Pequenas Gotas de Águas Frias


Águas Frias - making a free slideshow
Quarta-feira, 26 de Março de 2008

Águas Frias (Chaves) – A Páscoa e o folar

A época pascal é um período nobre na vida das aldeias flavienses e a aldeia de Águas Frias não foge a esta regra.
Além de todo o espírito religioso que a época evoca, com todos os seus rituais próprios, desde as várias celebrações passando pela Via-Sacra e culminando com a Visita Pascal (vulgarmente denominada “compasso”),

 a aldeia prepara cuidadosamente o dia de Páscoa de variadas formas, embora hoje dedicarei este espaço ao elemento que nenhum aquafrigedense dispensa nesta época: o FOLAR.
Desde algum tempo atrás que se dedica a atenção aos componentes necessários à sua confecção.
Não se pode ficar pela intenção, é preciso acção. Ou então corre-se o risco de acontecer como na estória que se conta por estas alturas:
“Havia uma mulher que tinha vontade de cozer o seu folar só que:
- a lenha estava no monte;
- a farinha por moer;
E pergunta-lhe o marido, não vendo os preparativos para a confecção dos folares:
- Então, mulher, e a farinha?
E a mulher zangada responde:
- Ó c’um catano, e dá-lhe a p… com a farinha.”
.......
Voltando à realidade, ... em Águas Frias, já todos desde há algum tempo que:
- prepararam o forno;
- cortaram e pitaram a lenha;
- compraram a farinha (desde há muito que os moinhos não moem) e o fermento de padeiro;
- se limpou criteriosamente a masseira;
- se prepararam panos limpos e brancos para proteger a massa; …
Bom, … tudo está a postos … então, vamos lá à sua confecção:
- Na masseira deita-se a farinha, separando-a em duas partes e no meio juntam-se os ovos (12 para cada kilo de farinha). Lentamente, mas com movimentos ritmados, vai-se juntando a farinha com os ovos, de modo a que se torne numa massa homogénea.
- De seguida separa-se novamente a massa e junta-se uma chávena de azeite e volta-se a misturar muito bem. Novamente se separa a massa e junta-se margarina (ou banha) derretida (± 250g) mas tendo o cuidado que ela esteja morna e não muito quente para não “cozer” a massa;
- Volta-se a amassar. Junta-se fermento de padeiro (± 15 gramas por cada Kilo de farinha). Amassa-se novamente e finalmente junta-se um pouco de sal. Os ingredientes já estão todos. Agora têm-se que amassar de novo, de forma enérgica (sendo uma tarefa que exige esforço físico, pois tudo tem que ficar completamente misturado).
Enquanto se amassa e para que a fornada saia na perfeição, vai-se dizendo a seguinte oração:
“S. João te faça pão
S. Brás te faça em Paz
S. Mamede te levede
S. Vicente te acrescente”
(a cada frase faz-se uma cruz na massa)
“Em nome de Deus e da Virgem Maria,
Um Pai-Nosso e uma Avé Maria” (que se rezam enquanto se vai amassando).
Quando a massa começa a produzir bolhas de ar é indicador que está pronta.
Junta-se toda a massa e rapa-se a masseira (lembrem-se que aqui nada se perde …) e tapa-se com um pano branco, deixando-a, durante pelo menos duas horas, a levedar.
….
Entretanto já se foi preparando as gestas e a lenha para aquecer o forno.
Depois de queimada a lenha, rapam-se as brasas para a boca do forno e varre-se, com uma vassoura de gesta.
Não há qualquer termómetro ou outro instrumento para medir a temperatura, mas a experiência diz que forno está devidamente quente quando o tijolo passa de laranja para esbranquiçado e a temperatura ideal verifica-se atirando um pouco de farinha para o seu interior e se observa que esta não queima de imediato.
Enquanto isto, já se deu tempo à massa levedar, ficando mais alta e menos consistente. Agora, vai-se dividindo em pequenas porções, volta-se a amassar, espalma-se e colocam-se as carnes (pequenos pedaços de presunto, carne gorda, salpicão, …) e envolvendo-as com a massa, dando-lhes a forma característica desta região.
É altura de enfornar.
Coloca-se uma folha de papel (muitas vezes recuperando o papel dos sacos da farinha – nada se perde …), na pá e vai-se colocando, de forma ordenada, os folares no forno. Enquanto se enforna diz-se:

 “Cresça o pão no forno
À  saúde do seu dono
Bem como ao Mundo inteiro
Rezemos um Pai Nosso e uma Avé Maria”
Agora é só esperar.
Algum tempo depois, é vê-los … com aquele aspecto aloirado a “olhar” para nós. Huuummm … mas ainda é necessário desenfornar, um a um, e colocá-los sob um alvo pano.

Que cheirinho bom!!!!
Mas, que pena, era Sexta-feira Santa e não se lhes podia meter o dente, mas no Sábado não escapam.
Esta verdadeira iguaria vai ser degustada, não só pelos naturais de Águas Frias como pelos que a visitaram e/ou enviados para as mais variadas localidades (portuguesas ou pelos mais diversos cantos do mundo, onde haver um familiar ou amigo).

Aproveito para agradecer à Noémia, que amassou os folares, à Dona Fernanda que entre outras tarefas, acendeu o forno e ajudou a enfornar; às Senhoras Elviras que também ajudaram e à Dete que é a proprietária do forno. Mas, acima de tudo, tenho que estar grato pela paciência e total disponibilidade que todas tiveram para me aturarem e pelo modo, sempre alegre, que foram descrevendo todas as fases da confecção do folar.
A todas o meu muito obrigado.

**************

Quanto aos folares, apenas consigo partilhar as imagens, mas … posso confiar-vos que estavam um regalo.

.
.
Onde quer que estejam, espero que tenham tido uma Páscoa Feliz.
 .
 .
 
 
 

publicado por ÁguasFrias às 15:52
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
6 comentários:
De Tupamaro a 26 de Março de 2008 às 21:12
Nós já adivinhávamos esta Maldade!

Queixámo-nos nas “Eiras”, lamentámo-nos em “Valdanta” e agora somos crucificados aqui!

Apesar da maldosa boa intenção do autor em sentenciar que “""esta verdadeira iguaria vai ser degustada, não só pelos naturais de Águas Frias como pelos que a visitaram e/ou enviados para as mais variadas localidades (portuguesas ou pelos mais diversos cantos do mundo, onde haver um familiar ou AMIGO)""" e, afinal de contas, chegar para todos menos UM, DECRETAMOS que o PRÉMIO EUROPEU DE CRÓNICA e o PRÉMIO ATLÂNTICO DE REPORTAGEM lhe sejam atribuídos, em cerimónia a celebrar no altaneiro CASTELO DE MONFORTE DE RIO LIVRE.

Este POST(e) é uma TORRE DE (HO)MENAGEM à Memória …….................................
DOS QUE SUSPIRAM PELAS «COISAS BOAS» DA NORMANDIA TAMEGANA!!!!!!
(Ora essa! Não vos chegam, a vós, as «homenagens» que aqui têm sido relatadas, tal qual esta?!).

«Só se vê aquilo que se olha», escreveu o filósofo. E acrescentava: -«aquele que vê não se apropria daquilo que vê - apenas se abeira com o olhar…..».

Hoje damos - vos os Prémios!
Esperai pelo «castigo


Tupamaro


De riolivre a 27 de Março de 2008 às 00:04
À tua quero juntar, também, a minha homenagem a essas sábias mulheres de Águas Frias que, persistindo em viver na terra que as pariu, o fazem de forma a manter alguns dos melhores traços da nossa cultura.
Um bem haja, por isso, à Dete, à Fernanda, à Vira e, sobretudo à Noémia, que consegue dar continuidade àquilo que a tia Cremilda tão bem sabia fazer.
Para ti, Mário, o abraço que diz o que não se escreve.


De carlossilva a 2 de Abril de 2008 às 14:24
Para quem ainda não o provou, isto é maldade bastante. Vou vingar-me na próxima ida a Chaves.


De Aníbal Gonçalves a 5 de Abril de 2008 às 00:35
Nota-se muito carinho pela aldeia, neste Blog.
Os meus parabéns, pelo trabalho.


De jose Relvas a 18 de Junho de 2008 às 21:04
sou descendente de mãe natural de Águas Frias desde tenra idade que me lembro de passar algum tempo, principalmente nas férias de verão nessa maravilhosa aldeia vivendo um pouco costumes, as tradições e convivendo com esse povo no dia a dia.
Ao visitar este blog consegui viver recordações e emoções apesar da distância.
Parabéns todo o trabalho exposto está excelente vejo muita dedicação.


De Marly de Fátima Barros Ferreira a 3 de Abril de 2010 às 11:18
Que momento feliz ver fazer o folar. Uma tradição tão
portuguesa, espalhada pelo mundo afora. Sei que todos ao verem estas imagens lembram-se com saudade de seus antepassados, suas familias distantes,e conseguem sentir o gosto do folar,ao ver estas imagens. Acima de tudo, momento bonito, de partilhar o pão com essa conotação tão mística, que nos leva a pensar na Páscoa, como uma verdadeira esperança do renascimento do amor de Deus em cada coração. Parabéns por esse momento de conforto e pela iniciativa para que nossa tradição de Páscoa perdure em todos os lugares, onde hajam filhos de Portugal ou netos, como no meu caso.


Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 10 seguidores

Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


LUMBUDUS

blog-logo

Visitantes de Águas Frias

O Tempo em Águas Frias

Visitas por países


contador de visitas

Águas Frias pelo Mundo

Locations of Site Visitors

Por onde anda Águas Frias

tags

todas as tags

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

pesquisar

 

links

XIII Encontro Blogosfoera Flaviense e Fotógrafos 2010 - Castelo de Monforte do Rio Livre


XIII Encontro de Blogues - Águas Frias - free slideshow maker
SAPO Blogs

subscrever feeds