Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Águas Frias

Pequena e bela aldeia do Concelho de Chaves

Águas Frias

Pequena e bela aldeia do Concelho de Chaves

Pequenas Gotas de Águas Frias

28
Abr07

Águas Frias (Chaves) - Cerejeiras em flor

Mário Silva ÁguasFrias

Durante o mês de Abril Águas Frias é pincelada de cores.

As árvores de fruto renascem da sua letargia e prendam-nos com o alegre colorido das suas flores.

De entre todas as variadas árvores de fruto destaco a cerejeira, pois a alvura das suas flores contrasta com o verde escuro da folhagem, o castanho dos terrenos lavrados e o cinzento das casas graníticas.

 

As cerejeiras

                                  

                                   Acordar, ser na manhã de Abril
                                   a brancura desta cerejeira;
                                   arder das folhas à raiz,
                                   dar versos ou florir desta maneira.


                                   Abrir os braços, acolher nos ramos
                                   o vento, a luz, ou o que quer que seja; 
                                   sentir o tempo, fibra a fibra, 
                                   a tecer o coração de uma cereja.

 


Eugénio de Andrade, "As mãos e os frutos" (1948)

25
Abr07

Águas Frias (Chaves) - Rua da Paz

Mário Silva ÁguasFrias

 

Rua da Paz

 

A Rua da Paz é uma rua estreita, situada no coração da Aldeia, caracterizada pela manutenção das suas linhas ancestrais.

O nome, Paz, e a rua são uma osmose perfeita.

A rua pela suas  dimensões e sem saída não permitem o trânsito de carros e mesmo a passagem de pessoas é reduzida, pois tem apenas uma única família residente.

É uma rua que me transmite calma, tranquilidade, saudade, liberdade e Paz,...

 

Associando o nome desta rua com a data que hoje se comemora (33 anos após a Revolução dos Cravos - dia da Liberdade), aqui vos deixo este pequeno poema.

 

 

 

          Aqui nesta rua onde 
          Não há nenhum vestígio de “impureza”,
          Aqui onde há somente
          silêncio ribombando ininterruptamente,
          Puro espaço e lúcida unidade,
          Aqui o tempo apaixonadamente 
          Encontra a própria liberdade.


Adaptação do poema "Liberdade" de Sophia de Mello Breyner Andersen

 

 

21
Abr07

Águas Frias (Chaves) - O cavalo e o Castelo

Mário Silva ÁguasFrias

 

O Cavalo e o Castelo

 

“Cavalo de madeira” da minha infância que cavalgava, cavalgava sem sair do seu lugar.
“O cavalo de Tróia” de que via no compêndio de História. - hoje já ninguém diz "compêndio" (…como as palavras envelhecem connosco!....)
“Pégaso”, aquele cavalo alado que poderia levar-nos a viajar pelas nuvens.
“As corridas de cavalos” de Dégas. Tão vivos, tão galantes ….
“Os cavalos do Partenon” (Centauros e as Amazonas) que afinal vivem aprisionados em Museus.
“Os cavalos também se abatem” - filme que nos pôs a pensar sobre quem abate e quem se deixa abater.
“O cavalo à solta” - a canção que empolgou quem se sentia num País à rédea.

”O Cavalo e o Castelo” que poderia ser o título de um filme, canção, conto,……
mas afinal, não é mais que uma simples ilustração de Águas Frias.

 

19
Abr07

Águas Frias (Chaves) - vista do Largo da Igreja

Mário Silva ÁguasFrias

Águas Frias vista do Largo da Igreja

 

 

O Largo da Igreja é um lugar amplo, onde é tradição, grande parte da população, depois da missa dominical se reunir em pequenos grupos, aproveitando o momento de reencontro, para "cavaquear" um pouco.

É o momento ideal para a troca de impressões e ideias, falando-se de tudo: das plantações, do tempo, do que se vai fazer para o almoço, do que se fez durante a semana, do amigo doente, ... Afinal, de tudo e de todos um pouco ...

 

Este é um lugar muito aprazível e de onde podemos observar, dominando o horizonte, o Castelo de Monforte do Rio Livre.

