Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ÁGUAS FRIAS - Chaves - Portugal

Pequena e bela aldeia do Concelho de Chaves

ÁGUAS FRIAS - Chaves - Portugal

Pequena e bela aldeia do Concelho de Chaves

Pequenas Gotas de Águas Frias

25
Jan20

Águas Frias (Chaves) - ... a tradicional matança do porco ...

Mário Silva ÁguasFrias

 

A TRADICIONAL MATANÇA DO PORCO

 

Águas Frias - ... a tradicional matança do porco ...

... a tradicional matança do porco ...

 

Gordo, gordinho, matulão, o porco chega ao terreiro, conduzido por aquele que havia de lhe pôr termo aos dias de ceva. Mirones, apesar do chuvisco frigidíssimo. Motivo para estar ali um garrafão encarapuçado por um púcaro de alumínio. «Vai um?» «Claro!» Dantes, já lá vão uns anitos, quando eu assistia ao ritual, reparava em um ou dois molhos de palha que se destinavam a faxucar o animalzinho; agora olho, com alguma nostalgia, para uma botija de gás. O fumo da palha tinha outro encanto, carregada que era de símbolos sacrificiais.

 

Águas Frias (Chaves) - ... uma vista "apertada" de uma parcela da Aldeia ...

... uma vista "apertada" de uma parcela da Aldeia ...

 

Um facalhão, tachos, um balde e a senhora ......., lesta, apesar da idade, a encher um regador no fontanário próximo. «Vamos a isto, rapazes» – voz de comando do senhor ....... que prende uma corda na boca do animal, segurando-a bem entre as duas queixadas. «E o banco? Traga o banco», diz a afanosa ........ «Qual banco, responde o dono. – Vai ser aí em cima do muro».

E eu a cismar: aquele bloco ancho de cantaria sempre tinha mais parecença com uma pedra de ara.

 «Espere aí: deixe-me beber mais uma pucarada» – voz de um rapazola que esfregou as beiças com as costas da mão.

Águas Frias - ... a lua entre os pinheiros ...

... a lua entre os pinheiros ...

 

O porco, desconfiado do sítio, tinha fossado uma borda de rango e leitugas, abrindo-lhe um sulco direito de sachola. Os cochilros que inundavam a parede espreitavam a cerimónia. Quatro homens aferraram-se ao colosso e foi então que o berreiro a sério começou. A proximidade do sacrifício é o melhor estímulo da sensibilidade.

Aguas Frias - ... levando a vaquinha para um melhor pasto ...

... levando a vaquinha para um melhor pasto ...

 

 

As mãos dos homens confundiram-se num momento com as da besta. A razão e a força. As queixas de um na ufania do outro. Sempre assim foi – pensaria uma leituga prostrada na lamiça. Ao tempo em que a senhora ........ aparava o sangue ainda vivo num tacho, frémitos de cozinha alegravam o coração dos circunstantes. Alguém voltara os olhos, quando o facalhão perfurou a peitaça do animal. «Ora, não sejas maricas» – teve de ouvir.

 

Águas Frias - ... os grelos floridos colorindo a visão da Aldeia ...

... os grelos floridos colorindo a visão da Aldeia ...

 

 

«Venha o maçarico, venha o maçarico». E o fogo acendeu júbilos novos nas sedas do ridente chacim. Amolecido com água quente, o couro foi raspadinho com lascas de pedra rugosa e, logo a seguir, pendurado na loja onde o tal maricas se pôs a farejar. Pudera! Já a senhora ........ descia com uma travessa de bolos de bacalhau e fatias de salpicão a dizerem «comei-me».

 

Águas Frias - ... um caçador e os seus cão (mas ão vislumbro caça nenhuma) ...

... um caçador e os seus cão (mas não vislumbro caça nenhuma) ...

 

 

Sape, gato – voz a ralhar a um ougado, porque o senhor magarefe ainda estava rec-rec com a alimária. Sape, gato – repetiu a patroa, ao descer novamente as escadas com um açafate de trigo de quartos numa mão e uma caçarola de sangue cozido com alho picado na outra. Já o tal se havia desougado, fazendo mão baixa à travessa.

