Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MÁRIO SILVA - Fotografia & Escrita

*** *** A realidade e a "minha realidade" em imagens e escrita

31
Ago23

Eu e a praia


Mário Silva Mário Silva

Eu e a praia
 

26 fotor

.
Na beira da praia eu me sinto bem
Seus sons me envolvem e meu coração se acalma
As ondas banham meus pés
O mar me envolve e me dá tranquilidade
.
Eu e a praia
Uma ligação que vai além
Mesmo com tudo à volta
É aqui que eu também me sinto bem
.
O sol se reflete na água
E as gaivotas voejam na sua rota
A melodia das ondas é o contraponto
Ao dourado que a areia me dá
.
Eu e a praia
Aqui eu me reconecto
Mesmo distantes almas
Sentem o mesmo efeito
.
Deixar o mundo de fora
E ouvir a natureza aqui
É o que me faz feliz
E me traz paz.
.
Poema & Fotografia: ©MárioSilva
.
Mário Silva 📷
29
Ago23

A libelinha


Mário Silva Mário Silva

A libelinha

10 DSC04414_ms

.

É um ser mágico,

Uma criatura de luz,

Que voa livre e leve,

Sobre a água e a terra.

.

Os seus olhos são grandes,

E os seus azuis são brilhantes,

Como as estrelas do céu,

Numa noite de verão.

.

A libelinha é um símbolo de transformação,

De esperança e renovação,

De um novo começo,

De uma nova vida.

.

Ela é um lembrete de que,

Mesmo quando as coisas estão difíceis,

Sempre há esperança,

Sempre há um novo começo.

.

A libelinha é uma criatura mágica,

Uma criatura de luz,

Que nos inspira a voar,

A sonhar,

A nunca desistir.

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
27
Ago23

Girassol – a flor gigante


Mário Silva Mário Silva

.

Girassol – a flor gigante

23 DSC00610_ms

Era uma vez, numa bela cidade mediterrânica, uma jovem chamada Rosalina.

A Rosalina era uma rapariga curiosa e aventureira, apaixonada pela natureza e pelo ar livre.

Um dia, enquanto explorava o campo, deparou-se com um grande campo de flores amarelas vibrantes.

Ficou maravilhada com as flores gigantes e depressa se apercebeu que não eram mais do que girassóis, as flores gigantes do Mediterrâneo.

Rosalina ficou encantada com a beleza e a majestade dos girassóis e passou o resto do dia a explorá-los e a admirá-los.

Aprendeu sobre as suas propriedades medicinais e as muitas formas de as utilizar em ramos e arranjos florais.

Ficou maravilhada com o seu tamanho, pois algumas das flores tinham entre dez e trinta centímetros de diâmetro, com os centros a atingir cinco a dez centímetros.

No final do dia, Rosalina tinha-se apaixonado pelos girassóis e jurou ter sempre alguns no seu jardim, para poder admirar a sua beleza e recordar o seu dia mágico no campo.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

 

Mário Silva 📷
22
Ago23

Afinal, o que é o amor?


Mário Silva Mário Silva

.

Afinal, o que é o amor?

22 DSC00526_ms

.

É uma canção que toca nosso coração,

É uma luz que ilumina nosso caminho,

É uma esperança que nos faz acreditar no amanhã.

.

É um sentimento que nos faz sentir vivos,

É uma força que nos move,

É uma energia que nos transforma.

.

É uma dádiva que devemos apreciar,

É um tesouro que devemos guardar,

É um presente que devemos compartilhar.

.

O amor é tudo isso e muito mais.

É a força mais poderosa do universo.

É o que nos conecta uns aos outros.

É o que nos torna humanos.

.

O amor é a resposta para tudo.

É a solução para todos os problemas.

É a chave para a felicidade.

.

Parabéns, Amor!!!

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
20
Ago23

A árvore seca, nua, ... morta


Mário Silva Mário Silva

A árvore seca, nua, ... morta

09 DSC04396-FotoPintura_ms

.

