Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MÁRIO SILVA "navegando" em ... águas frias

MÁRIO SILVA "navegando" em ... águas frias

25
Mai20

Características e curiosidades sobre as andorinhas


Mário Silva Mário Silva

 

Características e curiosidades

sobre

as andorinhas:

As andorinhas são um grupo de aves da família Hirundinidae à qual pertencem cerca de 90 espécies diferentes.

  • Em Portugal são comuns 5 espécies de andorinhas:

Andorinha-das-chaminés (Hirundo rustica),

Andorinha-dos-beirais (Delichon urbicum),

Andorinha-das-barreiras (Riparia riparia),

Andorinha-dáurica (Cecropis daurica),

Andorinha-das-rochas (Ptyonoprogne rupestris).

  • As andorinhas podem percorrer mais de 10000 km em cada migração, sendo que por vezes percorrem 320 km num só dia.
  • Têm um sentido de orientação tão bom que após percorrerem tantos quilómetros, no ano seguinte conseguem voltar exatamente ao mesmo ninho caso este ainda exista.
  • Devido à boa relação entre humanos e andorinhas, estas geralmente fazem os seus ninhos nos beirais e chaminés das casas ou de outros edifícios construídos por humanos.

DSC00247_InPixio_ms

... ninho de Andorinha-dos-beirais (Delichon urbicum) com o pai, a mãe e outra ...

 

  • Em Portugal é ilegal remover ninhos de andorinha durante a época de reprodução.
  • Geralmente os machos escolhem o local de nidificação e atraem a fêmea através do canto, cor das penas e voo.

As andorinhas constroem os seus ninhos com diversos materiais como lama, plantas e saliva.

  • As andorinhas constroem os seus ninhos com diversos materiais como lama, plantas e saliva. O processo de construção do ninho pode envolver mais de 1000 viagens dos seus progenitores até terminarem a construção.
  • Novos casais de andorinhas podem utilizar ninhos que se encontrem vazios, por isso é importante que os ninhos antigos não sejam destruídos.
  • Depois de ter sido posto o ovo, este leva entre 10 e 21 dias para eclodir e cerca de 3 semanas para as crias saírem do ninho pela primeira vez.
  • Ambos os progenitores alimentam as suas crias até estes estarem prontos para sair do ninho.
  • As andorinhas são um símbolo de liberdade porque são incapazes de viver em cativeiro e apenas se reproduzem em estado selvagem.
  •  

Ver também: