Pequenas Gotas de Águas Frias


Águas Frias - making a free slideshow
Quinta-feira, 22 de Maio de 2008

Águas Frias (Chaves) - Percorrendo a Freguesia (II) - Sobreira

 .

… Depois de termos deixado Assureiras e tomando “a estrada 541-1, seguindo a placa que indica as Aldeias de Avelelas e Sobreira (a placa indica incorrectamente o nome de Assobreiras).
.
 
 .
A subida é sinuosa. Mas a paisagem que se vislumbra é fabulosa. O melhor será parar a meio e deliciar-se com uma visão deslumbrante das aldeias em redor e até serras galegas”. Outra visão que encontrará será a do Castelo de Monforte do Rio Livre que na altura estava rodeado de gestas brancas, qual “neve” branca em dia solarengo.
 .
.
Depois da subida, encontramos um cruzamento e, seguindo a placa “Sobreira”, viramos à direita, pela estrada municipal 1059. Mesmo antes de entrar na Aldeia fiquei maravilhado com a paisagem de planalto e com os terrenos bem trabalhados com extensas terras de centeio que balouçavam ao ritmo da aragem um pouco fresca.
 .
.
Ao longo a rua principal encontrei casas de construção recente.
 .
.
Parei no largo da igreja e ...
 .
.
... embrenhei-me pelo núcleo da Aldeia.
 .
.
Encontrei recantos belíssimos embora com muitas casas em estado de abandono em contraste com casas renovadas e com habitações construídas de raiz, em especial nas extremidades da Aldeia.
 .
.
A parte central da Aldeia, com as suas ruas estreitas, traz-nos um encanto em cada esquina, em que o granito das suas paredes transparece todas as características de Aldeia rural de montanha.
 .
.
Pelo que me apercebi os residentes (resistentes) são cada vez menos e com cada vez menos crianças e jovens, sendo a população envelhecida. Esta evidência é notória quando vemos o edifício da escola primária em abandono, em que o lugar onde outrora corriam e brincavam crianças está agora ocupado por ervas daninhas.
 .
.
Em contraste com esta realidade, as poucas pessoas que encontrei e que fui abordando, foram de uma gentileza que me sensibilizou, já que ali eu era um perfeito desconhecido.
.
Fiquei encantado com a Aldeia da Sobreira e com as suas Gentes.
 .
.
O nome da Aldeia, sempre me intrigou, já que aparece de diferentes grafias: Sobreira; Assobreira ou Assobreiras. As pessoas que abordei e questionadas sobre a verdadeira denominação, todas elas me afirmaram peremptoriamente que sempre a conheceram como sendo Sobreira e que a placa que se encontra nas Assureiras estava errada. Sobre o assunto, logo que me seja possível, investigarei um pouco mais. Assim, fica a dúvida. Sobreira, Assobreira ou Assobreiras? Uma coisa é certa, devia haver uma uniformização da denominação nas placas identificativas.
 .
Voltei, para trás, pela mesma estrada. Ainda parei, para mais uma vez observar a Aldeia de Sobreira e quanto se enquadrava na paisagem. E pensando … voltarei muito brevemente.
 .
.
Segui até ao cruzamento e virei à esquerda, retomando novamente a estrada municipal 514-1 que me levaria até …
.
.

publicado por ÁguasFrias às 10:00
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
7 comentários:
De riolivre a 22 de Maio de 2008 às 15:51
Há sítios que, por muito próximos que estejam de nós, acabam por não deixar de serem distantes. Sobreira é exactamente um desses locais que conheço quase desde que nasci, que vislumbro, à distância, desde a zona de S. Julião, sempre que me desloco a Chaves, de que passo muito perto se me dirijo a Águas Frias pela estrada de Oucidres, onde tenho amigos e, finalmente, onde não vou, se a memória não me falha, desde as eleições de 1979 (ou 83?).
Aí não existiam essa construções que agora lhe dão um pequeno tom de modernidade, mas que também nos indicam como a emigração tem sido a única forma de sobrevivência dessa gente. Os resistentes, como tu lhe chamas, já devem ser muito poucos. Ainda assim, honra lhes seja feita por essa tenacidade bem característica das gentes transmontanas.
Um abraço, Mário.
Tino


De triciclo mágico a 23 de Maio de 2008 às 12:52
Eu não conheço estas localidades. Confesso até que conheço mal a profundidade dos locais em Trás-os-Montes. Mas este blog é um lugar que nos motiva a lá ir e a entranharmo-nos nas paisagens e nas ruelas das suas aldeias.
Este é um blog que se nota que é feito com paixão e como tudo que é feito com paixão, corre o risco de ser muito bem feito. É o caso, porque também há engenho em quem o faz. Parabéns, também, pelas fotografias.