 

Águas Frias - ... pela rua da Lampaça ...

... pela rua da Lampaça ...

 

 

Interim, ........ tinha aberto o formoso bestigo, de alto a baixo, e fazia a colheita do interior. Primeiro, as tripas, que encheram um balde; depois, a colada: fígado, pulmões e coração. Finalmente, os untos ou banha que, depois de atravessar três bilhardas à entrada da barriga, para efeito de arejamento, deixou a pingar de uma delas.

Águas Frias - ... Papa-moscas (comum)  Ficedula hypoleuca  Pied flycatcher ...

... Papa-moscas (comum) Ficedula hypoleuca Pied flycatcher ...

 

 

«Tens-me cá uma colada», ouvi uma mulher dizer ao tal que parecia maricas e que acabava de abichar uma rodela de salpicão. Vim a saber que o que ela queria dizer era que o outro era um mandrião. Comia e dormia. Como o porco. A gente riu-se. E, quando mestre .......... acabou de lavar as mãos, fiquei admirado por ele não meter à boca mais do que um bolo de bacalhau, recusando os pedaços quentinhos de sangue cozido – que para mim estavam uma delícia.

 

 


António Cabral [1931-2007] foi um poeta, ficcionista, cronista, ensaísta, dramaturgo, etnógrafo e divulgador da cultura popular portuguesa.
in: "Tradições populares"https://www.antoniocabral.com.pt/matanca-do-porco/   



 

 

Até breve !!!

 

 

 

 

18
Jan20

Águas Frias (Chaves) - ... Ontem o dia amanheceu sem cor, sem rumo e sem graça ...

Mário Silva ÁguasFrias

Ontem o dia amanheceu sem cor, sem rumo e sem graça.

O sol morno do inverno brilhava tão intensamente que chegava a incomodar os meus olhos cansados de enxergar um mundo que se esconde tão longe de mim.

Águas Frias (Chaves) - ... a água corre  com movimento lento e cadenciado pelos ribeiros ...

... a água corre com movimento lento e cadenciado pelos ribeiros ...

 

Meus pensamentos flutuavam no vazio e as minhas esperanças fugiram em revoada pelo céu.

Acordar no limiar da tristeza é como abrir as janelas da alma e ver um jardim soterrado pelos escombros do tempo.

 

Águas Frias (Chaves) - ... o branco da igreja matriz destacando-se por entre o castanho do arvoredo ...

... o branco da igreja matriz destacando-se por entre o castanho do arvoredo ...


A vida se paralisa quando sorrir se torna um fardo.

Ontem eu fui assim, mas eu me resignei por saber que eu já estive presente em dias melhores e piores também.

Viver é um risco que se corre aos pouquinhos.

Não adianta ter pressa e nem ficar esperando que novidades caiam do céu.

Águas Frias (Chaves) - ... a concha no alto do pórtico de Cimo de Vila (símbolo do Caminho de Santiago ?)

... a concha no alto do pórtico de Cimo de Vila (símbolo do Caminho de Santiago ?) ...

 

E, ao caminharmos nessa toada que acontece a deriva da nossa vontade, jamais viveremos um dia igual ao outro.

É inevitável que bons e maus momentos se alternem durante a nossa trajetória.

Mas, graças a Deus, se ontem as coisas não estiveram tão bem quanto eu desejei pra mim, hoje tenho pela frente a grande chance de mudar tudo e fazer do meu dia, um dia muito melhor de se viver.

Águas Frias (Chaves) - ... apoiados nos seus cajados, os pastores vigiando o rebanho de ovelhas ...

... apoiados nos seus cajados, os pastores vigiando o rebanho de ovelhas ...

 

Nem sempre tão doce, nem sempre tão amargo. O que pode nos inundar de esperança é a possibilidade permanente de podermos misturar um pouco dos prazeres e das dores que vivemos, para atingirmos uma medida ideal de alegria que possa nutrir as nossas vidas.

Ontem o dia amanheceu sem cor, sem rumo e sem graça...