A árvore seca, nua, morta,

Que outrora foi cheia de vida,

Agora é apenas um tronco,

Um lembrete da passagem do tempo.

.

As folhas que outrora eram verdes,

Agora são marrons e secas,

E os frutos que outrora eram doces,

Agora são amargos e intragáveis.

.

Mas mesmo morta, a árvore ainda é bela,

Em sua própria maneira,

E seu tronco retorcido e seus galhos quebrados,

Ainda são um símbolo de força e resistência.

.

A árvore seca é um lembrete de que,

Mesmo em tempos difíceis,

A vida continua,

E que a primavera sempre segue o inverno.

.

A árvore seca é um símbolo de esperança,

De que mesmo quando tudo parece perdido,

Há sempre a possibilidade de novo começo.

.

A árvore seca é um lembrete de que,

Mesmo na morte,

Há beleza,

E que a vida sempre continua.

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
15
Ago23

Assunção de Nossa Senhora - imagem na igreja matriz de Águas Frias - Chaves - Portugal


Mário Silva Mário Silva

.

Assunção de Nossa Senhora

15 DSC09416_ms

.

A Assunção de Nossa Senhora, também conhecida como a Assunção de Maria, é uma das principais festas católicas que celebram a vida e a morte da Virgem Maria, mãe de Jesus Cristo. A festa da Assunção é comemorada em 15 de agosto de cada ano.

A crença na Assunção de Maria tem suas raízes na tradição cristã primitiva e foi formalmente definida como dogma de fé pela Igreja Católica em 1950, pelo Papa Pio XII, na bula apostólica "Munificentissimus Deus". De acordo com esse dogma, a Assunção de Maria significa que, no final de sua vida terrena, Maria foi elevada em corpo e alma ao céu, sem passar pela morte física comum a outros mortais.

No entanto, vale a pena notar que a Assunção de Maria é um tema de fé católica e não está explicitamente mencionado nas escrituras do Novo Testamento. A crença nesse evento é baseada principalmente na tradição, no ensinamento da Igreja e na piedade popular.

A festa da Assunção é celebrada com grande devoção por muitos católicos em todo o mundo. As celebrações podem incluir missas especiais, procissões, orações marianas e outros atos de devoção dedicados à Virgem Maria.

Além da Igreja Católica, algumas outras denominações cristãs também têm crenças relacionadas à Virgem Maria, mas os detalhes e a importância dessas crenças podem variar. É importante lembrar que as crenças e práticas religiosas podem diferir entre as diversas tradições cristãs.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
10
Ago23

Uma estória ficcionada sobre uma estranha alcachofra


Mário Silva Mário Silva

.

Uma estória ficcionada sobre uma estranha alcachofra

06 DSC04188_ms

.

Era uma vez uma estranha alcachofra que vivia no meio de um campo.

Ela era diferente das outras alcachofras, porque era muito maior e tinha espinhos mais longos. Os animais do campo tinham medo dela e não se aproximavam.

Um dia, um menino chamado João estava a brincar no campo quando viu a estranha alcachofra.

Ele nunca tinha visto nada igual e ficou curioso. Ele aproximou-se e falou com ela.

- Olá - disse João - Meu nome é João. O que é você?

- Eu sou uma alcachofra - disse ela - Eu sou diferente das outras alcachofras, porque sou muito maior e tenho espinhos mais longos.

- Eu sei - disse João - Eu nunca tinha visto uma alcachofra como você antes. Você é muito bonita.

A alcachofra sorriu.

- Obrigada - disse ela - Você é a primeira pessoa que não tem medo de mim.

João e a alcachofra tornaram-se amigos. Eles brincavam juntos todos os dias e a alcachofra não era mais tão solitária.

Um dia, um grupo de crianças estavam a brincar no campo quando viram a estranha alcachofra. Eles começaram a rir e a atirar pedras nela.

João ouviu o barulho e correu para ajudar a alcachofra. Ele gritou com as crianças para irem embora e as crianças correram assustadas.