De riolivre a 23 de Maio de 2008 às 16:15
Olá Mário!
Como sou um tipo muito chato cá estou, novamente, a tomar um pouco do teu tempo. É que eu queria voltar à questão do topónimo do teu excelente (como sempre) post sobre esta aldeia do planalto de Monforte. Penso que já teria, no post anterior, dado uma nota sobre o assunto. Ainda assim, porque constatei que, com a ida à lodalidade, terás ficado ainda mais baralhado e por pensar que podia, dentro dos modestos conhecimentos que vou acumulando sobre a freguesia, ajudara esclarecer, aqui fica aquilo que eu sei:
1. A designação que o Instituto de Estradas colocou na placa é, efectivamente, errada.
2. Assobreira é a designação que aparece em muitos documentos camarários, naturalmente com bastantes anos, e que muita gente ainda usa, sobretudo na oralidade.
4. Documento de 1796 (in "Trás-os-Montes nos finais do século XIII, página 607) na referência que faz aos lugares do concelho de Monforte de Rio Livre chama, à localidade em apreço, Açobreira.
5. O topónimo terá evoluído, entretanto, para Sobreira.
Um grande abraço.
Tino


De Anónimo a 23 de Maio de 2008 às 22:51
Prabéns pelo post! Adorei a maneira como descreve a visita à Sobreira.
Vou contar como foi na única vez em que a visitei. Num dia de Agosto de 2005, vim de bicicleta por Oucidres. Ao chegar, não conseguia encontrar saída para a estrada nacional. Uma senhora residente na Sobreira perguntou-me quis saber de onde eu vinha e ficou admirada quando lhe respondi que tinha saído de Travancas. Perguntei-lhe como podia voltar para a estrada nacional e ela disse que havia um caminho, mas ia dar muito abaixo, para perto de Faiões. Então tive de voltar para trás e seguir para as Assureiras...a descer, claro!! O Carlos Lopes consegue subi-la e percorrer grandes distâncias. Eu sinto-me feliz por ter ido à Sobreira e voltado para Travancas e poder fazer percursos de distância e dificuldade semelhantes. (Santo António de Monforte, nem pensar!!) A estrada tem uma vista maravilhosa e é pena não ser capaz de identificar as aldeias que se vêem ao longe. Identifico aquelas por onde passei: Dadim, Bolideira, Bobadela, Vilar de Izeu, Oucidres, Avelelas, Sobreda.
Um abraço
Cláudia


De vicente a 6 de Julho de 2008 às 13:54
pois é assim mesmo, como é bom vermos este cantinho
onde nasci na net.
parabens pessoal!


De sjcp a 25 de Julho de 2010 às 23:09
sobreira como aldeia e linda tem paisagens maravilhosa estou desejoso de la voltar -


De monica gonçalves a 30 de Março de 2011 às 16:02
muitos parabens pelo blog :) conheco muito bem esse pequeno cantinho tao acolhedor!
é um aldeia muito tranquila! é uma sensaçao optimo voltar aí e esquecer os stresses de uma grande cidade!


Comentar post

mais sobre mim

Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28
29

30
31


LUMBUDUS

blog-logo

Visitantes de Águas Frias

O Tempo em Águas Frias

Visitas por países


contador de visitas

Águas Frias pelo Mundo

Locations of Site Visitors

Por onde anda Águas Frias

tags

todas as tags

arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

pesquisar

 

links

XIII Encontro Blogosfoera Flaviense e Fotógrafos 2010 - Castelo de Monforte do Rio Livre


XIII Encontro de Blogues - Águas Frias - free slideshow maker
blogs SAPO

subscrever feeds