Águas Frias (Chaves) - ... parcela da Aldeia por entre os grelos floridos ...

... parcela da Aldeia por entre os grelos floridos ...

 

Mas, apesar de qualquer contratempo que eu possa ter pela frente, sempre terei a oportunidade de poder dizer a mim mesmo que um dia triste é coisa que passa, mas a felicidade quando chega, chega cheia de vontade de parar as horas e se eternizar.

 

Renée Venâncio

in: https://www.pensador.com/poesia_sobre_o_inverno/2/ 

Águas Frias (Chaves) - ... pormenor da ex-capela de Nª Sª dos Prazeres ...

 

Até breve !!!

 

 

 

 

 

 

 

 

11
Jan20

Águas Frias (Chaves) ... Chove. Há Silêncio ...

Mário Silva ÁguasFrias

 

Chove.

Há Silêncio ....

 

Águas Frias (Chaves) - um "velho" puxador ... numa antiga porta ... ...

... um "velho" puxador ... numa antiga porta ...

 

"Chove. Há silêncio, porque a mesma chuva
Não faz ruído senão com sossego.
Chove. O céu dorme. Quando a alma é viúva
Do que não sabe, o sentimento é cego.
Chove. Meu ser (quem sou) renego..".

 

 

 

Aguas Frias (Chaves) - ... A cancela meio aberta ou ... meio fechada ...

... A cancela meio aberta ou ... meio fechada ...

 

Tão calma é a chuva que se solta no ar
(Nem parece de nuvens) que parece
Que não é chuva, mas um sussurrar
Que de si mesmo, ao sussurrar, se esquece.
Chove. Nada apetece...

 

Aguas Frias (Chaves) - ... um olhar restrito, para a Aldeia ...

... um olhar restrito, para a Aldeia ...

 

Não paira vento, não há céu que eu sinta.
Chove longínqua e indistintamente,
Como uma coisa certa que nos minta,
Como um grande desejo que nos mente.
Chove. Nada em mim sente...

 

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"

Aguas Frias (Chaves) - ... a fonte ... que já foi de muito valor para a Aldeia mas que só ficou na memória dos mais antigos, da sua importância e valor para a Aldeia de então ...

... a fonte ... que já foi de muito valor para a Aldeia mas que só ficou na memória dos mais antigos, da sua importância e valor para a Aldeia de antão ..

 

 

 

Dias de hibernar
 
Inverno: frio... Chuva...
Hora de resgatar cachecol, luva
Botas, casacos... Pura elegância!
E neste quesito, já tenho vivência.
Bom seria não ter que sair.

 

 

Aguas Frias (Chaves) - ... uma casa restaurada em cor vibrante ...

... uma casa restaurada ... em cor vibrante ...

 

Um café ou chá quentes
O escalda-pé ou aspirina
O inverno nos deixa dormentes
Apegados à cama, é sina.

 

Aguas Frias (Chaves) - ... o cordeiro e a Aldeia como fundo ...

... o cordeiro e a Aldeia como fundo ...

 

 

Ainda que o frio lá fora
Embace o vidro e a alma
O sereno fino cai e chora
A solidão da noite calma.

 

Aguas Frias (Chaves) - ... pôr do sol neste pequena, mas bela Aldeia transmontana ...

... pôr do sol neste pequena, mas bela Aldeia transmontana ...

 

 

No termômetro: grau negativo
O nevoeiro lá fora anuncia:
Não há nada mais convidativo
Que vinho em boa companhia.
 
Giancarlo Kind Schmid
 
 
 
 
Até breve !!!
 
 
 
 
 
 
 
22
Dez19

Águas Frias (Chaves) - ... Chegou o inverno ...faltam 2 dias para o Natal ... e 9 para o final deste ano ...

Mário Silva ÁguasFrias

 

Chegou o inverno ...

... faltam 2 dias para o Natal ... 

... e 9 para o final deste ano ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... o pote de 3 pés, em ferro, ao lume da lareira ...

... o pote de 3 pés, em ferro, ao lume da lareira ...

 

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... uma casa na Aldeia que já "viveu" o que tinha a "viver" ...

