ilusão de que o mar
se prolonga nesse mar que o branco
devora, com os lábios do vento; nem
interrogues o rosto que se esconde
no horizonte do branco, onde só o
silêncio te dá a resposta que ignoras.

No entanto, se o olhar que esse
horizonte te devolve tem a luz do
rosto que só no branco entrevês,
quando o vento empurra as cortinas
do mar, talvez reconheças no seu
fundo o corpo que habita o céu
em que o branco coincide com o mar.

E nos olhos fechados de um rosto
preso à cama da madrugada, o branco
do horizonte submerge o mar que
avança por dentro do branco, como se
a luz do dia que o vento te abre
não fosse branca, como esse branco
lençol que esconde o corpo sob o mar.

E em cada nuvem que passa no branco
do céu, um rosto revela o branco
para além do horizonte que o branco descobre.

.

___________________ Eugénio de Andrade _________________

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

 

Mário Silva 📷
23
Out21

Casas na Aldeia  - Águas Frias - Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

🏡   🏡   🏡   🏡   🏡   🏡

Casas na Aldeia 

Águas Frias - ChavesPortugal

🏡   🏡   🏡   🏡   🏡   🏡

.

Casas na Aldeia, … algumas novas, … “oitras” em ruínas …

Blog 23 DSC09534_ms

A que se apresenta em primeiro plano já foi mercearia, depósito de botijas de gás, entreposto de Correios com acesso a telefone público e mais tarde café com esplanada que se enchia nos dias de agosto e reunia bastante gente aos sábados e domingos de tarde.

Hoje todos esses serviços já não existem, exceto um café à entrada da Aldeia.

Mercearia … a 12 Km em Chaves.

Telefone público … hoje em dia quem precisa?!!! E cartas para que se temos os telemóveis com ou sem internet …

Café … para quê, se não há gente para consumir?!!!! E os que ainda existem não querem ou não podem sair de casa …

E, assim vai o Tempo rodando, de forma cada vez mais lenta. Será que atinge a velocidade zero?!!!!

“Como dizia o cego da ponte: vamos indo e vamos vendo”.

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

Mário Silva 📷
22
Set21

As couves-galegas (“Brassica oleracea var. Acephala”), … as casas, … a encosta do Brunheiro … e o castelo de Monforte de Rio Livre - Águas Frias – Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

***

As couves-galegas (“Brassica oleracea var. Acephala”), …

as casas, …

a encosta do Brunheiro …

e o castelo de Monforte de Rio Livre,

na formosa aldeia transmontana de

Águas FriasChavesPortugal

Blog 22 DSC07817_ms

.

Rúbrica preto

 

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

 

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

 

Mário Silva 📷
18
Set21

Uma bonita casa, restaurada, respeitando a sua traça original - Águas Frias - Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

   🏤     🏘

Uma bonita casa, restaurada, respeitando a sua traça original e especialmente respeitando a cultura da sua Terra e os antepassados que lá viveram.

Um bom exemplo que contrasta com muitas reconstruções (não restauros), que deita abaixo todo um passado para poderem realçar a sua ostentação e “poder” económico, mas descaraterizando a Terra que os viu nascer, crescer …as suas origens …

Blog 18 DSC09288_ms

.

Assim vai o Mundo

… apagando as suas referências em prol de um presente, igual a todos, em que a única referência é mostrar aos outros a sua “diferença” pela diferença e não pela sua identidade.

Logo Mário Silva 1

 

 

   🏤     🏘

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

 

 

Mário Silva 📷
19
Jun21

Tranquilidade - Águas Frias (Chaves) - Portugal


Mário Silva Mário Silva

Duas casas na aldeia de Águas Frias (Chaves) Portugal,

envoltas pela Natureza.

A tranquilidade é a palavra certa para definir a imagem

e a própria aldeia.

Blog 19 DSC09977_ms

.

TRANQUILIDADE

 

“Apenas desejo a tranquilidade e o descanso, que são os bens que os mais poderosos reis da terra não podem conceder a quem os não pode tomar pelas suas próprias mãos.”

René Descartes

 

“Não é a riqueza nem a pompa, mas a tranquilidade e a ocupação que dão felicidade.”

Thomas Jefferson

 

“Quem vive na tranquilidade, que seja mais ativo; quem vive na atividade deve encontrar tempo para descansar. Segue a natureza: ela te lembrará que fez o dia e a noite.”

Sêneca

 

“Não me prendo a nada que me defina. Sou companhia, mas posso ser solidão. Tranquilidade e inconstância, pedra e coração. Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono. Música alta e silêncio. Serei o que se quiser, mas só quando eu quiser. Não me limito, não sou cruel comigo! Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer… Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato. Ou toca, ou não toca.”