 

 

 

14
Abr07

Águas Frias (Chaves) - vista parcial

Mário Silva ÁguasFrias

 

Águas Frias - vista parcial

 

A luz primaveril e o branco das cerejeiras em flor dão um enquadramento bucólico a esta vista parcial da aldeia de Águas Frias.

Esta antiquíssima aldeia tem vindo, ao longo dos tempos  e fruto da "civilização" a sofrer algumas alterações arquitectónicas à sua traça original, sendo hoje uma mescla de construções, onde ainda vai predominando as que mantêm as suas características originárias, outras que foram reconstruídas e ainda outras edificadas de novo .

Mas ... o seu conjunto torna-a, no entanto, numa harmoniosa e  belíssima terra transmontana...

09
Abr07

Águas Frias (Chaves) - O Folar da Páscoa

Mário Silva ÁguasFrias

Desde tempos remotos que os habitantes de Águas Frias se empenham na transformação de simples ingredientes na saborosa iguaria que é o "Folar".

Muitas regiões fazem de facto "um folar" mas é, na região de Chaves e em particular nesta aldeia, que se confecciona O FOLAR".

Deve-se esta particularidade:

- à mestria, na escolha das carnes (o porco criado sem rações) e aos ovos de galinhas caseiras;

- ao modo de partir, em pequenos pedaços das linguiças, salpicões, presunto e da carne gorda;

- à selecção da melhor farinha;

- ao modo como se aquece o forno, doseando, como só a sabedoria popularsabe, a temperatura ideal para a cozedura perfeita;

- e, sobretudo às mãos que, com movimentos enérgicos e ritmados amassam e dão forma ao "folar";

Agora espera-se que a massa "levede" para que se possa enfornar.

O tempo de cozedura é outro saber que estas gentes têm.

Com a ajuda da pá retiram-se os "folares", depositamdo-os, com carinho sobre um pano de uma alvura e limpeza irrepreensíveis.

 

Agora ... o olhar aguça-se ... o cheiro convida ... só falta dar oportunidade ao paladar. 

05
Abr07

Águas Frias (Chaves) - Páscoa

Mário Silva ÁguasFrias

 

Águas Frias florida

 

Com a chegada da Primavera (que já começou no dia 21 do mês passado), Águas Frias torna-se uma aldeia, ainda mais bela. As árvores de fruto florescem, os campos tornam-se mais verdes e o harmónico chilrear dos pássaros dão musicalidade a esta pacata e bucólica aldeia.
Este quase silêncio é interrompido com a época da Páscoa. A Aldeia enche-se de gente. Voltam os “filhos da Terra” para visitarem os familiares; voltam os que escolheram esta Terra para passarem um fim-de-semana prolongado, mais calmo e longe do bulício das cidades; voltam os que procuram reencontrar-se com os amigos; voltam todos os que gostam deste pedaço de Terra transmontana.
Na semana da Páscoa, Águas Frias retransforma-se e parece que tal como a Natureza, revitaliza-se e renasce. É um “corre-corre”:
- para se fazerem as limpezas às casas, preparando-se para receber condignamente o “compasso”;
- prepara-se/aquece-se o forno; cortam-se as carnes; amassa-se a farinha, ovos, sal, fermento; deixa-se levedar; enforna-se; espera-se que coza e finalmente tira-se o saboroso “folar” da Páscoa (Hummmm, só de escrever, sinto o odor do folar quente e um leve crescer de “água na boca” …).
- prepara-se novamente o forno para assar o cabrito para o Domingo…

Tanta azáfama … mas, passado o Domingo de Páscoa, em Águas Frias, tudo volta à calma, .. sossego, … e quietude.

Para Todos os que vivem ou gostam de Águas Frias, os meus sinceros votos de uma BOA PÁSCOA.

Mais sobre mim

foto do autor

LUMBUDUS

blog-logo

Visitas a Águas Frias

free web counter

Calendário

O Tempo em Águas Frias

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

XIII Encontro Blogosfoera Flaviense e Fotógrafos 2010 - Castelo de Monforte do Rio Livre


XIII Encontro de Blogues - Águas Frias - free slideshow maker

subscrever feeds