... uma casa na Aldeia que já "viveu" o que tinha a "viver" ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... um conjunto de fragas que já foi fonte e artisticamente composta numa altura em ainda haviam cantoneiros que tenham gosto em zelar pelas estradas e sua bermas ...

... um conjunto de fragas que já foi fonte e artisticamente composta numa altura em ainda haviam cantoneiros que tenham gosto em zelar pelas estradas e sua bermas ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... pela rua 1º de Maio ...

... pela rua 1º de Maio ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... vacas pastando e aproveitando a erva fresca que a chuva fez crescer ...

... vacas pastando e aproveitando a erva fresca que a chuva fez crescer ...

 

 

 

Até breve !!!

 

 

          

 

 

 

 

 

 

17
Nov19

Águas Frias (Chaves) - ... o outono avança e com ele chegam as chuvas, o "frio de rachar", o nevoeiro de manhã, as geadas à noite e até a neve já faz a sua aparição ... afinal, estamos em Trás-Os-Montes ...

Mário Silva ÁguasFrias

 

... o outono avança ...

e com ele chegam as chuvas;

a "água é fria"; 

o "frio de rachar";

o nevoeiro de manhã;

as geadas à noite;

e até a neve já faz a sua aparição ...

... afinal, estamos em Trás-Os-Montes ...

... e a lareira já está acesa !!!

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... depois de uma noite de geada, as folhas caídas transformaram-se em belas peças de "filigrana" de um branco cristalino ...

... depois de uma noite de geada, as folhas caídas transformaram-se

em belas peças de "filigrana" de um branco cristalino ...

 

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... o pastor levando, pelo braço, o cordeiro que tinha acabado de nascer ...

... o pastor levando, pelo braço, o cordeiro que tinha acabado de nascer , atrás do rebanho e ladeado dos seus fieis cães de guarda ...

 

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... o cogumelo que parece "brilhar" no meio da vegetação rasteira, ao final do dia ...

... o cogumelo que parece "brilhar" no meio da vegetação rasteira, ao final do dia ...

 

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... uma casa na Aldeia ...

... uma casa na Aldeia ...

 

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... mais uma vista para a Aldeia ...

... mais uma vista para a Aldeia ...

 

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... o castelo de Monforte de Rio Livre (monumento nacional), no alto da serra do Brunheiro, dominando a paisagem e fazendo-nos recuar na História ...

... o castelo de Monforte de Rio Livre (monumento nacional),

no alto da serra do Brunheiro, dominando a paisagem

e fazendo-nos recuar na História ...

 

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... uma casa na Aldeia ...

... uma casa na Aldeia ...

 

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... o cavalo comendo a sua refeição de erva fresca rodeado de arvoredo com tons outonais

... o cavalo comendo a sua refeição de erva fresca,

rodeado de arvoredo com tons outonais ...

 

 

Até breve !!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

26
Out19

Águas Frias (Chaves) - ... pequenos pormenores da "pequena mas bela Aldeia transmontana" ...

Mário Silva ÁguasFrias

 

  ... pequenos pormenores

da "pequena mas ...

 ... bela Aldeia transmontana" ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... o velho tanque (já substituido pela máquina de lavar), junto à entrada da porta ...

... o velho tanque de cimento (certamente, já substituido pela máquina de lavar), junto à entrada da porta da casa ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... ave em pleno voo ...

... ave em pleno voo, pelo ar puro da Aldeia ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... Cabaças ou abóboras ("Cucúrbita moschata"), prontas a ser colhidas ...

... Cabaças ou abóboras ("Cucúrbita moschata"),

prontas a ser colhidas ...

 

Água Frias (Chaves) - ... na conversa, descontraída, no "Café Russo" ...

... na conversa, descontraída, no "Café Russo"  (Quim Russo; Mito e Toninho "Charrua") ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... uma vista sobre uma parte da Aldeia, destacando-se a torre sineira da Igreja ....

... uma vista sobre uma parte da Aldeia, destacando-se

a torre sineira da Igreja ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... flor campestre - açafrão-bravo ("Crocus serotinus") ...