Clarice Lispector

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

 

Mário Silva 📷
30
Mai21

CASAS NOVAS NA ALDEIA - ÁGUAS FRIAS – CHAVES – PORTUGAL


Mário Silva Mário Silva

CASAS NOVAS NA ALDEIA

ÁGUAS FRIAS – CHAVES – PORTUGAL

.

Casas junto à estrada nacional, construídas de novo segundo os padrões de beleza e funcionalidade e contemporaneidade, dos seus proprietários e pertencentes à aldeia de Águas Frias - Chaves - Portugal

Blog 30 DSC06460_ms

.

“O importante não é a casa onde moramos, mas onde, em nós, a casa mora.”

Mia Couto

.

“Como os ninhos, que são a casa da ave, e que todos diferem consoante a ave que o fabricou e o habita, a casa do homem reproduz com fidelidade a vida, a ocupação, o carácter, o sentimento dos moradores. Toda a casa tem, como os donos, uma fisionomia especial, que as gerações lhe imprimiram.”

Carlos Malheiro Dia

.

“Se não quiser participar, tudo bem fique na sua: na sua casa, no seu canto, na sua respeitável solidão. Melhor uma ausência honesta do que uma presença desaforada.”

Martha Medeiros

.

“Lar é onde o coração está.”

Bono

.

“Uma casa é uma máquina para a gente morar dentro.”

Le Corbusier

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

 

Mário Silva 📷
26
Mai21

Casa na Aldeia - Águas Frias – Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

 

🏠🏠🏠🏠🏠🏠🏠🏠

.

Pela rua 1º de maio, no interior da aldeia transmontana de Águas Frias – Chaves – Portugal.

🏠🏠🏠🏠🏠🏠🏠🏠

.

CASA NA ALDEIA

Blog 26 DSC06910_ms

 

.

A casa da aldeia
É toda a casa
Uma casa no mundo
Que não pára nem por segundo
.
Terra com tantos extremos
Tanta alegria e pobreza
Tanta dor e riqueza
É desolação..
.
Que mundo inconsciente
É o que nos rodeia
Que nos mostra felicidade
No meio do ar tão ardente
.
Mas que ar esse?
Tão enfermo, tão iludido..
Tão endurecedor o ouvir da badalada
E o tempo a passar..
É nada!
.
Ele passa, passa..
É real, é imaginário..
Mas que sonho tão precário
Este mundo ao contrário
.
É uma terra desmedida
Sem paz ou qualquer raiz
Uma vontade esquecida
De sair e ser feliz.

.

Daniela Borges

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

 

Mário Silva 📷
14
Mai21

O TEMPO PASSA? NÃO PASSA - Águas Frias – Chaves – Portugal


Mário Silva Mário Silva

 

 

t             t             t

Descendo a rua de Nª Sr. Dos Prazeres, na aldeia transmontana de Águas Frias – Chaves – Portugal

t             t             t

Casas feitas com pedras de granito, “esculpidas” das fragas, para serem separadas e ficarem uma só … casa, depois talvez um lar …

Eram, foram e ainda são, casas … velhas.  

Não… velhas não. Antigas …

O tempo passa … mas a memória pode ser eterna.

t             t             t

 

O TEMPO PASSA? NÃO PASSA

Blog 14 DSC09424_ms

.

O tempo passa? Não passa
no abismo do coração.
Lá dentro, perdura a graça
do amor, florindo em canção.

.

O tempo nos aproxima
cada vez mais, nos reduz
a um só verso e uma rima
de mãos e olhos, na luz.

.

Não há tempo consumido
nem tempo a economizar.
O tempo é todo vestido
de amor e tempo de amar.

.

O meu tempo e o vosso,
transcendem qualquer medida.
Além do amor, não há nada,
amar é o sumo da vida.

.

São mitos de calendário
tanto o ontem como o agora,
e o teu aniversário
é um nascer toda a hora.

.

O amor, que brotou
do tempo, não tem idade,
pois só quem ama
escutou o apelo da eternidade.

.

                                                                                          Carlos Drummond de Andrade

 

.

.

Ver também:

https://www.facebook.com/mariofernando.silva.9803/

http://aguasfrias.blogs.sapo.pt

https://www.youtube.com/channel/UCH8jIgb8fOf9NRcqsTc3sBA...

https://twitter.com/MrioFernandoGo2

https://www.instagram.com/mario_silva_1957/

.

Mário Silva 📷

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Hora em PORTUGAL

Calendário

Fevereiro 2024

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Sigam-me

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.