Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MÁRIO SILVA "navegando" em ... águas frias

"Navegando" no Reino Maravilhoso por Terras de Monforte, especialmente na Aldeia de Águas Frias - Chaves - Trás-Os-Montes - PORTUGAL

MÁRIO SILVA "navegando" em ... águas frias

"Navegando" no Reino Maravilhoso por Terras de Monforte, especialmente na Aldeia de Águas Frias - Chaves - Trás-Os-Montes - PORTUGAL

Águas Frias - Janeiro 2021

05
Abr13

àguas Frias (Chaves) - Visita Pascal e ... a Pascoela


Mário Silva Mário Silva

 

 

Como sempre venho um pouco atrasado, nas notícias que ocorrem em Águas Frias, pois já se aproxima a Pascoela e vou deixar alguns registos dado "compasso" do Domingo de Páscoa.  ... mas é quando me é possivel....

 

 

Este ano o Domingo de Páscoa, em Águas Frias, teve como companhia o frio e a chuva.

Mas nem por isso, se deixou de se concretizar os costumes ancestrais que se comemoram neste dia.

Foi o caso da visita pascal, que nem a eminência de chuva travaram este costume cristão. Bem hajam os corajosos que com tempo pouco convidativo e até desagradável, se puseram a caminho e foram de casa em casa, fazer a visita pascal, vulgarmente conhecido por "Compasso".

 

 

 

"O Compasso Pascal é uma tradição cristã que consiste na visita casa a casa de uma paróquia (daqueles que a queiram receber) do Crucifixo de Cristo no dia de Páscoa para celebrar a sua Ressurreição.

 

 

 

 

Um pequeno grupo de paroquianos, com ou sem o seu pároco, liderados por um crucifixo que representa a presença de Jesus vivo, percorre várias casas de outros paroquianos que manifestem a sua vontade de receber a visita de Jesus Ressuscitado no dia de Páscoa. Em cada uma das casas, após uma bênção inicial, os habitantes da casa visitada beijam a cruz de Cristo como demonstração de adoração.

 

 

 

 

 

A esta tradição associaram-se diferentes formas de receber essa visita.

Ela é vista como uma forma de confraternização dos membros da comunidade paroquial com a oferta de de alimentos da quadra ou apenas uns minutos de repouso para o grupo itinerante.

 

 

 

 

 

É também comum ser aproveitada para oferta de donativos pecuniários à paróquia (para pagamento de eventuais direitos paroquiais)."

In: https://pt.wikipedia.org/wiki/Compasso_(P%C3%A1scoa)

 

 

 


 

 

 

Como se aproxima o Domingo de Pascoela deixo aqui um excerto que recolhi no livro “Festas e Tradições Portuguesas”, Vol. III, de Soledade Martinho Costa  - Ed. Círculo de Leitores

 

PASCOELA - ORIGENS E CELEBRAÇÕES

Ocorre sete dias depois da Páscoa, correspondendo ao domingo seguinte ao domingo de Páscoa, também denominado Dia da Misericórdia de Deus, oitava da Páscoa ou Quasímodo.

Estas duas últimas designações, embora ainda se usem, eram mais utilizadas antigamente, celebrando-se a oitava noutras liturgias importantes da Igreja, prática caída em desuso quando da reforma do calendário religioso após o Concílio do Vaticano II.

 

 

 

 

 

A Pascoela simboliza o prolongamento do próprio domingo de Páscoa, numa atitude festiva da Igreja e dos fiéis, podendo dizer-se que representa uma espécie de diminutivo da palavra Páscoa.

Recorde-se que o baptismo dos primeiros Cristãos adultos ocorria durante a Vigília Pascal, ritual que continua a manter-se, sendo a quadra da Páscoa a preferida desde os primórdios da religião cristã para se efectuarem os baptismos dos catecúmenos.

Daí, chamar-se também – conquanto não já oficialmente – ao domingo de Pascoela o domingo In Albis (domingo branco), devido ao facto dos catecúmenos utilizarem (como hoje) vestimentas brancas no acto do baptismo, celebrado depois, festivamente, por toda a semana que decorria desde o domingo de Páscoa ao domingo de Pascoela.

 

Nos dias actuais, à semelhança de outrora, os baptismos continuam a realizar-se por toda a semana que medeia estes dois domingos, embora, por tempos idos, apenas nesta época do ano a Igreja procedesse à imposição do baptismo. Hoje já assim não é, mas continua a verificar-se a preferência da quadra pascal para se efectuar o baptismo, sobretudo das crianças.

Na tradição popular, é durante a celebração da missa do Senhor no domingo de Pascoela – quando esta se realiza às três horas da tarde em ponto – que, «ao pedir-se uma graça, ela será atendida».

 

 

 
 
{#emotions_dlg.braga}
 
 
 
 
 
Mário Silva 📷

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Hora em PORTUGAL

Calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.