... flor campestre - açafrão-bravo ("Crocus serotinus") ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... altar lateral do Sagado Coração de Jesus, na Igreja matriz  ...

... altar lateral do Sagrado Coração de Jesus, na Igreja matriz ...

 

Águas Frias (Chaves) - ...um cogumelo comestível ("Macrolepiota procera"), roca, frade e outras designações ......

...um cogumelo comestível ("Macrolepiota procera"), roca, frade e outras designações ....

... também conhecido por diversas designações: roca, frade, púcara, pucarinha, para-sol, roque, roco, agasalho, gasalho, marifusa, tortulho, tratulho, trambulho, calcinha, santieiro, sentieiro, ...

 

 

Até breve !!!

 

 

 

 

 

02
Ago19

Águas Frias (Chaves) - Imagens com mais de 10 anos ... umas ainda atuais ... outras nem tanto ...

Mário Silva ÁguasFrias

 

Imagens com mais de 10 anos

... umas ainda atuais ...

outras nem tanto ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... casa na Aldeia, agora restaurada (fica para memória futura) ...

... casa na Aldeia, agora restaurada (fica para memória futura) ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... outra visão da Igreja Matriz ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... uma vista (parcial) da Aldeia ...

 ... uma vista (parcial) da Aldeia ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... Imagens em azulejo, no interior da escola, daqueles que beneméritamente deram o espaço e construiram a Escola ...

... Imagens em azulejo, no interior da escola, daqueles que beneméritamente deram o espaço e construiram a Escola

(Thereza de Contins Soares e Alfredo de Moraes Soares) ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... os gatitos ...

... os gatitos, escondidos, de cabeça de fora ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... uma casa na Aldeia na Rua da Paz ...

... uma casa na Aldeia, na Rua da Paz ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... a flor de cato e a abelha colhendo o seu alimento para fazer o saboroso mel ...

... a flor de cato e a abelha colhendo o seu alimento para fazer o saboroso mel ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... as "churrascadas " que se faziam com alguma frequência , em agosto, quando o parque de merenda envolvente ao Castelo de Monforte de Rio Livrre, ainda não estava ao abandono e era um local aprazível para convívio.  Agora  ... !

... as "churrascadas " que se faziam com alguma frequência , em agosto, quando o parque de merenda envolvente ao Castelo de Monforte de Rio Livre, ainda não estava ao abandono e era um local aprazível para convívio.

Agora ... !

 

Águas Frias (Chaves) - ... casa da Aldeia que já foi reconstruida (fica como memória futura) ...

... casa da Aldeia que já foi reconstruida

(mas fica como memória futura) ...

 

 

Até breve !!!

 

 

 

 

 

 

24
Jul19

Águas Frias (Chaves) - Alguns "pormenores" da Aldeia ...

Mário Silva ÁguasFrias

" ... pormenores da Aldeia ... "

 

Águas Frias (Chaves) - ... Pormenor do interior de uma flor ...

... pormenor do interior de uma flor ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... um "pedacito" da Aldeia ..."

... um "pedacito" da Aldeia ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... aves (_Pintarroxo - Carduelis cannabina) empoleiradas no ramo ...

... aves ( Pintarroxo - Carduelis cannabina) empoleiradas no ramo ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... um "resistente",  trabalhando as terras de trator ...

... um "residente, resistente", trabalhando as terras de trator ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... casas junto ao largo da igreja ...

... casas junto ao largo da igreja ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... a borboleta (Melanargia galathea) e as flores amarelas ...

... a borboleta (Melanargia galathea) e as flores amarelas ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... vitelo tomando o pequeno-almoço, diretamento do produtor ao consumidor ...

... vitelo tomando o pequeno-almoço,

diretamento do produtor ao consumidor ...

 

 

Águas Frias (Chaves) - ... o nasciment/crescimento de uma cabaça (abóbora) ...

... o nascimento/crescimento de um saboroso tomate ...

 

 

Até breve!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

14
Jul19

Águas Frias (Chaves) - 14 de julho - Dia Mundial da Liberdade de Pensamento ...

