Pequenas Gotas de Águas Frias


Águas Frias - making a free slideshow
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

Águas Frias (Chaves) - Era uma vez uma casa só ...

 

Procurando fotos para colocar neste espaço, sobre a aldeia de Águas Frias, verifiquei que em muitas delas apareciam casas que por falta de ocupação, se encontravam em estado avançado de degradação. Embora essas imagens nem sempre sejam as mais esteticamente agradáveis para o observador, elas representam um Passado e Vida da aldeia e, certamente, têm uma História repleta de estórias para contar.

Como não conheço as suas verdadeiras histórias, vou tomar a liberdade de contar uma história imaginária de uma casa imaginária, que bem poderia ser a de uma qualquer casa inabitada de Águas Frias ou de outra qualquer aldeia de interior destas terras a trás-dos-montes plantada.

***

 Nota: As fotos que acompanham a história servem somente como ilustração e serviram tão somente de inspiração, não correspondendo necessariamente ao conteúdo da história (imaginária ??)

***

Era uma vez uma casa, … uma casa agora velha, usada, marcada pelo passar tempo, pela vida dos que lá viveram, … uma casa levantada, pedra a pedra, com o esforço e suor, que se foi acomodando consoante as necessidades das pessoas que nela habitaram.

Hoje, a casa está só (embora no meio de muitas outras … ora como ela  … ora exaustas pelo rigor dos tempos e se deixaram abater … ora metamorfoseando-se pelas novas técnicas, dando-lhes a dignidade que merecem ou escondendo as suas origens e tentando “civilizá-las” com materiais que as deixam com ar estupefacto….

 

 

Ela sente-se só … vazia, mas …com milhares de sonhos daqueles que lá dormiram nos seus quartos …que correram nos seus corredores, que se inebriaram nas suas adegas … que correram nos seus corredores … que cruzaram as suas portas …que observaram o “acontecer o mundo” através das suas janelas …

Casa que foi, em tempos que já lá vão, o centro de tudo (para quem lá viveu).

Hoje, … está só …

…mas foi durante décadas, um projecto de vida, o centro da existência de tantas pessoas, de tantas gerações.

…foi o íman aglutinador da família …

 

A casa que rejubilou com os nascimentos, sofreu com as maleitas, chorou com as mortes, fomentou amores, e até …

 

A casa, agora, foi abandonada do riso das crianças, que corriam pelos corredores, no jogo da apanhada ou fazendo traquinices aos irmãos …

 

A casa é agora apenas uma ténue ideia do que foi no passado.

 

 

A casa é hoje uma névoa onde habitam fantasmas, uma ruína curvada pelo peso de vidas passadas, uma história contada nas rugas dos materiais que se vergam e caem … no pó.

 

Sob a mantilha desse passado está a vida silenciosa desse espaço que não fala por palavras nem por gestos, mas pelo passar dos dias e dos anos.

 

A casa é todo um universo. A casa é toda a ideia que se fez dela, as estórias que se contaram de uns para outros, de tempo para tempo.

Foi e é, todo um desejo de eternidade, cravado no granito das suas paredes …

Hoje a casa está só, … sem ninguém, … vazia de si mesma e vergada pelas emoções, afectos, vivências que silenciosamente partilhou.

 

 

Afinal, o que fica das coisas sem vidas que as habitem?

 

Somente pedras …, que apesar de serem somente matéria inanimada, podem mostrar-nos toda uma Vida.

 


publicado por ÁguasFrias às 23:20
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
3 comentários:
De riolivre a 30 de Setembro de 2007 às 00:11
Que dizer? - Que belo texto!
Que acrescentar? - Que já eu próprio conheci a casa da primeira fotografia desabitada no seu andar superior, já que o rés-do-chão serviu, durante muitos anos, de adega ao Ti Ernesto.
Ah!, e que mereces um enorme abraço e o meu eterno agradecimento por continuares, com muito brilho, a tratar tão bem a nossa aldeia.


De Tupamaro a 30 de Setembro de 2007 às 13:36
Sorrateiros, chegámo-nos à janela, onde a Aninhas “estoirava” testos e panelas a festejar o Ano Novo, e, por ela, espreitar o quadro pintado com delícias de prosa e encantos de fotografia, que periodicamente nos oferece o (sr.) “prófe” Mário.

Deslumbrados, ficámos com aquele ar de estupefacção intrigada sempre que nos deparamos com obras de arte a suscitar-nos turbilhões de sentimentos e emoções.

É o fascínio da História a colocar-nos perante a nossa condição humana.

Hoje, balançamos numa complicada hesitação confusa para darmos conta se é o texto a falar-nos dos «retratos», ou se são estes a sussurrar-nos a melodia da história e a murmurar-nos os seus segredos.

ÁGUAS FRIAS tem a sorte de ter dois paladinos virtuosos na letra e no sentimento.

E até nos apetece «roubar»:

- “””en un lugar de la Mancha de Rio Livre, non ha mucho tiempo que vivian DOS hidalgos de los de lanza poética y de pasión «rinconera»”””.

Saudações desaTinadas

Tupamaro


De Ausente a 1 de Outubro de 2007 às 14:15
www.panoramio.com/user/883056&comments_page=1&photos_page=1


Comentar post

mais sobre mim

Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


LUMBUDUS

blog-logo

Visitantes de Águas Frias

O Tempo em Águas Frias

Visitas por países


contador de visitas

Águas Frias pelo Mundo

Locations of Site Visitors

Por onde anda Águas Frias

tags

todas as tags

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

pesquisar

 

links

XIII Encontro Blogosfoera Flaviense e Fotógrafos 2010 - Castelo de Monforte do Rio Livre


XIII Encontro de Blogues - Águas Frias - free slideshow maker
blogs SAPO

subscrever feeds