Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MÁRIO SILVA "navegando" em ... águas frias

"Navegando" no Reino Maravilhoso por Terras de Monforte, especialmente na Aldeia de Águas Frias - Chaves - Trás-Os-Montes - PORTUGAL

MÁRIO SILVA "navegando" em ... águas frias

"Navegando" no Reino Maravilhoso por Terras de Monforte, especialmente na Aldeia de Águas Frias - Chaves - Trás-Os-Montes - PORTUGAL

16
Ago08

Águas Frias (Chaves) - Festa de S. Pedro (2.º dia)


Mário Silva Mário Silva

 

O segundo dia de festa de Águas Frias teve dois momentos distintos:
A tarde foi dedicada aos jogos tradicionais.
A noite a um arraial dançante.
Logo após o almoço já se começavam a ver os preparativos para os jogos.
Um alto…oooo amieiro tinha sido cortado e descascado.
 
 
Davam-se os últimos retoques para que o tronco ficasse liso e finalmente o pudessem ensebar, tornando-o escorregadio.
Tarefa nada fácil foi colocá-lo na posição vertical, que só foi possível com a ajuda de uma máquina retroescavadora e a força braçal dos musculados homens da aldeia.
 
 
 
 
 
Organizavam-se os materiais para os jogos, delimitavam-se os espaços, verificavam-se as inscrições …
… Tudo estava a preparado.
 
As pessoas dirigiam-se, em pequenos grupos, ao recreio da escola, local onde iriam decorrer os jogos tradicionais.
 
 
Crianças, jovens, adultos (homens e mulheres), menos jovens …
Foi-se construindo uma bela moldura humana, pronta a participar … ou apoiar.
O primeiro jogo tradicional foi dedicado aos mais novos:
 
 
O Jogo a Cabra-Cega
Foi-lhes vendado os olhos e com um pau teriam que acertar em balões coloridos previamente pendurados. Parece tarefa fácil, ….mas, … o pau lá se agitava no ar, umas vezes longe, outras a raspar nos balões sem os rebentar, outras vezes quase acertando no concorrente do lado,…. mas após alguma insistência, alguém conseguia rebentar o balão que, cheio de farinha, ia-se espalhando pelo(s) participante(s), tornando hilariante o jogo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

Vários grupos de crianças e jovens participaram, sendo largamente incitados por todos (e eram muitos) os que assistiam.

 

Todos pareciam vibrar com o jogo e ouviam-se comentários descrevendo os jogos de cabra-cega da sua meninice.
Outro jogo surgiu de seguida. Este já dedicado às senhoras:
 
 
O Jogo dos Cântaros
Este jogo na sua versão original consistia em correr (as mulheres) com um cântaro de barro à cabeça e cheio de água. Claro que ganharia quem chegasse primeiro à meta com o cântaro intacto. Como há falta de cântaros recorreu-se ao espírito original mas substituindo o cântaro por um tacho cheio de água.
Antigamente, as mulheres usavam uma rodilha (pedaço de pano enrodilhado em forma de pequena coroa que colocavam na cabeça para um melhor equilíbrio do cântaro). Hoje tal utensílio entrou em completo desuso e as mulheres concorrentes colocaram a panela directamente sobre a cabeça.
 

Mas começaram a dar as primeiras passadas, a água dos tachos ia transbordando, escorrendo a água desde a cabeça aos pés. Mas nada disso as impediu de correr cada vez mais até à meta. Chegaram encharcadas, mas sorridentes, até porque um pouco de água fresca se agradecia nesta tarde escaldante de estio.

 

 

 

 

 

 

Foi um recriar de mais um jogo popular que tanto alegrou as concorrentes como todos os que alegremente as incentivavam. Havia um sorriso franco e aberto nos rostos de todos.
Depois de mais este jogo, um outro se preparava:
 
 
A corrida de sacos
Este é um jogo tradicional e muito popular. Quem não se lembra dele?
É um jogo simples, como quase todos os jogos tradicionais e cujo material não era difícil de arranjar – um simples saco, de serapilheira, que se utilizavam para guardar as batatas. As regras também são simples: enfiam-se as pernas dentro do saco, agarra-se na borda do saco, ao nível da cintura e … depois é só saltar a pés juntos até à meta.
 
 
 
Muitos foram os participantes, desde aqueles que quiseram reviver os tempos passados até aos mais novos que pela primeira vez quiseram tentar como era.
 
Tudo parece simples, até começar a corrida. É necessário uma boa coordenação, porque senão … rabo no chão. Toca a levantar, agarrar no saco e aos saltinhos chegar à meta.
 

 

 

 

 

Depois de alguns “tombos”, todos chegaram à meta. Pelo que me foi dado observar, todos ficaram com vontade de repetir (jovens e menos jovens).
Afinal, nem todos os jogos interessantes têm que ser de computador.
Mas, ainda não se ficou por aqui, … mais jogos estavam para ser “disputados/partilhados”, mas, como a descrição já vai longa, ficarão para o próximo "post".
Serei breve....
Até já .... claro em ÁGUAS FRIAS.
 
 
Mário Silva 📷

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Hora em PORTUGAL

Calendário

Agosto 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Sigam-me

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.