Mário Silva ÁguasFrias

14 de julho

Dia Mundial da Liberdade de Pensamento

 

Águas Frias (Chaves) - ... pelo meio dos campos ...               ...

... andando pelo meio dos campos ...

 

O Dia Mundial da Liberdade de Pensamento ocorre anualmente a 14 de julho.

A liberdade de pensamento é um direito consagrado pela Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU, adotada a 10 de dezembro de 1948. Segundo o artigo 18:

“Todo homem tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião; este direito inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou coletivamente, em público ou em particular”.

.

Ser livre para pensar é o expoente da liberdade individual.

Neste dia apela-se à reflexão sobre o significado de liberdade de pensamento e à extinção do fosso existente entre esta liberdade e a liberdade de expressão: entre os pensamentos interiores e as manifestações exteriores dessas visões pessoais.

O artigo 19 da mesma declaração refere:

Todo homem tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferências, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras”.

A data alude à Queda da Bastilha, que assinalou o início da Revolução Francesa.

Frases sobre a liberdade

  • “Só conheço uma liberdade, e essa é a liberdade do pensamento.” Antoine de Saint-Exupéry
  • “Quando não há, entre os homens, liberdade de pensamento, não há liberdade." Voltaire
  • “O pensamento é o ensaio da ação.” Sigmund Freud
  • “A maioria pensa com a sensibilidade, e eu sinto com o pensamento. Para o homem vulgar, sentir é viver e pensar é saber viver. Para mim, pensar é viver e sentir não é mais que o alimento de pensar.” Fernando Pessoa

In: https://www.calendarr.com/portugal/dia-mundial-da-liberdade-de-pensamento/

 

Águas Frias (Chaves) - ... a Noémia e o Henrique junto do seu café "Pires" ...

... a Noémia e o Henrique junto do seu mítico café "Pires" ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... cordeirinho branco e malhado de preto ...

... cordeirinho branco e malhado de preto ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... Uma jogatina de "sueca" na esplanada no café-restaurante "Russo" ...

... uma jogatina de "sueca" na esplanada no café-restaurante "Russo"...

 

Águas Frias (Chaves) - ... o Fernando fazendo "massa" na betoneira, para o restauro de uma casa ...

... o Fernando fazendo "massa" na betoneira, para o restauro de uma casa ...

 

Águas Frias (Chaves) - ... de enxada às costas indo para a horta ...

... de enxada às costas indo para a horta ...

 

Até breve !!!

 

 

 

.

 

29
Jun19

Águas Frias (Chaves) - …A lenda (imaginária) da aparição da imagem de S. Pedro (lenda de 29 de junho de 2019) …

Mário Silva ÁguasFrias

 

… A lenda (imaginária) da aparição da imagem de

S. Pedro

(lenda de 29 de junho de 2019)

 

Águas Frias (Chaves) - ... A lenda (imaginária) da aparição da imagem de S. Pedro (lenda de 29 de junho de 2019) … …A lenda (imaginária) da aparição da imagem de S. Pedro (lenda de 29 de junho de 2019) …

 

Estavamos em meados do séc. XVIII (não se podendo, com exatidão, saber o ano), quando num dia invernoso, chovendo, ventando e trovoando, como, até então não se tinha observado por estas Terras de Monforte. O Castelo de Monforte de Rio Livre, as ruínas do seu povoado e até a sua igreja, já abandonadas e em ruínas, pois as suas Gentes já tinham descido a encosta da serra do Brunheiro e instalaram-se na sua base, pois era um sítio mais abrigado, menos agreste às intempéries e terrenos mais férteis e produtivos. Como ia dizendo, o tempo tempestuoso invadiu com uma fúria as muralhas, castelo e tudo à sua volta, destruindo o pouco o que ainda restava … Passados uns tempos, a Povoação subiu, a pé e a cavalo, para ver a devastação do local onde tiveram a sua origem. Desolados, foram até às ruínas da igreja, onde ainda tinham ficado as imagens, pois ainda não tinham construído um outro lugar religioso, digno das ditas imagens...