João ajudou a alcachofra a se levantar e ela agradeceu.

- Você é um amigo muito bom - disse ela.

João sorriu.

- Eu estou feliz quando você está bem - disse ele.

João e a alcachofra continuaram a ser amigos e viveram felizes para sempre (até a alcachofra morrer de velhice).

.

Estória e Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
07
Ago23

A relação das flores nas escadas e varandas e o estado de espírito


Mário Silva Mário Silva

.

A relação das flores nas escadas e varandas

e o estado de espírito

04 DSC08088_ms

.

Nas aldeias de Trás-os-Montes, as flores ocupam um lugar significativo na cultura portuguesa.

Quase todas as casas destas aldeias transmontanas têm vasos adornados com flores nas suas escadas e varandas. Esta prática generalizada está profundamente enraizada nas tradições culturais, estéticas, preferências e expressão pessoal. A presença de flores contribui para criar uma atmosfera vibrante e colorida dentro dessas comunidades, promovendo uma sensação de tranquilidade, beleza e positividade entre os residentes.

A prevalência de flores nas aldeias transmontanas pode ser atribuída a vários fatores.

Em primeiro lugar, está enraizado na cultura portuguesa apreciar a beleza da natureza e incorporar elementos da natureza na vida diária. As flores servem como uma personificação deste apreço pelo mundo natural. Além disso, o aspeto visualmente agradável oferecido pelas flores adiciona charme à paisagem urbana da aldeia.

.

A investigação científica apoia a noção de que as flores têm um impacto positivo no estado de cada um, de bem-estar mental e emocional. Vários estudos encontraram “uma correlação entre a exposição a flores e melhoria do humor, redução dos níveis de estresse e aumento da sensação de felicidade.”

Portanto, pode-se inferir que a presença de flores nas aldeias transmontanas, podem contribuir para promover o bem-estar entre os residentes.

Além dos resultados da pesquisa científica, há também relatos anedóticos de moradores de como as flores influenciam positivamente o seu estado mental. Por exemplo, muitos moradores afirmam que estar cercado por belas flores eleva seus espíritos e os ajuda a encontrar consolo durante tempos difíceis. As flores são vistas como uma fonte de alegria e conforto dentro destes espaços unidos comunidades.

A preservação de tais tradições é essencial não só para o valor estético, mas também para o potencial benefício psicológico para os indivíduos que vivem nestas comunidades. Mantendo esta cultural prática de decorar casas com vasos cheios de flores recém-cortadas ou vasos de plantas em escadas ou varandas, os moradores continuam a criar um ambiente de beleza e positividade.

A prática contribui para melhorar o bem-estar individual e a coesão da comunidade.

.

Texto & Fotografia: ©MárioSilva

.

Mário Silva 📷
02
Ago23

"Pôr do Sol por detrás das montanhas"


Mário Silva Mário Silva

.

"Pôr do Sol por detrás das montanhas"

26 DSC08712_ms

.

O sol se põe por detrás das montanhas

E o mundo se enche de cores e de luz

O céu se incendeia com tons de laranja e rosa

E a natureza se despede em um adeus

.

As sombras se alongam e se estendem

E a vida se aquieta em contemplação

O ar se enche de um silêncio sagrado

E a alma se eleva em meditação

.

O pôr do sol por detrás das montanhas

É um espetáculo de paz e de beleza

Que nos lembra a fugacidade da vida

E a importância de viver com nobreza

.

Que nos ensina a valorizar cada instante

E a amar cada ser que nos rodeia

Que nos mostra o caminho da humildade

E nos guia para a eterna aldeia

.

Por isso, quando o sol se põe por detrás das montanhas

Devemos agradecer pela vida e pela luz

E seguir adiante com a certeza de que a beleza

Está em cada momento, em cada amor, em cada cruz.

.

Poema & Fotografia: ©MárioSilva

.

 

Mário Silva 📷

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Hora em PORTUGAL

Calendário

Agosto 2023

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Sigam-me

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.