Foi então que a sua desolação ainda ficou mais forte … nos restos das ruínas, faltava a imagem, talhada em madeira do seu Santo predileto, … a imagem de S. Pedro. Possivelmente, dizia-se, de orelha a orelha, que o S. Pedro, pescador de peixes e Homens, teria aproveitado as enxurradas e navegado pelo Rio Livre ou outro qualquer ribeiro e zangado pelo seu abandono, teria “navegado” para outras paragens. O Povo entristeceu e lagrimas iam caindo (mesmo os fortes homens, não deixaram escapar uma gota lacrimal, pelo canto do olho)…

Os anos foram passando e o episódio (como vai sendo hábito nos humanos), foi caindo no esquecimento….

….

Andava o Sr. Bernaldo Soares, pelos montes e vales, pois tinha a fama de ter o maior rebanho de cabras e ovelhas, de toda a Terra de Monforte, quando numa tarde de muito calor (estava-se no início do Verão), vendo que ele e os seus animais estavam a ficar afogueados, encaminhou-se para umas terras que viu carregada de árvores, dando a sombra desejada e sabia que por lá passava um ribeiro, que saciaria a sede dos seus estimados animais. Se assim pensou, assim o fez.

Deixou o seu extenso rebanho, comendo as tenras ervas da margem e bebericando a água que corria, ainda com alguma abundância (naquele tempo, nos ribeiros ainda corria água !!!).

 Sempre vigiando as suas cabras, cabritos, ovelhas e cordeiros, escolheu uma pequena fraga na beira do ribeiro, pois sentia a frescura da sobra das árvores e da água a correr. Ficou de olhar meio abstrato, deixando passar o Tempo …

Mas …. “O que é aquilo, no meio das ervas, junto à água?” – perguntou ele, a ele mesmo.

Não é fraga, … não é peixe … não é animal … !!!!!

De um só lanço, levantou-se e até empurrando uma cabrita que por ali pastava, dirigiu-se para o local da sua estranha visão.

Os seus arregalaram-se, queria fala, mas não conseguia, queria pegar-lhe, mas o seu corpo ficou imóvel … Mas … mas, é uma escultura em madeira pintada  … é uma imagem de um santo …

É o S. Pedro …

De repente, lembrou-se das histórias que os seus avós e pais lhe contavam ao serão …

Passado o momento de inação, passou para um momento de emoção e … mesmo deixando o seu rebanho sem guarda, correu até à Aldeia de Águas Frias, para contar o acontecido.

Lá chegando, mal conseguindo falar, levantou a imagem para um grupo de homens e mulheres que se juntavam no largo, junto à taberna.

Logo, a voz de um ancião, gritou: “É o Nosso S. Pedro, perdido …”

As vozes foram aumentando de volume: “S. Pedro, … S. Pedro, … S. Pedro”.

De entre todos um exclama, com devoção: “Vocês ainda não entenderam? Hoje é dia 29 de Junho. É Dia de S. Pedro. Ele voltou para Nós. !!!!

O Ancião, prometeu, ali mesmo que, como mais velho ficaria à sua guarda a imagem e que após as colheitas, todo o Povo daria uma parte do que cultivaram, para edificar uma igreja …

Uma grande igreja, em honra de S. Pedro, que seria o padroeiro de Águas Frias.

A igreja com o esforço de Todos os Aquafrigidenses (trabalharam mais terras para angariaram mais verbas para a edificação de uma grande e bela Igreja.

A Igreja, ainda hoje existe, e a imagem em madeira de S. Pedro, ainda hoje está no lugar do orago de Águas Frias, continuando a olhar para o seu Povo, que de novo o acolheu e deu um lugar de relevo como merecia.

“O Bom Filho à sua Casa torna.”

 

(lenda que poderá vir a ser …!!!, daqui a quinhentos anos, embora tenha sido escrita pela primeira vez, por mim, no dia de S. Pedro de 2019) – autoria de Mário Silva

 

Águas Frias (Chaves) - ... s. Pedro - orago da Aldeia (Igreja matriz)

“Sobre esta Pedra edificarei a Igreja”

Bom dia de S. Pedro

 

 

Até breve !!!